Faça uma simulação com o Pravaler Icone seta

Como investir o dinheiro do seu primeiro estágio universitário?

Depois de muito esforço e dedicação, você entrou em uma universidade e agora conseguiu uma bolsa de estágio universitário. O valor é modesto, mas você sabe que, embora a primeira ideia seja usufruir deste valor, o certo é reservar uma parte desta renda e tratar de começar algum investimento. O que fazer? Vamos ajudar você a pensar.

Organize-se com a bolsa do estágio universitário

A primeira que você deve fazer é se organizar. Sem isso, nada funciona, tudo parece perda de tempo e que você anda em círculos. Faça um levantamento e descubra exatamente quais são os seus gastos. Defina uma cota para cada despesa essencial e elimine todas as despesas desnecessárias. Defina o que é alimentação, transporte, vida social, etc. Uma coisa é certa: nesta divisão, o resultado deve ser o que você dispõe e, preferencialmente, menos do que o que você ganha. Por isso, a primeira regra é evitar dívidas e guarde dinheiro.

Trace objetivos

Que objetivos você tem? Já pensou nisso? Você quer fazer uma viagem de estudos, investir em casa própria? Qual é? Defina os seus objetivos e pense em um modo de alcançá-los. Sejam quais forem, no prazo que for, você precisará de dinheiro para isso. Guarde. Defina qual a proporção daquilo que você ganha e transfira à poupança assim que você receber o seu salário, evitando a vontade de gastar.

Pense no futuro

Uma coisa que é certa: hoje você é jovem e disposto. Portanto, pense na sua segurança e conforto no futuro. Planos de aposentadoria, seguro e plano de saúde são formas de cuidar de si mesmo. Quanto mais cedo você contribuir para a sua aposentadoria, mais cedo poderá usufruir desta garantia. Isso se chama precaução.

Livre-se das dívidas

Caso você tenha alguma dívida, seja prudente: pague-a o quanto antes. Se você conseguiu financiamento estudantil ou qualquer outro débito, pague e livre-se dos juros. Tranquilize-se financeiramente e comece a guardar dinheiro.

Considere as suas opções

Se a sua preocupação se refere a que tipo de aplicação financeira pode ser mais rentável – poupança, tesouro direto, enfim -, o que você precisa ter em mente é quando você deseja resgatar esse dinheiro, pois saber qual é este prazo de resgate é fundamental para você decidir o que vale a pena.

Talvez a melhor opção para você seja o Tesouro Direto, que oferece títulos prefixados para 2016. Ao fim desta aplicação, você deve considerar o desconto do imposto de renda, as taxas de custódia e a taxa de transferência via DOC. Mesmo assim, terá uma valorização bem maior que a poupança (cerca de 10%, mais ou menos).

A regra, nesse caso, é que aplicações de curto prazo devem ser conservadoras, como a poupança ou títulos públicos, também de curto prazo. Avalie isso e tenha em vista o valor das taxas de administração deste dinheiro. Pequenas aplicações em prazo curto podem sair muito caro. Se você pensa a longo prazo (cinco anos), pesquise sobre o mercado de ações. Mas nunca coloque todo o seu dinheiro em apenas uma modalidade de investimento. Isso é muito arriscado.

Como você pode notar, é preciso cautela. Curtir a vida neste momento pode ser atraente, mas você também pode fazer isso gastando menos e garantindo o seu conforto no futuro.

Tem dúvidas? Quer saber mais? Deixe o seu comentário!

Texto escrito por: PRAVALER
Categoria: Economia
x

As principais notícias sobre educação na sua caixa de e-mail. Cadastre-se já!

Saiba mais

Pesquisar

Artigos Relacionados

Pensamos na sua privacidade

Usamos cookies para que sua experiência seja melhor. Ao continuar navegando, você está ciente dos nossos Termos e Políticas.

CONTINUAR