Como funciona o FIES? Saiba tudo sobre o programa e como solicitar Como funciona o FIES? Saiba tudo sobre o programa e como solicitar

Como funciona o FIES? Saiba tudo sobre o programa e como solicitar

Todo estudante que está saindo do ensino médio e quer começar os estudos em uma faculdade já deve ter ouvido falar sobre o FIES. Um programa de crédito educativo promovido pelo Governo Federal, o FIES foi criado basicamente para incentivar o ingresso de estudantes no ensino superior em universidades privadas que não têm condições financeiras para pagar os estudos.

Com taxas de juros elevadas, cada vez mais os bancos estão sendo descartados como alternativa de financiamento estudantil, dando espaço para empresas especializadas nesse tipo de crédito e a programas do governo. Apesar disso, muitas pessoas ainda têm dúvidas de como funciona o FIES e se seu perfil está apto para fazer a solicitação no programa. E, pensando nisso, vamos explicar por aqui tudo o que você precisa saber sobre o FIES, suas modalidades e como fazer a inscrição.

Quer solicitar financiamento estudantil pelo FIES, mas não sabe por onde começar? Confere só:

O que é o FIES?

É um programa criado pelo Governo Federal em 1999 e promovido em parceria com o Ministério da Educação (MEC). O FIES nada mais é do que um fundo de financiamento estudantil com condições de pagamento diferenciadas para estudantes de baixa renda.

Ao contrário do ProUni e outros modelos de programas que bancam os estudos de contemplados, o FIES cobre os valores das mensalidades em uma instituição de ensino privada e recebe de volta todo o investimento após a formação do estudante. De forma simplificada, o programa é um empréstimo estudantil que flexibiliza o pagamento e chega a oferecer juros zero, o que não acontece quando o processo é realizado em bancos privados.

Quem pode solicitar o FIES?

Por ser operacionalizado pelo Governo Federal, o FIES tem por objetivo principal atender a um perfil diferenciado de estudante. Pode participar do processo seletivo do FIES o candidato que seguir a alguns requisitos mínimos. São eles:

  • Ter prestado uma prova do ENEM em edições a partir de 2010;
  • Em sua participação na prova, deve ter atingido uma pontuação mínima de 450 em provas objetivas e acima de zero na redação;
  • Concluir o ensino médio;
  • Ter renda familiar bruta mensal de até três salários mínimos.

Fique atento! Neste ano, o regulamento do FIES mudou!

De tempos em tempos, as diretrizes do FIES passam por alterações. Em 2020, o Novo FIES trouxe algumas mudanças e, se você quer fazer sua inscrição, precisa ficar atento a elas. Veja quais são:

P-FIES: segunda modalidade que atende novos perfis de estudantes

Para ampliar o público que pode solicitar o crédito estudantil pelo programa, o FIES conta com duas modalidades diferentes. A primeira é o próprio FIES, que atende estudantes com renda de até três salários mínimos e oferece contrato com juros zero. Já a segunda modalidade é o P-FIES, que é operacionalizada por bancos privados e disponibiliza financiamento para candidatos com renda familiar mensal entre três e cinco salários mínimos. No entanto, enquanto beneficiários do FIES possuem juros zero, os que entrarem no P-FIES pagam uma taxa que pode variar entre 1,9% a 2,5% ao mês.

Nova carência para quitar o financiamento!

Em edições passadas, os estudantes contemplados com o FIES contavam com uma carência de até 18 meses para começar a pagar o financiamento. Agora, se o aluno estiver empregado assim que se formar na universidade, já começará a pagar de imediato o financiamento, com desconto automático em sua renda.

Em casos de o estudante contemplado não estar no mercado de trabalho, o programa cobra um valor mínimo e, assim que ingressar em um novo emprego, começa a pagar parcelas que variam de acordo com sua renda atual, podendo quitar a dívida em até 14 anos.

Período para inscrição passa a acontecer duas vezes ao ano!

As inscrições não serão mais aceitas a qualquer momento com o Novo FIES. Para participar do processo seletivo do programa de crédito educativo, o estudante deverá acompanhar a agenda divulgada pelo MEC.

Agora, as solicitações devem acontecer a cada semestre. No primeiro período de 2020, os solicitantes deverão preencher o cadastro entre 05 e 12 de fevereiro. As datas do segundo semestre ainda não foram divulgadas oficialmente, mas a previsão é de que se inicie em meados de julho.

