Faça uma simulação com o Pravaler Icone seta
Estágio em Psicologia: tudo o que você precisa saber Estágio em Psicologia: tudo o que você precisa saber

Estágio em Psicologia: tudo o que você precisa saber

É esperado que ao longo da graduação, o estudante seja cercado de novas experiências e muito aprendizado, para que assim, a sua qualificação enquanto profissional seja efetiva. Uma das atividades que contribui para a construção de um futuro especialista, é o estágio, e no curso de Psicologia não é diferente.

Uma das fases mais importante na faculdade de Psicologia é o estágio, que por sua vez, tem o intuito de colocar o aluno para praticar todo o conhecimento adquirido durante o curso, e por meio dessa experiência, o estudante poderá conquistar boas oportunidades no mercado de trabalho.

É comum que essa atividade crie muitas dúvidas nos estudantes, que não sabem exatamente o que precisa ser feito durante esse período. Deste modo, é muito importante que antes de começar a estagiar, o aluno esteja munido com o máximo de informações possíveis, e uma delas é saber como conseguir uma vaga.

Pensando nisso, preparamos um conteúdo completo com tudo o que você precisa saber sobre o estágio em Psicologia. Acompanhe!

Como é o estágio em Psicologia?

Para começo de conversa, a primeira informação primordial sobre o estágio em Psicologia é que ele é obrigatório. A carga horária mínima estipulada pelo MEC (Ministério da Educação) é de 210 horas, distribuída em seis horas por dia. Vale lembrar que esse é um dos componentes mais importantes que o estudante deve cumprir para que assim, obtenha o diploma em Psicologia.

Como mencionamos no início, é neste período que o aluno colocará em prática tudo que aprendeu durante o curso, além disso, irá conhecer alguma área de atuação profissional, que em boa parte dos casos, o estudante consegue se descobrir e encontrar a carreira ideal para o seu perfil.

Uma particularidade do curso de Psicologia, é que, nesta graduação, o estágio é dividido em básico e em supervisionado. O básico acontece logo nos primeiros semestres da faculdade, com o objetivo de ensinar ao aluno, de forma inicial, a ter os primeiros contatos com a prática profissional por meio da observação.

Já o estágio supervisionado, o estudante será acompanhado a todo momento por um profissional já formado na área, isso porque, o estudante de Psicologia ainda está em fase de formação. Deste modo, não pode atuar diretamente com o atendimento sem que seja devidamente orientado.

Mas afinal, quando começar a procurar um estágio em Psicologia e a partir de qual período ele passa a ser obrigatório?

A partir do 5° semestre de Psicologia, o estudante já pode iniciar as buscas por um estágio na área. Vale ressaltar que essa procura fica por conta do próprio aluno, assim poderá escolher onde estagiar: hospitais, clínicas, escolas, ONGs, bancos, hotéis, entre outros. É importante ficar atento ao regulamento da instituição de ensino, quais são as documentações e relatórios exigidos para a validação do estágio.

Nas mais diversas instituições em que o aluno poderá realizar o estágio obrigatório, atividades relacionadas a Psicologia Clínica e Psicologia Social podem ser desenvolvidas, e falaremos um pouco sobre cada uma delas a seguir.

CTA Curso de Psicologia

Estágio supervisionado em Psicologia Clínica

O estágio supervisionado em Psicologia Clínica é voltado totalmente ao acolhimento e à escuta do paciente. Neste momento, o estudante terá contato direto com os clientes, e deve iniciar o acompanhamento de triagem daqueles que necessitam de tais procedimentos clínicos da Psicologia.

Estágio supervisionado em Psicologia Social

Já o que diz respeito ao estágio supervisionado em Psicologia Social, o estudante de Psicologia desenvolve atividades e trabalhos relacionados à intervenção comunitária por meio de orientações, a fim de promover campanhas que impeçam os surgimentos de futuras doenças psicológicas ou problemas de saúde pública, como o consumo de drogas e bebidas alcoólicas entre os jovens.

Onde um estudante de Psicologia pode estagiar?

São diversas as opções de lugares que o estudante de Psicologia pode estagiar. Todas as atividades desenvolvidas, devem ser correlatas à área de estudo, e claro, supervisionado. É importante ressaltar que, o bom aproveitamento dessa fase pode contribuir de forma positiva para o sucesso profissional. Entenda que este é o momento exato para tirar todas as dúvidas, entender sobre os procedimentos, além disso, sobre qual postura tomar diante dos pacientes.

