Faça uma simulação com o Pravaler Icone seta
Fies sem Enem: é possível conseguir o financiamento estudantil? Fies sem Enem: é possível conseguir o financiamento estudantil?

Fies sem Enem: é possível conseguir o financiamento estudantil?

É comum que surjam dúvidas sobre o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies). Uma questão recorrente diz respeito à necessidade de prestar o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) para obter o crédito estudantil. Afinal, é possível conseguir o financiamento para pagar os estudos pelo Fies sem Enem?

Para responder essa pergunta, é preciso lembrar que o Fies é um programa do Ministério da Educação (MEC) que existe desde 1999. Seu objetivo sempre foi conceder crédito para que estudantes pudessem cursar o ensino superior em instituições de ensino superior particulares.

Mas, desde sua criação, o programa do Fies passou por uma série de modificações. Uma das mais importantes foi a criação da nova modalidade em 2018, o P-Fies, uma alternativa para estudantes com renda familiar bruta mensal superior a três salários mínimos, contratado junto de bancos privados e instituições financeiras parceiras, condição que não acontece no Fies tradicional.

Ainda é possível conseguir o Fies sem Enem?

Desde 2015, ter feito o Enem é um dos requisitos para obter o crédito pelo Fies, e para o P-Fies, o critério não é diferente. Existe ainda uma nota mínima a ser alcançada: 450 pontos na prova objetiva e não zerar na redação. Caso contrário, o estudante fica impossibilitado de fazer parte do Programa de Financiamento Estudantil do governo. Resumindo, não é possível financiar os estudos pelo Fies sem Enem.

Veja também: O que estudar para o Enem?

Cabe ressaltar, no entanto, que nem sempre é preciso fazer a prova no mesmo ano de inscrição no programa. Quem prestou o Enem em algumas das edições a partir de 2010 não tem necessidade de fazer outra prova. Isso, é claro, vale para aqueles que obtiveram nota superior à mínima exigida.

Para ilustrar, imagine um estudante que prestou o Enem em 2011. Sua pontuação foi de 600 na prova objetiva e 750 na redação. Nesse caso, ele pode usar a nota do Enem obtida na época para solicitar o financiamento estudantil pelo Fies hoje.

Outros requisitos para ingressar no Fies

Além de obter uma nota mínima no Enem, para ingressar no Fies é preciso cumprir outros requisitos. No caso do Fies, a renda per capita da família não pode superar três salários mínimos. Já para a solicitação do P-Fies, o aluno pode ter renda familiar de até cinco salários mínimos por pessoa.

Veja também: Veja como se inscrever no Fies e no P-Fies.

Outro requisito importante é que o estudante não tenha ainda concluído o ensino superior. Ou seja, o Fies e P-Fies não valem para quem quer fazer uma segunda faculdade ou uma pós-graduação. A participação no programa é válida apenas para quem tem o ensino médio completo como nível de escolaridade.

Não fiz o Enem, e agora?

Agora você já sabe para o Fies precisa de Enem. Porém, estudantes que nunca prestaram o exame ou que fizeram a prova antes de 2010 têm outras opções, uma vez que existem diversas formas de crédito estudantil que não exigem a nota do exame.

Uma dessas alternativas é buscar por um crédito estudantil privado, como o Pravaler. Com o programa, não é preciso ter feito o Enem, não precisa ter conta em banco e é possível contratar a qualquer momento. Mesmo você sendo calouro ou veterano, ou seja, para quem ainda vai começar a faculdade e para quem está na fase de rematrícula, é possível solicitar o financiamento estudantil privado, facilitando o acesso ao ensino superior.

Além disso, por possuir instituições de ensino parceiras em todo o país – sendo mais de 500 ao todo, com o Pravaler é possível encontrar opções de financiamentos até sem juros, a depender da faculdade e do curso escolhido. Faça uma simulação agora e realize o seu sonho da graduação!

Botão para Simular Financiamento estudantil

Texto escrito por: PRAVALER
x

As principais notícias sobre educação na sua caixa de e-mail. Cadastre-se já!

Saiba mais

Pesquisar

Artigos Relacionados

X Assine nossa newsletter