A inadimplência do país me afeta em quê?

Por useradmin

A inadimplência do país me afeta em quê?

Imagine que você quer comprar um carro ou apartamento e precisa de um empréstimo bancário. Ambas as partes fazem um acordo para que você tenha condições de pagar o valor em prazos devidamente estipulados, só que você não consegue pagar e passa a descumprir esses prazos. Isso se chama inadimplência.
A partir do momento em que você fecha um compromisso com a instituição financeira, você deverá cumprir. Caso o contrário, o seu nome fica sujo no mercado e a liberação de crédito é cancelada. A inadimplência é um dos fatores que estão alavancando a crise em que o país se encontra, principalmente pelo aumento da taxa de desemprego e a diminuição do consumo, uma vez que os brasileiros não possuem renda para gastar mais.
Entretanto, é comum as pessoas gastarem aquilo que não têm, promovendo ainda mais inadimplência e deixando os bancos desestruturados, já que deduziam que você ia pagar no dia correto. Com isso, por causa de erros de algumas pessoas, a liberação de créditos tende a ser difícil para os brasileiros honestos e responsáveis. Até mesmo os comerciantes sofrem, porque os consumidores podem deixar de pagar as parcelas das suas compras, trazendo problemas financeiros ao trabalhadores.
Inadimplência: bancos mais exigentes
Atualmente, os bancos estão dificultando a liberação de créditos para as pessoas, uma vez que é difícil perceber quem poderá cumprir com o combinado ou não. Mesmo que o empréstimo possa ser renegociado, as pessoas podem tentar esquecer a dívida. Assim, a liberação está ainda mais cautelosa. A inadimplência pode ser terrível para o mercado como um todo, fazendo com que as formas de pagamento e as taxas de juros diminuam e aumentem, respectivamente, para que não ocorra nenhum risco para os vendedores e comerciantes.
Dicas para combater a inadimplência
A regra número um que todo mundo deveria seguir é não gastar aquilo que não tem. Não adianta se entupir de dívidas se você sabe que não terá como pagar. Além de ser uma ação totalmente desonesta e irresponsável, influencia diretamente no mercado porque atinge outras partes, e não apenas você. É comum observar algumas pessoas que fingem ser algo que não são para continuar com o mesmo padrão de vida. Mas não vale a pena ter o nome sujo na praça para continuar com a mesma atitude, entende?
Imprevistos sempre acontecem e realmente temos que estar preparados. Por isso que é importante ter um fundo de reserva para quando acontece alguma emergência, como a perda de um emprego, problemas de saúde, etc. É preciso economizar para não prejudicar as outras partes que precisam do dinheiro que você “prometeu” fornecer.
Se as pessoas tivessem um nível adequado de educação financeira, com certeza a inadimplência estaria menor no Brasil, mais oportunidades de emprego iriam aparecer e os bancos ficariam menos exigentes a respeito do seu cadastro bancário.
O nosso blog quer informa você sobre estudos, vida universitária e profissional. Continue com a gente!

Compartilhar
Categoria: Economia

Quero receber notícias do PRAVALER

Preencha o campo abaixo com seu e-mail e fique sabendo tudo sobre o PRAVALER em primeira mão.