CEO, CFO, CMO, CTO e outras siglas corporativas – o que são? CEO, CFO, CMO, CTO e outras siglas corporativas – o que são?

CEO, CFO, CMO, CTO e outras siglas corporativas – o que são?

O mercado de trabalho é cheio de expressões e siglas próprias que, na maioria das vezes, são traduzidas para o inglês. Entender um pouco mais sobre elas não é um exercício trivial, mas pode fazer muita diferença para o dia a dia do profissional, principalmente para identificar do que o assunto se trata e com quem ele está falando.

As siglas mais comuns nesse meio corporativo são para indicar uma pessoa que está em cargo de liderança. No entanto, muitos outros termos passaram a fazer parte do vocabulário empresarial com muita frequência. Você com certeza já deve ter escutado muito sobre o mercado B2B ou B2C, KPI e ainda já foi chamado para uma conferência com o CEO, mesmo não fazendo a mínima ideia do significado, não é mesmo?!

E para te ajudar a desvendar o significado de algumas das principais expressões corporativas, listamos neste artigo as siglas com suas traduções e conceitos. Continue com a gente 😊

O que é o mundo corporativo?

Antes de nos aprofundarmos sobre as siglas, precisamos compreender melhor como funciona o mundo corporativo. Em toda a sua extensão, esse meio é, de longe, um dos mais complexos. No entanto, ao mesmo tempo que exige qualificação do profissional, ele oferece milhares de oportunidades para evolução.

Começar a carreira profissional no ambiente corporativo pode não ser uma tarefa tão fácil – e se manter nela pode ser, as vezes, motivo de competição. A melhor alternativa para conquistar seu espaço de maneira justa é compreender o mercado em que está inserido e, principalmente, buscar cada vez mais certificações, para aprimorar suas habilidades técnicas e de comportamento, como práticas de gestão, aperfeiçoamento em ferramentas administrativas ou até mesmo o investimento no inglês.

Não importa qual é a sua posição ou por onde vai começar a sua trajetória profissional, o que realmente vai importar para uma corporação é a sua performance profissional em prol da criação de valor para os resultados da empresa. Por isso, o investimento em si faz toda a diferença para a sua jornada, dentro ou fora da organização.

Seja com um contrato de estágio, uma mudança de profissão ou até mesmo uma busca por novas oportunidades, o que vai somar na sua trajetória é o desempenho e clareza de mercado, assim, quanto mais destaque tiver, maiores serão as chances de conquistar espaços maiores e chegar na liderança.

E falando em liderança, agora que te contamos um pouco sobre como funciona o mundo corporativo, chegou o momento de agregar mais conhecimento no seu repertório, assim, você vai conseguir se comunicar com muito mais firmeza no seu ambiente de trabalho! Então, bora lá?

Principais siglas do mundo corporativo

Quando falamos de siglas no mundo corporativo, as primeiras que vem na mente são as nomenclaturas dadas para cargos altos, como diretores, por exemplo. CEO, CFO, CTO… são tantas siglas que é muito fácil se perder.

Mas tem uma explicação para isso. Esses cargos de diretoria são os famosos C-Levels, ou seja, Chief-Level – ou no português claro, cargos de chefia. De maneira bem simples, são os executivos de diferentes departamentos que lideram as áreas e possuem mais responsabilidades de gestão.

Assim como maiores responsabilidades, o profissional que ocupar uma vaga de C-Level possui uma longa experiência profissional, habilidades de liderança e alta visão de negócio.

Para compreender todas as nomenclaturas, estudar inglês pode ajudar e muito. Mas vamos listar por aqui os principais cargos com siglas de C-Level. Confira:

CAO (Chief Academic Officer)


Diretor Acadêmico

Principais atribuições

O Diretor Acadêmico tem como função conduzir o cotidiano em ambiente escolar em todas as vertentes. De modo geral, ele é responsável por inspecionar rotinas administrativas e financeiras, aplicar inovações para o desenvolvimento pedagógico das turmas, coordenar o corpo docente da instituição e fazer uma integração entre as famílias dos estudantes e a escola.

