Cursos Técnicos – Eixo Tecnológico de Segurança Cursos Técnicos – Eixo Tecnológico de Segurança

Cursos Técnicos – Eixo Tecnológico de Segurança

Os cursos técnicos presentes no Eixo Tecnológico podem oferecer ótimas oportunidades no mercado de trabalho em um tempo relativamente curto de formação. Se você está considerando a possibilidade de ingressar em um dos cursos desse segmento, continue acompanhando este artigo e descubra qual é o campo de atuação para esses profissionais. Confira!

Cursos técnicos do Eixo Tecnológico de Segurança

O eixo de segurança é voltado ao desenvolvimento de tecnologias e treinamento de profissionais que atuam na proteção de indivíduos e patrimônio, por meio da segurança pública, segurança privada, defesa social e segurança do trabalho. O curso tem duração de um ano e meio e carga horária de 1200 horas, com grade curricular composta pelas seguintes disciplinas:

  • Leitura e produção de textos técnicos;
  • Raciocínio lógico;
  • Ciência, tecnologia e inovação;
  • Empreendedorismo;
  • Tecnologias de comunicação e informação;
  • Desenvolvimento interpessoal;
  • Legislação;
  • Normas técnicas;
  • Saúde e segurança do trabalho;
  • Cidadania e direitos humanos;
  • Responsabilidade e sustentabilidade socioambiental;
  • Qualidade de vida;
  • Ética profissional.

Técnico em Defesa Civil


O Técnico em Defesa Civil é o profissional que atua no monitoramento e na prevenção de catástrofes de qualquer natureza, como mudanças climáticas, alertas de emergências e sistemas de informações geográficas, coordenando vistorias e preparando planos de contingência em defesa civil.

Além disso, esse profissional tem como reponsabilidade planejar reuniões com os Núcleos Comunitários de Defesa Civil, mobilizando a comunidade para tomar ações preventivas em caso de desastres, realizar procedimentos necessários para o encaminhamento de vítimas e planejar ações para recuperar áreas atingidas em casos de calamidade pública.

O profissional técnico em Defesa Civil pode atuar em órgãos de defesa civil e centrais de monitoramento meteorológico.

A trajetória do técnico em Defesa Civil pode ser direcionada para a graduação tecnológica em cursos na área de tecnologia em Gestão de Segurança Privada, Segurança Pública e Segurança do Trabalho. Para o bacharelado, as áreas correlatas são Engenharia Civil ou Engenharia de Segurança do Trabalho.

Técnico em Segurança do Trabalho


Este profissional analisa processos laborais e identifica possíveis fatores de risco que podem atingir as pessoas em seu ambiente de trabalho, incluindo doenças comuns por conta do esforço do trabalhador. Também tem o papel de orientar empregadores e funcionários sobre as medidas de neutralização de riscos.

O técnico em segurança do trabalho ainda divulga normas e procedimentos de segurança e higiene, inspeciona equipamentos de proteção coletiva e individual e realiza estudos estatísticos acerca de doenças e acidentes ocupacionais, tomando medidas necessárias para proteger o trabalhador.

O técnico em segurança do trabalho tem um campo vasto de atuação, que inclui indústrias, hospitais, portos e aeroportos, construção civil, comércio e consultorias de capacitação em segurança do trabalho.

O técnico pode seguir sua capacitação para o ensino superior em nível tecnológico na área de Segurança do Trabalho. Caso opte pelo bacharelado, os segmentos mais indicados são:

Quem pode fazer?

Os cursos técnicos do Eixo Tecnológico de Segurança são formações de nível médio, exigindo que os participantes tenham concluído o ensino médio para ingressar.

Quer saber mais sobre os cursos técnicos e como eles podem ajudar você a se qualificar e entrar no mercado de trabalho? Confira nosso guia completo sobre os eixos tecnológicos disponíveis para você se qualificar!

Quero receber notícias do PRAVALER

Preencha o campo abaixo com seu e-mail e fique sabendo tudo sobre o PRAVALER em primeira mão.