Entrar em um curso para não ficar parado ou estudar para o vestibular?

Como hoje nós temos muitas maneiras de ingressar na faculdade – por vestibulares de vários tipos e pelo ENEM -, os jovens estudantes podem ficar na dúvida do que fazer depois da formatura do Ensino Médio.
Muitos conseguem ingressar em uma universidade logo depois da escola, mas muitas vezes entram em instituições e cursos que não são os que escolheram. Às vezes, porque os pais pediram que eles fizessem; outras, porque a nota do ENEM não foi o suficiente para o curso desejado.
Nesses casos, surge a dúvida: devo continuar nesse curso – que não foi o curso que escolhi – para ter uma profissão e depois correr atrás de meus sonhos ou devo parar agora, desperdiçar essa chance e estudar para o vestibular?
O medo de ficar parado
O mercado de trabalho atual é muito competitivo. Todos os dias escutamos notícias sobre demissões em massa, sobre crises afetando vários setores, sobre como não existem profissionais preparados para assumirem certos cargos e sobre a exigência profissional crescendo cada vez mais. Por isso, é normal que o estudante tenha medo de ficar parado: todas essas notícias dão a impressão de que o mercado de trabalho é um grande monstro pronto para engolir quem não tem diploma de Ensino Superior.
Essas notícias são verdadeiras e o que elas dizem faz sentido, mas a pressão que isso exerce nos jovens é descabida. Quando se está recém saindo da escola é quando você começa a visualizar seu futuro e, é claro, isso pode ser assustador. Mas não precisa ser! Esse é o momento de pensar, pesquisar, estudar e descobrir que tipo de profissional você quer ser. Não é hora de fazer nada às pressas, se não tiver necessidade. Pense nesse tempo “parado” como um investimento.
Porque estudar não é ficar parado! É investir seu tempo para colher frutos melhores no futuro.
A melhor opção
Tendo isso em mente, pense no quanto você vai adiar o seu sonho de fazer o curso desejado, na instituição que você escolheu, apenas para “não ficar parado”. Se você se dedicar e estudar bastante, é bem provável que entre na sua faculdade dos sonhos e, em alguns anos, já esteja preparado para entrar no mercado de trabalho, trabalhando com o que sempre quis. Mesmo que seja tentadora a ideia de ingressar no mercado de trabalho o mais rápido possível, ela pode ficar entre você e aquilo que você mais deseja!
E mesmo que você esteja gostando de seu curso atual, com certeza levou um tempo para decidir o seu curso dos sonhos. Ponderou, pesquisou sobre o dia-a-dia do profissional, conversou com outros estudantes, conferiu as grades curriculares, etc. Escolher o curso certo leva tempo e exige dedicação. Por isso, não fique com um curso que foi escolhido para você, seja pelos seus pais ou pela nota do ENEM. Você é o único que deve fazer essa escolha!
Não enxergue as horas que você vai passar estudando com dedicação como “perda de tempo”. São essas horas que vão fazer a diferença não só na hora do vestibular, mas em toda a sua vida a partir de agora. Estudar não é ficar parado, e sim caminhar em direção ao seu futuro. Se você não tiver necessidade, não apresse a escolha de seu curso! Pense com cuidado, reflita, estude e seja um excelente profissional no futuro!

Categoria: Dicas de Estudo

Quero receber notícias do Pravaler

Preencha o campo abaixo com seu e-mail e fique sabendo tudo sobre o Pravaler em primeira mão.