CAO (Chief Accounting Officer)


Diretor de Contabilidade

Principais atribuições

O líder de um departamento de contabilidade tem como principais atividades a administração fiscal de uma empresa, como tributos, atos e fatos contábeis, ativo permanente e gerenciamento de custos. Além disso, realiza periodicamente uma inspeção nos relatórios internos, visando atender as solicitações dos órgãos fiscalizadores.

CBO (Chief Brand Officer)


Diretor de marca

Principais atribuições

O Diretor de marca de uma organização é responsável por todo o material visual e experiência do seu público, ou seja, ele comanda a criação de slogans, a identidade visual e comportamento da marca no mercado. Em algumas situações, o Diretor de Marketing acaba absorvendo as atribuições desse profissional.

CBO (Chief Business Officer)


Diretor de negócios

Principais atribuições

Profissional responsável por gerenciar equipes e questões administrativas, financeiras e operacionais de uma empresa, visando a boa gestão do negócio e a distribuição de times assertiva. Em algumas situações, as atribuições do Diretor de negócios podem ser absorvidas por Diretores financeiros, administrativos ou de operações, cabe analisar o organograma da instituição.

CCO (Chief Communications Officer)


Diretor de comunicações

Principais atribuições

Principal responsável pela comunicação corporativa de uma empresa. Dentre as suas atribuições, está a gestão das ações dedicadas a imprensa, cliente e comunidade, além do desenvolvimento de plano de Relações Públicas e de Branding. Geralmente, o cargo trabalha em parceria com a diretoria de Marketing, ou ainda pode ser absorvida por ela.

CCO (Chief Compliance Officer)


Diretor de compliance

Principais atribuições

Determina as políticas de compliance, ou seja, indica e supervisiona o conjunto de práticas de conduta dos colaboradores e empresa, cumprindo as leis vigentes e estabelecidas por órgãos competentes.

CCO (Chief Content Officer)


Diretor de conteúdo

Principais atribuições

Um diretor de conteúdo é responsável por liderar o planejamento da criação de textos e materiais audiovisuais para diferentes canais, como blog, redes sociais, site e todas as plataformas em que a empresa está presente.

CCO (Chief Creative Officer)


Diretor criativo

Principais atribuições

Profissional responsável por criar estratégias – na maioria das vezes, em parceria com o diretor de conteúdo – para o desenvolvimento de conceitos visuais de uma marca, dirigindo ações de branding e ações em diferentes mídias.

CDO (Chief Data Officer)


Diretor de dados

Principais atribuições

Um dos cargos mais recentes do mercado, este líder é responsável por criar inovações em produtos ou serviços e novos negócios a partir da integração de informações e análise de dados.

CDO (Chief Design Officer)


Diretor de design

Principais atribuições

O profissional lidera as estratégias relativas aos aspectos de design e inovação do produto ou serviço de uma empresa. Dentre suas responsabilidades, estão as áreas de produtos, design gráfico, experiência do usuário e industrial. Em algumas situações, as atividades atribuídas ao diretor de design podem ser atribuídas também ao diretor de marca, de produto ou de marketing.

CDO (Chief Diversity Officer)


Diretor de diversidade

Principais atribuições

Um dos cargos que mais estão em alta no mercado, o diretor de diversidade encarregado de planejar ações estratégicas para promover a diversidade de pessoas dentro da empresa, garantindo direitos e a inclusão social na instituição.

CEO (Chief Executive Officer)


Diretor executivo

Principais atribuições

Ou diretor geral, é o principal cargo dentro da hierarquia operacional da empresa. Geralmente, ocupado pelo fundador ou presidente da organização, suas atribuições contemplam a gestão do corpo executivo e de liderança, a intermediação de comunicação com os acionistas, a liderança no planejamento estratégico do negócio, a gestão da implementação dos valores da empresa e a responsabilidade nas tomadas de decisão em geral.

