Curso a distância ou presencial?

A falta de tempo e a dificuldade em conciliar diferentes atividades em uma rotina que envolve trabalho, estudos e lazer é um dos maiores problemas dos jovens nos dias atuais. Neste sentido, a modalidade de ensino a distância vem se desenvolvendo muito no Brasil em quase todos os níveis de ensino.
A escolha da melhor modalidade de ensino – curso a distância ou presencial – não é fácil e vai depender principalmente do perfil de cada aluno. Como você apresenta melhores resultados? Que tipo de ensino dá mais motivação? Confira algumas informações importantes para escolher a modalidade de ensino mais adequada:
Ensino a distância
O ensino a distância cresceu bastante no Brasil nos últimos anos, suprindo parte das necessidades da educação do país em quase todos os níveis. Uma de suas principais vantagens é a relação custo x benefício que apresenta em comparação aos cursos presenciais. Através do ensino a distância, é possível, por exemplo, conquistar o diploma em uma universidade do exterior, já que instituições reconhecidas, como a Harvard e o MIT, oferecem essas opções.
A grande vantagem do ensino a distância e o motivo pelo qual esta opção é escolhida por alguns alunos é a flexibilidade. Através dos cursos à distância, o aluno pode assistir às aulas nos horários mais convenientes para si, montando sua rotina e preenchendo os espaços livres na sua agenda da maneira que preferir. Principalmente para quem trabalha e estuda, esta vantagem pode significar a diferença entre concluir ou não o curso.
É comum as pessoas acreditarem que o ensino a distância é mais fácil e menos exigente que o ensino tradicional. Isso, porém, não é verdade. Assim como as modalidades presenciais, os cursos à distância têm avaliações, frequência e notas mínimas – e o aluno pode, sim, ter de repetir um de seus módulos.
Ensino presencial
O ensino presencial é a modalidade mais tradicional de educação e apresenta excelentes resultados. Nele, o aluno atua como ouvinte na sala de aula e conta com o apoio imediato do professor para tirar dúvidas e monitorar seu desenvolvimento. Aqui, professores e instituições de ensino são responsáveis pela definição dos horários de aulas, com base no plano político-pedagógico da escola e nos objetivos a serem atingidos.
Uma das principais vantagens do ensino presencial é o maior envolvimento que proporciona com a experiência universitária: o aluno tem mais interação com professores, outros alunos, eventos e atividades culturais que acontecem no campus. Além disso, esse modelo permite ao aluno participar de atividades extracurriculares, como empresas juniores ou organizações.
Para alguns alunos, os horários fixos e os custos do ensino presencial acabam tornando esta opção inviável: é importante considerar que, além do valor da mensalidade, o aluno conta, ainda, com gastos de transporte e alimentação.
É interessante lembrar que as cargas horárias dos dois tipos de curso são as mesmas e que a distinção entre o tipo de ensino escolhido não consta no diploma no momento de sua emissão.

Categoria: CursosPrasaber