5 formas de decidir como investir o seu tempo

Por PRAVALER

5 formas de decidir como investir o seu tempo

Administrar o tempo é uma dificuldade que todos nós temos. Às vezes, o trabalho consome muito tempo e estamos muito cansados para pensar no que fazer depois dele. Em outras, temos tempo livre demais e acabamos não fazendo nada de produtivo, gastando todo esse tempo no sofá da sala.
Por isso, é preciso aprender a administrar o tempo, investindo-o nas coisas certas. Assim, você não vai chegar ao fim do dia – ou da semana, ou do ano – pensando que não fez nada de produtivo! Mas como decidir o que fazer? Confira abaixo algumas dicas de como decidir como investir melhor o seu tempo:

1 – Tenha um planejamento

Primeiro, pense no que você tem que fazer: trabalhar, estudar, cuidar da casa, praticar exercícios, ficar com a família, etc. Pensar primeiro nas suas obrigações é um primeiro passo para começar a se organizar. Sabendo o que você precisa fazer e quanto tempo essas atividades tomam, você vai saber quanto tempo tem livre. Não se esqueça também de atividades corriqueiras, como deslocamento e dormir.
Depois disso, pense no que você quer fazer. Defina quais são seus objetivos, o que quer aprender, em que área quer se aperfeiçoar. Assim, você pode colocar esses objetivos em prática no tempo que tem sobrando. Mas esse é só o primeiro passo. Quando já tiver isso resolvido, é hora de partir para o próximo.

2 – Defina suas prioridades

Não adianta pensar em mil coisas para fazer, porque você não tem mil horas por dia. Para dar mais tempo para algumas coisas e menos para outras, você deve definir quais são suas prioridades.
Se investir no trabalho é mais importante do que praticar exercícios, nesse momento, então você deve passar mais horas desenvolvendo suas habilidades do que na academia. Se estudar para o vestibular é mais importante do que praticar um instrumento musical, aumente as horas de estudo e diminua as aulas de guitarra.

3 – Decida onde não vai investir

Ainda pensando que não há tempo para fazer tudo? Avalie aquilo que está lá embaixo na lista de prioridades e corte de sua rotina. Algo que era importante, mas já não é mais, deve ser retirado de sua lista de prioridades. Algo que pode esperar mais alguns meses ou anos também. Lembre-se de que seu tempo é limitado.

4 – Pense em seus investimentos fixos

Assim como você tem algumas contas que paga todos os meses – a mensalidade da faculdade, a conta de luz, a fatura do cartão –, você deve ter investimentos fixos do seu tempo também. Pense não só naquilo que é obrigação, mas aquilo que vai fazê-lo feliz. Se ler é o seu maior hobbie, leia diariamente, nem que seja por quinze minutos. Se você gosta de dançar, saia duas ou três vezes por mês com seus amigos para dançar.

5 – Não lote sua agenda

A ideia aqui não é ter o dia todo planejado, segundo por segundo. É importante que você deixe espaço livre na sua agenda, seja para ter uma folga em caso de imprevistos, seja para aproveitar o tempo e não fazer nada. Sua vida não precisa ser controlada pelo relógio e pelo calendário!
Investir seu tempo nas atividades certas só vai trazer benefícios. Mas não se esqueça de separar algum tempo para relaxar, descansar, não fazer nada: é um investimento em sua saúde mental que vai valer tanto a pena quanto as horas de esforço.

Compartilhar
Categoria: Ajuda na Carreira

Quero receber notícias do PRAVALER

Preencha o campo abaixo com seu e-mail e fique sabendo tudo sobre o PRAVALER em primeira mão.