CFO (Chief Financial Officer)


Diretor financeiro

Principais atribuições

Faz o gerenciamento de todo o planejamento financeiro da organização, garantindo a gestão dos recursos, analisando investimentos, administrando capital de giro e apresentando o plano orçamentário ao corpo diretório.

CHRO (Chief Humam Resources Officer)


Diretor de recursos humanos

Principais atribuições

O profissional é responsável pela gestão de pessoas dentro da empresa, desenvolvendo estratégias para retenção e atração de talentos e políticas de benefícios para os colaboradores. Também é atribuição do diretor de recursos humanos acompanhar os processos de contratação e desligamentos, além de promoção ou mudança de cargo.

CIO (Chief Information Officer)


Diretor de tecnologia da informação

Principais atribuições

Cargo responsável pela implementação estratégica de ações que visam a digitalização do negócio. O diretor de tecnologia da informação lidera ações que dizem respeito ao gerenciamento dos recursos e sistemas digitais, além da implementação e supervisão de inovações tecnológicas.

CKO (Chief Knowledge Officer)


Diretor de conhecimento

Principais atribuições

A principal atribuição do diretor de conhecimento é a gestão do capital intelectual de uma empresa e seus respectivos produtos. Para a função, é necessário que o profissional tenha conhecimento sobre as tecnologias disponíveis para esse processo, bem como saber lidar com o capital humano.

CLO (Chief Legal Officer)


Diretor de questões legais

Principais atribuições

Ou diretor jurídico, o cargo se responsabiliza na proteção legal da empresa, visando garantir que a organização atenda aos requisitos jurídicos vigentes em todas as vertentes do negócio. Dentre as atribuições, estão o gerenciamento de crises, ações sobre propriedade intelectual, segurança da informação e economia colaborativa. A área atua junto com diferentes setores, como marketing, recursos humanos e tecnologia, por exemplo.

CMO (Chief Marketing Officer)


Diretor de marketing

Principais atribuições

Profissional responsável pela coordenação geral das ações de marketing da empresa, visando a captação e fidelização de clientes, bem como a entrega de valor de marca para o mercado.

COO (Chief Operating Officer)


Diretor de operações

Principais atribuições

Um dos cargos mais próximos do capital humano da empresa, é responsável pelo planejamento e coordenação de processos operacionais de divisões da organização, a fim de aumentar a eficiência e produtividade desses processos.

CPIO (Chief Process And Innovation Officer)


Diretor de processos e inovação

Principais atribuições

É responsável pela implantação, gerenciamento e análise de todos os processos da empresa, visando a introdução de ferramentas para melhorias em todo o sistema do negócio. Essa função pode ser absorvida, em algumas situações, pela diretoria de tecnologia, operações ou até mesmo pela diretoria executiva.

CPO (Chief Product Officer)


Diretor de produtos

Principais atribuições

É atribuído ao cargo o comando de todas as atividades que dizem respeito ao produto da empresa, como a concepção, o desenvolvimento do projeto, o acompanhamento da produção, mapeamento de resultados e possíveis correções. Além disso, o diretor de produtos realiza uma consultoria em prol de identificas novas necessidades do mercado.

CPO (Chief Purchase Officer)


Diretor de compras

Principais atribuições

O profissional que dedicar seu tempo liderando a área de compras será responsável pelo planejamento e acompanhamento da compra de insumos, como materiais e equipamentos, conforme a necessidade da empresa. O diretor de compras também acompanha e até mesmo estabelece o relacionamento com novos fornecedores, bem como mantêm com os atuais.

CRO (Chief Risk Officer)


Diretor de risco

Principais atribuições

A avaliação e mensuração de riscos é uma das atribuições dessa diretoria, bem como a criação de políticas para melhores práticas do setor, geralmente, sendo do financeiro ou estratégico. Geralmente, o diretor de risco atua em parceria com áreas de produtos ou novos negócios, fazendo um balanço e apontando riscos e suas melhorias.