Conheça agora os locais que poderá buscar uma vaga de estágio em Psicologia:

  • Autarquias;
  • Bancos;
  • Clínicas particulares;
  • Escolas;
  • Empresas públicas ou privadas;
  • Instituições jurídicas;
  • Organizações esportivas;
  • Hospitais;
  • Hotéis;
  • Organizações esportivas;
  • ONGs no geral;
  • Penitenciárias;
  • Vara da Infância e da Juventude, entre outros.

Quanto ganha um estagiário de Psicologia?

O período de estágio é sem dúvidas, uma das fases mais importante de qualquer graduação, pois, é neste momento que o estudante poderá conhecer a futura profissão na prática, além de colher experiências e ter mais segurança no trabalho. No entanto, por se tratar de estágio, a remuneração não é uma das melhores, visto que, a carga horária de trabalho normalmente não é a mesma de um trabalho CLT (Consolidação das Leis do Trabalho), por exemplo.

Um estagiário de Psicologia ganha em média R$ 965,00, mas, esse ganho pode variar bastante de acordo com o local de trabalho, e fica entre R$ 724,00 e pode chegar até R$ 1237,00.

Como encontrar vagas de estágio em Psicologia?

Os caminhos para encontrar um estágio em Psicologia são diversos. Um dos mais comuns, é a busca por meio de programas de estágios que já existem no mercado, e funcionam como um banco de dados. Organizações como o CIEE (Centro de Integração Empresa Escola) e a Nube (Núcleo Brasileiro de Estágios) têm crescido cada vez mais, com o objetivo de colocar os jovens no mercado de trabalho. Mas, além desta opção, existem outras que podem te auxiliar nessa procura incessante por uma vaga de estágio. Separamos algumas delas a seguir!

Vá a eventos da área da saúde

Passar a frequentar eventos que, de algum modo, estejam relacionados a sua área de estudo, pode te ajudar na hora de conseguir um estágio. Isso porque, ao ir em eventos da área da saúde, no caso de Psicologia, você começa a conhecer novas pessoas, o que chamamos de networking. E por meio delas, você pode ampliar sua rede de contatos para futuras oportunidades.

Procure estágio em empresas conveniadas com a faculdade

Outro caminho bastante provável de conseguir uma vaga de estágio em Psicologia, é ficar atento aos murais de informações e quadros de avisos da sua faculdade, normalmente é lá onde anúncios sobre vagas de estágios das empresas conveniadas à instituição estarão expostos. Busque sempre por informações sobre novas oportunidades e esteja sempre preparado para cumprir os pré-requisitos exigidos, se for o caso.

Utilize redes sociais ao seu favor

Essa dica com certeza não poderia ficar de fora, visto que, com todo o avanço da internet, seus benefícios são grandes e notórios, e é o caso das redes sociais. Elas não só servem apenas para falar com os amigos que moram longe, ou até mesmo para compartilhar seu dia a dia com os seguidores. É possível conseguir vagas de estágio em Psicologia em grupos no Facebook e LinkedIn, por exemplo. A rede de networking também pode ser criada dessa forma, então, não fique de fora, e busque participar desses grupos nas redes.

Pesquise em sites de vagas

E por fim, uma das maneiras mais eficazes na hora de buscar uma vaga de estágio em Psicologia, sem dúvidas, é por meio de sites de vagas. Boas oportunidades são compartilhadas nestes sites, como por exemplo, o site Vagas. Nele você pode cadastrar seu currículo, adicionar experiências e entre outros dados importantes que são primordiais para as empresas. Vale lembrar que essa é uma ótima forma de conseguir uma colocação no mercado de trabalho.

Ressaltamos a importância do máximo de aproveitamento do período de estágio e busque sempre se dedicar ao que deve ser feito. Esperamos que essas informações tenham sido úteis para você, que busca um estágio em Psicologia!

Texto escrito por: PRASABER
x

As principais notícias sobre educação na sua caixa de e-mail. Cadastre-se já!

Saiba mais

Pesquisar

Artigos Relacionados

X Assine nossa newsletter