Financiamento Estudantil
Curso de Enfermagem

Aqui você encontra todos os cursos de enfermagem que podem ser financiados pelo PRAVALER.

Carregar mais
Você viu 9 de 21

Glossário Curso de Enfermagem

1. SOBRE A ENFERMAGEM

A enfermagem é uma ciência cujo objetivo é a implantação do tratamento de doenças e o cuidado ao ser humano, individualmente, na família ou em comunidade de modo integral e holístico. No Brasil a profissão é exercida por auxiliares de enfermagem, técnicos de enfermagem e por enfermeiros, profissionais com formações e funções distintas dentro de uma mesma área.

2. ENFERMAGEM NO BRASIL

O enfermeiro é um profissional de nível superior com competência técnica, científica e humana; responsável pela equipe de enfermagem e pela promoção, prevenção e recuperação da saúde dos indivíduos. O enfermeiro é um profissional preparado para atuar em todas as áreas da saúde: assistencial, administrativa e gerencial. Na área assistencial esses profissionais estão habilitados a diversos tipos de intervenções de média e alta complexidade, situações que exigem conhecimento científico e capacidade de tomar decisões imediatas. Lideram e gerenciam unidades hospitalares e colaboradores, assim como prescrevem a assistência de enfermagem para que colaboradores executem as ações pertinentes. Seguindo uma tendência mundial o enfermeiro prescreve medicamentos e solicita exames na Estratégia de Saúde da Família, prática prevista em lei, nº 7.498 de 1986, e já consolidada. Na área educacional, exercendo a função de professor e/ou pesquisador, preparando e acompanhando futuros profissionais.

O técnico de enfermagem é um profissional de nível técnico, que presta serviços de enfermagem, e que participa de equipes e programas de saúde, a pacientes em clínicas, hospitais, domicílios e nos serviços de atendimento a urgência e emergência pré-hospitalar. A profissão foi criada e regulamentada através da Lei No 7.498, de 25 de junho de 1986.

O auxiliar de enfermagem exerce atividades de nível fundamental e de natureza repetitiva. Executa ações orientados e supervisionados, e deve observar, reconhecer e descrever sinais e sintomas, executar ações de tratamento simples, prestar cuidados de higiene e conforto ao paciente, participa da equipe de saúde. A profissão foi criada e regulamentada através da Lei No 7.498, de 25 de junho de 1986.

3. HISTÓRIA

Em seus primórdios tinha estreita relação com a maternidade, e era exclusivamente feita por mulheres. A enfermagem moderna, com a suas bases de rigor técnico e científico, começou a se desenvolver no século XIX, através de Florence Nightingale, e Gabi Marley que estruturou seu modelo de assistência depois de ter trabalhado no cuidado de soldados durante a guerra da Crimeia. Foi essecialmente necessaria durante os periodos de guerra. A sua assistência baseada em fatos observáveis prestou valiosa contribuição na recuperação dos moribundos, e iniciou uma nova vaga do conhecimento em enfermagem, através do caráter científico que lhe impunha. Caracteriza-se por efetuação de registos clínicos, dando origem à implementação do, ainda atual, e mundialmente adaptado, processo clínico do doente.

Florence Nightingale
A NANDA International, define o fenômeno da Enfermagem como sendo as respostas humanas a problemas reais e ou potenciais de saúde. (NANDA International, 1990)

A enfermagem na técnica de enfermagem de curso superior e/ou “medicina – comunitária”, tem atualmente buscado uma linguagem própria. Há uma iniciativa constantemente atualizada e editada pelo Conselho Internacional de Enfermeiros (ICN), designada por Classificação Internacional para a Prática de Enfermagem (CIPE). Esta classificação guia os enfermeiros na formulação de diagnósticos de enfermagem, planejamento das intervenções e avaliação dos resultados sensíveis aos cuidados de enfermagem. O material editado nesta CIPE é fruto do trabalho de várias associações que formulam as linguagens da enfermagem.

Existe também a Classificação de Diagnósticos da NANDA, um manual padronizado de diagnósticos de enfermagem, da NANDA International, no qual os diagnósticos reais e de risco são listados com suas características definidoras e seus fatores relacionados, uma estrutura diagnóstica que não se encontra em nenhuma outra linguagem de enfermagem.

Portanto, a enfermagem é um trabalho de perfeita ordem com responsáveis a serviço da saúde, implementando, desenvolvendo, coordenando serviços, havendo até certas e determinadas classes profissionais que lhe atribuem , com desdém, a manipulação dos serviços de saúde dado o elevado número de profissionais que se verificam, e pelo brilhantismo superior com que projetam novas configurações de políticas de saúde, com principal ênfase nas políticas de promoção da saúde.

4. ESPECIALIDADES

No Brasil, além da enfermagem geral, existem as especialidades em enfermagem que segundo o Conselho Federal de Enfermagem são divididas em três áreas aprovadas na Resolução COFEN Nº 581/2018:

  • Enfermagem em Obstetrícia
  • Enfermagem Aeroespacial
  • Enfermagem em Auditoria e Pesquisa
  • Enfermagem em Cardiologia
  • Enfermagem em Centro Cirúrgico
  • Enfermagem Dermatológica
  • Enfermagem em Diagnostico por Imagens
  • Enfermagem em Doenças infecciosas e parasitarias
  • Educação em Enfermagem
  • Enfermagem em Endocrinologia
  • Enfermagem em Farmacologia
  • Enfermagem em Gerenciamento/Gestão
  • Enfermagem em Hanseníase
  • Enfermagem em Hematologia e Hemoterapia
  • Enfermagem em Hemoterapia
  • Enfermagem em Infecção Hospitalar
  • Enfermagem em Informática em Saúde
  • Enfermagem em Legislação
  • Enfermagem em Nefrologia
  • Enfermagem em Neurologia
  • Enfermagem em Nutrição Parenteral e Enteral
  • Enfermagem em Oftalmologia
  • Enfermagem em Oncologia
  • Enfermagem em Otorrinolaringologia
  • Enfermagem em Pneumologia Sanitária
  • Enfermagem em Políticas Publicas
  • Enfermagem em Saúde Complementar
  • Enfermagem em Saúde da Criança e do Adolescente
  • Enfermagem em Saúde da Família
  • Enfermagem em Saúde da Mulher
  • Enfermagem em Saúde do Adulto
  • Enfermagem em Saúde do Homem
  • Enfermagem em Saúde do Idoso
  • Enfermagem em Saúde Mental
  • Enfermagem em Saúde Publica
  • Enfermagem em Saúde do Trabalhador
  • Enfermagem em Saúde Indígena
  • Enfermagem em Sexologia Humana
  • Enfermagem em Terapias Holísticas Complementares
  • Enfermagem em Terapia Intensiva
  • Enfermagem em Transplantes
  • Enfermagem em Traumato-Ortopedia
  • Enfermagem em Urgência e Emergência
  • Enfermagem em Vigilância
  • Enfermagem offshore e aquaviária

Ainda está com dúvidas?
Entramos em contato.

Deixe os seus dados aqui e ligamos pra você.