As oportunidades que uma crise oferece As oportunidades que uma crise oferece

As oportunidades que uma crise oferece

Não é preciso ser um especialista em economia para entender que o Brasil vive em tempos de crise econômica. Os números e as estatísticas falam por si só: basta acompanhar qualquer noticiário ou jornal que você verá informações semelhantes todos os dias, como o aumento do desemprego, inflação acima da média, dólar batendo na casa dos R$ 4,00, aumento dos impostos, desconfiança por parte dos consumidores, demissões em massa em diversos setores, retração das vendas e empresas fechando as portas.

De fato esse, não é o cenário que permite que qualquer empreendedor consiga ter naturalmente uma visão positiva do futuro. Mas há uma informação que a mídia não expõe todos os dias: as oportunidades que uma crise oferece, que seriam raras em tempos comuns, como de pequenos empreendedores expandirem o seu negócio e superarem os seus concorrentes.

Portanto, é muito importante se manter positivo apesar do cenário desanimador ao seu redor e não se deixar abater pelos números, além do fato de ser necessário ter visão de negócios para conseguir enxergar oportunidades onde todos enxergam apenas o contrário.

Qual o primeiro passo?
Existem dois grandes erros que a maioria dos empreendedores cometem em tempos de crise econômica:

Achar que o seu negócio está acima da crise e não será atingido
Achar que o seu negócio precisa ser devastado pela crise
Então, o primeiro passo é encarar a existência da crise econômica, entender que o seu negócio sofrerá danos como todos os outros e não se deixar levar pela correnteza, como a maioria dos empreendimentos acaba fazendo. Para se enxergar oportunidades na crise, primeiro você precisa garantir a sobrevivência do seu negócio. Para isso, você precisa ter visibilidade – e, como no xadrez, esperar o momento certo para fazer as jogadas que o levam à vitória.

O planejamento de cada dia
Como qualquer empreendedor, você não dá um passo sem ter planejado quais serão os próximos dez, correto? Em tempos de crise econômica não é diferente. Entretanto, você precisa aceitar o fato de que os seus planos podem precisar ser alterados diversas vezes no caminho, novas metas estipuladas e novas estratégias de acordo com a direção que o mercado tomar. Afinal, as oportunidades que a crise oferece, muitas vezes, podem estar em mercados que você talvez desconheça.

Visão de presente e de futuro
Falando de forma simples, o grande empreendedor é aquele que enxerga procura X demanda, necessidade X solução. Em uma crise econômica, o que não faltam são oportunidades como essas; você só precisa estar com os olhos abertos e entender que o presente, apesar de não parecer, é passageiro, e é no futuro que está o seu foco. Pois logo as engrenagens começam a girar em seu ritmo normal, os consumidores voltam a gastar e as grandes empresas voltam a dominar os seus mercados. Você não irá querer ter perdido as oportunidades que a crise ofereceu.

As oportunidades na crise
Geralmente, as oportunidade na crise econômica costumam ser o caminho contrário que a maioria está tomando.

Investimentos
Muita gente enxerga na crise o momento perfeito para enriquecer rapidamente, pois rumam contrário ao fluxo e aproveitam oportunidades como a carência de investidores em negócios promissores, a baixa dos preços em setores específicos e, é claro, os investimentos financeiros como o Tesouro Direto e Letras de Crédito.

Se você não tem capital sobrando para investir, procure estipular uma porcentagem mensal que você possa economizar cortando despesas de seu orçamento como meta – por exemplo 30%, e ao invés de se acomodar, procure investir a receita proveniente da economia de seus gastos.

Negócios em ascensão
Alimentação e vestuário
O que qualquer pessoa faz quando está sem dinheiro? Corta as despesas de acordo com as suas prioridades. Partindo desse princípio, é possível entender porque apesar da crise econômica, existem setores específicos do mercado que parecem não ser tão afetados como outros. Não importa o quão difícil a situação esteja, as pessoas sempre precisarão comer e se vestir, não é mesmo? Por isso, os setores de alimentação e vestuário costumam oferecer ótimas oportunidades de crescimento, principalmente em tempos de crise.

Consertos de automóveis e venda de usados
Além disso, as pessoas passam a pensar mais vezes antes de fazer grandes compras nesse período, como a compra de um automóvel novo, por exemplo. O que dá uma grande margem lucratividade para o setor de consertos de automóveis, como oficinas mecânicas e também o de vendas de veículos usados.

Lojas de bicicletas e locomoção sustentável
Indo mais além, existem aqueles consumidores que se recusam a pagar os exorbitantes preços do combustível e acabam por adotar medidas sustentáveis para o seu bolso e para o planeta como forma de resolver o problema, o que torna o ramo de vendas de bicicletas bastante promissor em tempos de crise econômica.

Reformas e decoração de imóveis
Você deve ter visto pelo menos alguma vez os noticiários falando sobre a queda das vendas e compras de imóveis. De fato, o setor imobiliário é bastante afetado em uma crise. Entretanto, nesses momentos, os donos de imóveis aproveitam para fazer melhorias em suas posses, como forma de investimento e valorização do imóvel para que o seu valor aumente após a recessão econômica. Fator determinante, que deixa o ramo de reformas e decoração bastante atrativos.

Categoria: DiversosPrasaber

Quero receber notícias do Pravaler

Preencha o campo abaixo com seu e-mail e fique sabendo tudo sobre o Pravaler em primeira mão.