CSO (Chief Science Officer)


Diretor científico

Principais atribuições

Principal responsável pelo acompanhamento de operações de pesquisas científicas de empresas, indicando metodologias, técnicas e estratégias para um determinado estudo. Além disso, o diretor científico é o principal intermediador entre a comunicação com a empresa e cliente, determinando o tipo e utilidade da pesquisa de acordo com cada necessidade.

CSO (Chief Security Officer)


Diretor de segurança

Principais atribuições

O diretor de segurança tem como propósito garantir a segurança física e digital, de infraestrutura, capital humano e tecnologias que fazem parte da empresa. Ele gerencia as técnicas de avaliação de riscos e indica ações de segurança de acordo com o impacto dos mesmos.

CTO (Chief Technical Officer)


Diretor de tecnologia

Principais atribuições

Ou diretor técnico, é o profissional que faz a gestão de operações técnicas relacionadas à tecnologia, visando analisar e atender as necessidades da empresa ou do produto a partir de novas soluções ou o aprimoramento das existentes. Em alguns casos, as atribuições do CTO podem ser atribuídas ao CIO, sendo as duas áreas responsáveis pelo setor tecnológico da empresa. A diferença é que enquanto o CIO se dedica a encontrar alternativas para o fluxo de trabalho de comunicação, o CTO desenvolve estratégias orientadas à tecnologia para aprimorar o produto final de uma empresa.


Separamos um vídeo para que você consiga compreender ainda mais o significado das famosas siglas – e até mesmo outros termos – do Business English, ou inglês para negócio, prática muito usada no mercado de trabalho atual. Confere só:


Outras Siglas Corporativas

Além dos termos dedicados aos profissionais da alta liderança, existem outras siglas muito utilizadas no mercado corporativo. Entendendo um pouco mais sobre o significado delas, você pode fazer bonito no seu currículo ou ainda escrever uma carta de recomendação bem elaborada para o seu colega de trabalho.

A dica é compreender onde as suas habilidades – ou as de seu parceiro de trabalho – se encaixam nessa nova linguagem e dissertar de maneira que o recrutador entenda o seu nível de qualificação profissional. Mas não vale enrolar e nem enfeitar demais! Mostre seus conhecimentos na medida certa, para não correr o risco de não entregar o que promete.

Agora, confira abaixo alguns dos termos mais usados no mundo corporativo:

B2B, Btob Ou BTB (Business To Business)

Expressão encontrada em diferentes formatos, b2b é o significado de uma relação de trabalho entre companhias, ou seja, é quando o produto ou serviço de uma empresa é dedicado a uma outra pessoa jurídica – para servir como matéria-prima, por exemplo – e não ao consumidor final/pessoa física.

B2C, Btoc Ou BTC (Business To Customer)

Ao contrário de b2b, o b2c indica que o negócio de uma empresa é dedicado a entrega de produtos ou serviços para o consumidor final, ou pessoa física, e não em um relacionamento entre empresas.

CRM (Customer Relationship Management)

Termo que, traduzido para o português, significa Gestão de Relacionamento com o Cliente. De modo geral, é um conjunto de sistemas e ferramentas para uma gestão eficiente dos clientes, leads (possíveis clientes) e oportunidades de vendas. Com o CRM, uma empresa desenvolve uma série de estratégias visando o relacionamento entre marca e cliente, com o intuito de criar um laço e fidelizar cada vez mais.

EBITDA (Earnings Before Interest, Taxes, Depreciation And Amortization)

Muito utilizada em departamentos financeiros ou para analisar os resultados da empresa, o EBITIDA é uma sigla que representa os ganhos totais da organização em um determinado período. É importante ressaltar que esse número é apresentado sem qualquer previsão de pagamentos de juros, impostos, depreciação ou amortização, assim, é possível analisar de maneira mais assertiva o desempenho financeiro da companhia.

ERP (Enterprise Resource Planning)

Ou Planejamento de Recursos Empresariais, é a integração de sistemas de gestão corporativa, a fim de centralizar as informações em uma única plataforma, tornando o fluxo de dados internos mais fluídos e concretos, além de garantir redução de custos operacionais. Em um ERP, é possível compartilhar informações para planos estratégicos de diferentes setores, como vendas, recursos humanos, financeiro, almoxarifado etc.