Veja o passo a passo para fazer a sua inscrição no FIES:

Para ser contemplado com o financiamento do FIES, o aluno deverá seguir os seguintes passos:

  • PASSO 1: as inscrições são gratuitas e podem ser feitas no portal oficial do FIES, a partir da divulgação das datas para novas solicitações.
  • PASSO 2: ao acessar o site, clique em “Primeiro Acesso”, informe seu CPF e data de nascimento.
  • PASSO 3: automaticamente, o sistema irá verificar se a sua participação no ENEM atente às exigências de participação no programa. Com a validação, selecione “Prosseguir”.
  • PASSO 4: preencha todos os dados pessoais solicitados na página seguinte, incluindo um e-mail válido para receber a confirmação de cadastro.
  • PASSO 5: acesse o seu e-mail e abra o link de confirmação enviada pelo sistema, que te direcionará para seguir com a inscrição.
  • PASSO 6: na aba “Grupo Familiar”, preencha os dados de renda pessoal e, depois, o ganho de todas as pessoas que moram com você.
  • PASSO 7: selecione o curso de preferência, a região e a faculdade desejada para receber o crédito. Ao fazer as escolhas, o site apontará o conceito do curso, valor da mensalidade e média salarial desejada para cobrir o FIES.
  • PASSO 8: grave todas as informações e, em seguida, preencha quantos semestres já foram cursados, caso já esteja estudando, ou se está iniciando a graduação agora.
  • PASSO 9: Acompanhe o portal para acessar a lista de candidatos pré-selecionados e lista de nomes em espera, para candidatos ao FIES.

Finalizou sua inscrição? Então se liga nessas informações!

Os alunos que concluírem todas as etapas acima precisam ficar atentos a alguns pontos importantes para saber se será contemplado com o financiamento. Dentre elas, está a forma de seleção dos pré-selecionados do FIES e P-FIES, que acontece de duas maneiras. A primeira é através da contagem de vagas do curso selecionado, já a segunda acontece com uma classificação por nota de corte, baseado na pontuação feita no ENEM.

Os optantes do FIES que não encontrarem seu nome na primeira lista de pré-selecionados não precisam se preocupar. Isso porque nessa modalidade, o pré-selecionado que não concluir a inscrição poderá perder o lugar para um candidato que está na lista de espera do programa. Vale destacar que a lista de espera acontece apenas para a modalidade FIES e não contempla o P-FIES, que possui chamada única para a conclusão da inscrição.

As listas, tanto de primeira chamada quanto de espera, podem ser acessadas no site do FIES e também estarão expostas na instituição de ensino escolhida pelo aluno.

Está na lista de pré-selecionados. E agora?

Se o seu nome está na lista de pré-selecionados, você precisa concluir a inscrição no programa. Para isso, acesse o sistema do SisFies em até 5 dias úteis e preencha as informações do seu financiamento contratado.

Após isso, será necessário fazer a validação dos dados fornecidos na Comissão Permanente de Supervisão e Acompanhamento (CPSA), na sua instituição de ensino, em até 10 dias contados a partir do preenchimento das informações no SisFies.

Ao final de todos os processos, para a conclusão da inscrição e para assinar o contrato do financiamento, o aluno deverá comparecer a um agente financeiro do FIES em até 10 dias contados a partir do terceiro dia após a validação na CPSA. Dentre as opções de agente, estão a Caixa Econômica Federal e o Banco do Brasil.

Pronto! A sua inscrição no FIES está feita e você será beneficiado com o crédito estudantil, que deverá ser repassado diretamente para a universidade escolhida.

Ficou confuso?

Se você ainda tem alguma dúvida de algum passo do processo para a inscrição no FIES ou P-FIES, preparamos um infográfico com tudo o que explicamos. Confira:

Passo a passo para se inscrever no Fies

Viu que o seu perfil não está apto para solicitar o FIES ou P-FIES?

Não desista do sonho de começar uma graduação! O PRAVALER é a alternativa certa para você fazer o ensino superior sem a preocupação de não conseguir pagar as mensalidades. Para solicitar o financiamento pelo PRAVALER, você não precisa de nota de ENEM e só de um requisito: ter vontade de mudar sua vida para melhor. Faça uma simulação e veja como é fácil adquirir o crédito estudantil com a gente!

Quero receber notícias do Pravaler

Preencha o campo abaixo com seu e-mail e fique sabendo tudo sobre o Pravaler em primeira mão.