Como aprender uma nova linguagem de programação Como aprender uma nova linguagem de programação

Como aprender uma nova linguagem de programação

Não tem segredo, todo desenvolvedor sabe que não dá para ficar preso em apenas uma linguagem de programação. Na área de tecnologia é fundamental se manter sempre atualizado. Porém, na correria do dia a dia, como aprender uma nova linguagem?

Para te ajudar, é importante você ter em mente as respostas para as seguintes perguntas:

  • Por que eu quero aprender um nova linguagem de programação?
  • Qual linguagem eu quero ou preciso aprender?
  • Quanto tempo eu tenho para aprender e praticar?

Com essas respostas, você vai conseguir montar o seu planejamento e finalmente aprender uma nova linguagem de programação. Isso porque:

1- É fundamental você ter o seu propósito bem definido

Seja porque sua empresa pediu para que aprendesse algo do zero ou simplesmente porque você tem paixão por aquilo, quando nós sabemos o que nos motiva a tomar aquela decisão, se torna mais fácil deixar toda a preguiça de lado, e focar nos estudos.

2- Para começar, você precisa de um foco

Nós sabemos que existem diversas linguagens de programação, mas para começar é preciso escolher uma por vez. Por mais que a gente fique com vontade de aprender tudo, tenha uma como prioridade (e só depois escolha a próxima).

Quer uma dica extra logo de cara? Comece pesquisando qual é essa linguagem aí. Tem fóruns e grupos falando sobre ela? Conhece alguém que use ela? Ela realmente vale a pena ser estudada ou vou estudar uma linguagem que nunca usarei?

3- Prazos são importantes

Se você tem um prazo para aprender uma linguagem se torna mais fácil montar um cronograma de estudos. Mas importante: determine um prazo realista e justo. Nada de querer aprender de um dia para outro, tão pouco deixar dois anos dedicados a esse estudo.

Agora vamos as (próximas) dicas?

Entenda qual formato de estudo combina mais com você

Através de cursos ou autodidata? Youtube ou aula programada? Livros ou ebooks? Artigos ou infográficos? Normalmente a gente já tem uma base do que funciona melhor para nós e o que não funciona de jeito nenhum. Caso você ainda não saiba, vale fazer alguns testes e entender qual formato de estudo combina mais com você.

E depois é só pesquisar bastante. Na internet você encontra diversas dicas de cursos a vídeos de youtube que vão te ajudar a achar o conteúdo ideal para aprender uma nova linguagem de programação.

Dica bônus: muito cuidado com as fontes. Busque com calma, e veja referências. Sentiu que a fonte não é tão confiável? Pule para a próxima!

Foque no todo, depois parte por parte

É comum que alguns desenvolvedores busquem estudar parte por parte de uma linguagem de programação, teste e aplique uma por uma, e só depois entenda ela como um todo. Esse não é o cenário ideal (nem mais fácil).

Comece pelo mais básico da linguagem: tipos de variações, funções, classes, estruturas de dados, paradigmas, entre outros. Depois parta para os códigos, afinal, é onde realmente cai a nossa ficha, não é mesmo?

Não deixe de praticar

Estudou as partes? Hora de aplicar, revisar e desenvolver algo. Passo por passo, combinado?

Então após estudar, veja como as pessoas estão colocando isso em prática. É dessa forma que você vai perceber se aprendeu de verdade o conteúdo, e onde ficou as possíveis dúvidas.

Depois é hora de desenvolver! A famosa hora da verdade, não é mesmo? Dessa forma o seu cérebro vai processar todas as informações, entender os desafios do desenvolvimento, como aplicar os conhecimentos aprendidos, e você verá o quanto está fluente nessa linguagem.

Dica bônus: se desafie! Pegue códigos que você já escreveu em outras linguagens e reescreva na nova linguagem. Depois de ficar mais fluente nessa linguagem, também vale comparar o seu código com o de um desenvolvedor mais experiente, assim você terá mais insights de onde melhorar.

E as documentações?

Abuse delas! Elas são um grande guia para os desenvolvedores. Elas vão te ajudar na hora de pesquisar funcionalidades, ou seja, não as deixe de lado, ok?

Dica bônus: caso ainda assim surjam dúvidas durante todo o processo, não deixe de procurar ajuda em fóruns e grupos de programação. Essa troca de experiência é sempre benéfica.

Já está animado para começar a aprender uma nova linguagem de programação? Não deixe de planejar a sua rotina e se dedicar bastante, assim os seus resultados serão mais efetivos.

Leia também DevOps – O que é e como se tornar um e Qual a força das mulheres na programação?

Quero receber notícias do PRAVALER

Preencha o campo abaixo com seu e-mail e fique sabendo tudo sobre o PRAVALER em primeira mão.