KPI (Key Performance Indicator)

O significado de KPI é “Indicadores de Desempenho”, ou seja, são métricas determinadas por uma área ou pela companhia para uma determinada ação ou iniciativas, a fim de basear seu planejamento, quantificar os resultados e, se necessário, corrigir trajetos.

M&A (Mergers And Acquisitions)

Merger and Acquisitions tem como tradução Fusões e Aquisições (F&A) é um termo que se refere a estratégia de uma empresa de se consolidar no mercado a partir da compra ou integração de uma outra marca. De modo geral, é uma área planejada por equipes jurídicas e financeiras que analisam formas de aumentar os resultados do negócio ou até mesmo tornar uma companhia mais competitiva a partir da aquisição de empresas já consolidadas.

MEI (Microempreendedor Individual)

Sigla que indica um dos formatos de pessoa jurídica no Brasil. Um MEI é um profissional que atua como autônomo no mercado de trabalho e tem registro de pequeno empresário. Para as pessoas que não se encaixam em formatos como o Simples Nacional, mas também não atua como CLT, o MEI é uma ótima alternativa. Isso porque, mesmo sendo representado como empresa, um profissional desse formato também tem direito a aposentadoria, além de menor contribuição para a previdência, maior facilidade de contratação – já que não passa pela burocracia de pessoa física – e garante a legalização de suas atividades.

MVP (Minimum Viable Product)

Expressão muito utilizada em startups, o MVP significa produto viável mínimo. Basicamente, ele indica a versão mais simples de um produto oferecido pela empresa, que pode ser lançado ao mercado com um baixo investimento e esforço de capital humano.

NDA (Non-Disclosure Agreement)

Ou, como muitos conhecem, é o termo de confidencialidade. Geralmente, apresentado na contratação de um colaborador, é um contrato legalmente válido que garante o sigilo de informações trocadas por contratado e contratante.

PDCA (Plan, Do, Check E Act)

Planejar, executar, verificar e agir. Essas são as traduções da sigla PDCA, um método de gestão aplicado com o propósito de buscar melhorias contínuas nos processos e produtos da empresa. Também é muito conhecido como círculo de Deming, ciclo de Shewhart ou círculo de controle.

PLR (Participação Nos Lucros e Resultados)

É um formato de remuneração anual utilizada por empresas em todo o mundo. O intuito é incentivar maior produtividade do capital humano para o cumprimento das metas e planejamento da organização.

PME (Pequena e Média Empresa)

Sigla que indica o porte da empresa no mercado. Esse conceito é baseado a partir do número de colaboradores atuantes e o rendimento anual da organização.

QFD (Quality Function Deployment)

Método japonês que, em sua tradução, significa o Desdobramento da Função Qualidade. De modo geral, o conceito é organizar os conhecimentos da empresa para desenhar produtos ou serviços que atendam às necessidades do cliente.

ROI (Return Over Investment)

Ou Retorno sobre o Investimento, é um indicador quantitativo que mede, em percentual, quanto a empresa está ganhando ou perdendo em seus investimentos.

VC (Venture Capital)

É o capital de risco, ou seja, uma modalidade alternativa de investimento que empresas utilizam para conquistarem mercados diferentes. Com compras acionárias, companhias aplicam capital em pequenas e médias empresas com o objetivo de valorizar e impulsionar resultados financeiros.

E aí, pronto para colocar em prática essas siglas no seu vocabulário? Não se esqueça que quanto mais integrado ao mercado você estiver, maiores serão as chances de conquistar grandes espaços. Aperfeiçoar seu repertório pode ser o começo dessa jornada!

Categoria: DiversosPrasaber

Quero receber notícias do Pravaler

Preencha o campo abaixo com seu e-mail e fique sabendo tudo sobre o Pravaler em primeira mão.