Faça uma simulação com o Pravaler Icone seta

8 dicas infalíveis para melhorar suas finanças pessoais

Cuidar das finanças pessoais é uma habilidade que vem sendo cada vez mais procurada. Em um momento de crise financeira, as pessoas começam a se preocupar mais com o que devem gastar para não ver a conta no vermelho no fim do mês e, assim, procuram tudo o que podem sobre finanças pessoais.

Muitas pessoas estão buscando melhorar as finanças pessoais, seja através de pequenas economias ou tentando diminuir as dívidas com instituições financeiras. Conseguir manter um equilibro nas finanças pessoais é essencial para ter uma vida equilibrada e se estressando menos. Citamos abaixo algumas maneiras de se planejar financeiramente:

Como organizar e melhorar as finanças pessoais?

Anote tudo o que você ganha e gasta

Se você não anota tudo o que ganha e gasta, provavelmente não sabe de verdade onde está gastando seu dinheiro. Para ter certeza disso, o melhor é fazer um orçamento no papel ou no computador. Anote o que você ganhou e o que gastou, além de anotar como você gastou. Assim, você vai saber onde anda gastando e onde pode cortar despesas. É um ótimo exercício de educação financeira!

Para facilitar sua vida, preparamos uma planilha no excel para anotar e calcular todos os seus gastos. Baixe gratuitamente no botão abaixo:


Guarde parte do seu salário

Poupança é sempre importante, mas se programar para guardar um dinheiro para um momento de necessidade não é fácil. Muitos deixam para o final do mês e pensam que podem colocar tudo o que sobrar do salário na poupança, mas nem sempre sobra. Uma das maneiras de fazer com que a economia dê certo é separar o dinheiro para a poupança já no início do mês. Esse dinheiro pode ser utilizado mais tarde para comprar algo de desejo a vista, aumentando o seu poder de barganha por descontos.

Guardando parte do seu salário, você poderá criar metas para:

  • Aposentadoria: É importante reservar parte do seu salário mensal para a aposentadoria. Muitas empresas já entendem a importância disso e oferecem um plano de aposentadoria privada, que retira 5% do salário para esse fim. Pessoas que não têm essa opção podem escolher colocar o dinheiro em um investimento a longo prazo. 5% é um bom valor para reservar para isso;
  • Investimentos: Deve-se investir algum dinheiro com possibilidade de ganhos no longo prazo. O dinheiro pode ser usado para investimentos financeiros diversos como ações, títulos públicos, fundos de investimento e outros.

Coloque suas contas no débito automático

Para simplificar sua vida e salvar algumas árvores poupando papel, coloque suas contas no débito automático. Desse modo, você nunca vai se esquecer de pagar nenhuma! Isso é ideal para aquelas contas que são comuns todos os meses, como o aluguel, a água e a fatura do cartão de crédito. Você não precisa se preocupar com os prazos de pagamento! E para não perder a sensação de controle, você sempre pode conferir seu saldo pelo site do banco.

Isso vale também para quem quer guardar dinheiro: programe para que, todos os meses em um mesmo dia, uma quantia seja retirada de sua conta e colocada em sua poupança ou no fundo de investimento de sua escolha. Uma coisa a menos para se preocupar!

Reduza o número de contas e cartões

Ter muitas contas em bancos diferentes não só gera uma sensação de desorganização – são muitos gerentes, muitos números e muitas senhas -, mas também gera prejuízo: todas as contas e cartões têm taxas anuais e juros para pagar caso você atrase alguma conta! Não deixe que isso se acumule e simplifique. Se você puder ter apenas uma conta corrente e uma conta poupança, ótimo! Se puder ter um ou dois cartões, apenas, perfeito. Não exagere!

Reduza suas despesas pessoais

Suas despesas pessoais não devem passar de 15% do seu orçamento. Porém, quando não há prestações de casa ou carro, esse valor pode ser incorporado às despesas pessoais. Nesse valor, devem ser incluídos as despesas de supermercado, com celular e internet. Caso o seu valor mensal ultrapasse isso, você pode estar gastando o seu dinheiro em produtos obsoletos, como chocolates e salgadinhos.

Veja também: Como economizar no supermercado? Veja 8 dicas úteis!

Inclusive, tenha muito cuidado com as promoções e não caia na tentação de comprar o que você não precisa por causa disso! Aproveite para comprar só o que for necessário, mas muito mais barato. Se você precisa de camisas brancas para trabalhar, não saia da loja com um vestido de lantejoulas só porque está pela metade do preço. Pense duas vezes: você precisa de dez caixas de cereal? De uma jaqueta de couro? De uma sandália de salto? Seja consciente.

Tenha uma margem de segurança

Muitas vezes nós parcelamos nossas contas e não percebemos que, apesar de o dinheiro ser cobrado em partes, ele ainda vai ser cobrado. O resultado é várias compras parceladas no cartão, tanto que o salário acaba assim que a fatura chega. Não deixe isso acontecer! Nunca deixe que suas contas consumam todo o seu salário, porque imprevistos acontecem e você pode precisar de dinheiro.

Reserve algum dinheiro para você

Depois de tantas regras difíceis de seguir e economias apertadas para fazer, sobra um dinheiro para investir no que você realmente gosta. Pague a mensalidade da academia, vá almoçar ou jantar fora naquele mês. Aproveite e escolha bem, 5% é uma pequena fatia e deve ser aplicada para a sua felicidade.

Aproveite a tecnologia

A tecnologia está aí para ajudá-lo! Muitos aplicativos de finanças fazem orçamentos e auxiliam em investimentos, por exemplo. Os bancos também têm aplicativos em que você pode acessar seu saldo e até mesmo fazer transferências pelo seu celular. Também há um serviço de mensagens, em que você recebe uma SMS sempre que usa seu cartão, com as informações de sua compra. Isso certamente vai ajudá-lo a se organizar e a ter controle de seus gastos!

Se você conseguir seguir essas regras, suas finanças pessoas ficarão melhor equilibradas e é possível ter dinheiro para todas as contas sem se endividar. Caso o orçamento da sua família funcione um pouco diferente, você poderá adaptar esses números para que eles reflitam a sua realidade.

Gostou das dicas? Continue acompanhando o nosso blog para aprender mais sobre finanças pessoais!

Texto escrito por: PRAVALER
x

As principais notícias sobre educação na sua caixa de e-mail. Cadastre-se já!

Saiba mais

Pesquisar

Artigos Relacionados

X Assine nossa newsletter