Faça uma simulação com o Pravaler Icone seta
Como fazer o curso de Direito a distância? Como fazer o curso de Direito a distância?

Como fazer o curso de Direito a distância?

Qual carreira de Direito é uma das mais visadas e concorridas, nós já sabemos. Agora, já imaginou fazer o curso de Direito na modalidade EAD? Será que existe essa opção?

Se você tem esse questionamento, está no lugar certo. Preparamos um conteúdo completo para você tirar todas as suas dúvidas sobre o curso de Direito a distância. Continue a leitura!

O curso de Direito a distância é reconhecido pelo MEC?

Embora muitos estudantes ou interessados em cursar Direito não saibam, atualmente esta graduação não é oferecida no formato EAD, apesar de ser reconhecida pelo MEC (Ministério da Educação).

Recentemente foi discutido a possibilidade de as universidades ofertarem Direito na modalidade a distância, mas a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) impede que este formato aconteça por impactar na forma tradicional de ensino, e alega que os cursos jurídicos apresentam diretrizes curriculares voltadas apenas para o ensino presencial.

Portanto, quem estava pensando em fazer Direito a distância, saiba que ainda não encontra essa possibilidade nas instituições de ensino do Brasil.

Vantagens do curso de Direito EAD

A busca por ensino EAD tem crescido exponencialmente devido às facilidades que este formato oferece para quem possui uma rotina cheia. E com a flexibilidade que o curso a distância proporciona, o estudante não fica mais em dúvida se apenas estuda ou trabalha, ele consegue conciliar os dois, basta se organizar com horários.

Durante a pandemia da covid-19, todas as graduações e pós-graduações na modalidade presencial, sofreram alteração quanto a seu modo de ensino. Isso porque a pandemia exigiu que o isolamento social fosse necessário e era indispensável estudar presencialmente diante da crise sanitária que o país estava vivendo.

Por este motivo, é imprescindível que se entenda a diferença entre o ensino remoto – apresentado durante a pandemia de forma inesperada e provisória, mas que atendesse a demanda dos alunos -, e o ensino a distância, 100% virtual.

Veja também: Graduação EAD – Os erros mais comuns de quem estuda a distância.

Além disso, na modalidade remota, os princípios pedagógicos do ensino presencial foram transferidos para o ambiente virtual, como por exemplo, o aluno precisava conectar-se na sala de aula em tempo real com os professores e colegas, diferente do formato EAD, que pode ser acessado onde e quando quiser.

E para quem pensava que estudar Direito a distância poderia ser mais fácil, pode ter surpresas no trajeto. Pois, embora os benefícios do EAD sejam atrativos, é também repleto de desafios que exigem um esforço extra do aluno que decide estudar por conta própria, como, foco e concentração, disciplina, interpretação textual, pontualidade, entre outros.

Faculdade de Direito a distância

Nenhuma faculdade reconhecida pelo MEC pode ofertar aos estudantes o curso de Direito a distância, isso porque a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) ainda não autorizou este formato e contesta a decisão do Ministério da Educação. Porém, neste caso, as instituições podem oferecer até 40% da grade curricular online, o que chamamos de semipresencial.

Veja também: O que escolher – curso EAD ou presencial?

Dessa forma, os estudantes devem comparecer ao campus para cumprir a carga horária presencial, que normalmente são disciplinas de base jurídica, e outra parte no formato a distância, que inclui matérias de conhecimentos gerais. Neste formato, é possível fazer com que o aluno aproveite as vantagens do uso da tecnologia e viva a experiência da sala de aula.

Graduação em Direito EAD

Como não é possível realizar a graduação em Direito EAD, é importante que o aluno se atente quanto às instituições que oferecem esse curso nesta modalidade. Caso em algum momento se depare com essa oferta, vale a pena pesquisar se a universidade é reconhecida pelo MEC.

No entanto, se o seu interesse em estudar Direito prevalecer, é interessante que tenha em mente as seguintes informações e curiosidades relacionadas ao curso:

  • É oferecida apenas na modalidade presencial, ou semipresencial;
  • O curso tem duração de cinco anos;
  • Maior parte das matérias são teóricas;
  • Disciplinas como: Ciência Política, Direito Romano, Civil, Constitucional, Internacional Público, Ética, e entre outras, fazem parte da grade curricular do curso;
  • O estágio é obrigatório;
  • Somente o diploma em Direito não basta. A prestação do Exame de Ordem, como também é chamada a avaliação feita pela OAB, é obrigatória para que os formados nesta graduação consigam fazer o registro profissional e obter sua carteira. Caso contrário, não podem exercer a profissão.

Especialização em Direito EAD

Muitas pessoas ficam em dúvida se é possível fazer o curso superior em Direito a distância, e como já respondemos essa questão acima, atualmente não é permitido. Porém, diferente da graduação, existem muitas opções de especialização profissional na modalidade EAD, e o melhor: são reconhecidas pelo MEC. Confira alguma delas a seguir:

  • Direito Ambiental
  • Direito Administrativo
  • Direito Civil
  • Direito Constitucional
  • Direito Contratual
  • Direito do Consumidor
  • Direito Eleitoral
  • Direitos Humano
  • Direito Internacional
  • Direito Imobiliário
  • Direito Penal
  • MBA em Planejamento Tributário, entre outros

Vale lembrar que, se não for bacharel na área, ou seja, formado, não será possível realizar a pós-graduação em Direito, e se não for aprovado no Exame da OAB, não poderá advogar.

Melhores instituições que oferecem o curso de Direito

Para você que tem interesse em cursar Direito, mas não sabe em qual instituição, listamos algumas universidades que oferecem este curso e além disso, possibilita o financiamento estudantil do Pravaler para ingressar no ensino superior, confira abaixo:

Quanto custa uma faculdade de Direito?

As mensalidades do curso superior em Direito costumam ser as mais altas entre as graduações no Brasil, mas é importante salientar que, as variações existem, são grandes e vai de acordo com a instituição e sua nota no MEC.

Em média, o preço da faculdade de Direito é de R $500 a R $2.000, mas como dissemos, a oscilação é grande, e há instituições que cobram mensalidades de até R $4.000. Mas calma, não se assuste!

Não deixe de realizar seu sonho de se formar em Direito por conta da mensalidade, pois com o Pravaler tudo é possível. Está apertado e não consegue custear? Faça seu financiamento estudantil com uma taxa de juros diferenciada e de acordo com a sua necessidade.

600x158 Direito
Texto escrito por: PRASABER
x

As principais notícias sobre educação na sua caixa de e-mail. Cadastre-se já!

Saiba mais

Pesquisar

Artigos Relacionados

X Assine nossa newsletter