AVALIAÇÕES DO MEC
Universidade
Curso

Curso de Design de Interiores UDF

Faça o Curso de Design de Interiores UDF com mensalidades que cabem no seu bolso.

Se preferir, FAÇA UMA SIMULAÇÃO no nosso aplicativo, clicando aqui. Disponível, por enquanto, somente no Google Play.

Sobre o Curso


exibir mais

exibir menos

O projeto pedagógico é dinâmico e inovador, mas sensível às necessidades de mercado, de maneira que você terá uma formação multidisciplinar, isto é, reunindo disciplinas técnicas, tecnológicas, artísticas e projetuais. Elas apresentam enfoque estratégico, a fim de orientá-lo para as tendências do mercado mundial de design de interiores, mas consideram sempre a estética, praticidade, funcionalidade, tecnologia e beleza.

Participe das aulas práticas nos laboratórios da instituição ou de atividades de extensão no Laboratório de Projetos (LabPro). Aproveite as atividades complementares obrigatórias ao longo do curso, realizadas fora do horário regular de aula, dentro e fora do campus; e não perca as visitas técnicas a feiras, mostras e exposições, elas agregam qualidade à sua formação profissional.

Titulação: Tecnólogo em Design de Interiores

Duração do Curso

Semestres: 4

Anos: 2

Turnos

Manhã

Noite

Tipos de Graduação

Presencial

Formas de pagamento

Financiamento

SIMULADOR

Saiba até quanto você pode financiar

Qual é a sua renda?

R$

Qual é a renda do seu garantidor?

R$
Você pode financiar um curso com mensalidade de até:

R$ 453,64

sujeito a análise de crédito e outras
comprovações
QUERO ME CADASTRAR
ENTENDA O JUROS PRAVALER

Dúvidas Frequentes

1. O curso de Design de Interiores da UDF é reconhecido pelo MEC?

Sim, o curso é reconhecido pelo MEC com nota 4.

2. Qual a grade curricular do curso de Design de Interiores na UDF?

O Curso de Design de Interiores da Universidade UDF possui a seguinte Grade Currícular

1º Período:
  • Diversidade Étnico-Cultural (EAD)
  • Língua Brasileira de Sinais
  • Optativa
  • Cores e Percepção Visual
  • Desenho Técnico Aplicado ao Design de Interiores
  • Ergonomia
  • Informática Aplicada ao Design de Interiores I.
2º Período:
  • Modelos Tridimensionais
  • Projeto de Interiores Residencial
  • Optativa
  • Gestão Ambiental e Responsabilidade Social (EAD)
  • Projeto de Interiores: Comercial
  • Conforto Ambiental
  • Informática Aplicada ao Design de Interiores II
  • Instalações Prediais: Elétrica e Hidráulica.
3º Período:
  • Materiais e Acabamentos
  • Optativa
  • Estilo e História do Mobiliário
  • Empreendedorismo (EAD)
  • Cenografia
  • Paisagismo
  • Projeto de Interiores: Institucional
  • Projetos Interdisciplinares em Design.
4º Período:
  • Optativa
  • História das Artes (EAD)
  • Fotografia
  • Design e Sustentabilidade
  • Expressão Gráfica
  • Expressão Plástica.

3. Qual a média salarial de um profissional formado em Design de Interiores?

A média salarial do profissional de Design de Interiores varia de $ 1.770 a R$ 3.991, de acordo com a região e tempo de atuação.

4. Quais os objetivos do curso de Design de Interiores da UDF?

Estando pronto o projeto arquitetônico, entra em ação o designer de interiores, que vai pensar como combinar cores, texturas, mobiliário e itens de decoração para deixar o cliente totalmente satisfeito. Ele cria, planeja, desenvolve e executa projetos residenciais, comerciais e institucionais segundo critérios de ergonomia, sustentabilidade, organização e segurança.

E nisso o curso de Design de Interiores atende muito bem, ensinando a fazer a escolha adequada de produtos, materiais e equipamentos. Você vai se perceber com novas e aprimoradas competências, tais como ideias criativas; maior senso estético e visão espacial; perceberá certa objetividade comercial e melhor capacidade de negociação e persuasão; capacidade de administrar o tempo, sabendo atuar em equipe e trabalhar sob pressão. A profissão foi regulamentada, conforme Lei 13.369, e publicada no Diário Oficial da União do dia 12 de dezembro de 2016.

5. Onde um profissional formado em Design de Interiores pode atuar?

Segundo a Classificação Brasileira de Ocupações, também constam à profissão de decorador de interiores de nível superior as denominações: ambientador, decorador de interiores, designer de ambientes e planejador de interiores.

É um mercado em franca expansão, o que possibilita a contratação de designers de interiores em escritórios de arquitetura, empresas de design de interiores, indústrias e comércio de materiais e equipamentos domésticos ou de trabalho, lojas de móveis e até no setor hoteleiro.

Ações sociais em prol da acessibilidade e conforto de pessoas com deficiência também têm despontado como ramo de atuação. E trabalhar por conta própria é o grande atrativo para esse profissional.

Campus e Polos

Esses são os campus e polos presenciais dessa universidade

Ainda está com dúvidas?
Entramos em contato.

Deixe os seus dados aqui e ligamos pra você.