Faça uma simulação com o Pravaler Icone seta
Mercado de trabalho em Odontologia: conheça as principais áreas de atuação Mercado de trabalho em Odontologia: conheça as principais áreas de atuação

Mercado de trabalho em Odontologia: conheça as principais áreas de atuação

Antes de realizar a matrícula em um curso de Odontologia, é muito importante entender como está o mercado de trabalho na área e quais são as principais tendências da profissão. Dessa forma, é possível compreender se investir nessa carreira é o ideal para você alcançar o sucesso profissional que deseja.

Quem entende, desde a graduação, quais são as tendências do mercado e quais as principais áreas de atuação consegue aproveitar as maiores oportunidades e desenvolver habilidades relevantes para a construção de uma carreira bem-sucedida.

Por isso, preparamos esse artigo com todas essas informações. Confira agora!

Perfil do profissional em Odontologia

É preciso que o profissional em Odontologia tenha um perfil mais humanista, uma vez que sua atuação será toda voltada para a assistência a pacientes. Assim, tanto quanto o conhecimento técnico fundamental para a realização dos procedimentos, também é importante ter sensibilidade para resolver os problemas buscais com foco no bem-estar do paciente.

Além disso, é preciso que o profissional esteja sempre se aperfeiçoando. A Odontologia é uma área que tem sido impactada de maneira significativa nos últimos anos por conta das inovações tecnológicas, sendo assim, para ser um especialista requisitado no mercado de trabalho é importante não se contentar apenas com a graduação, mas também ir em busca de especializações para criar diferenciais.

Assim como as outras carreiras na área da saúde, a Odontologia envolve o contato direto com o público, o que exige do profissional maior capacidade para se relacionar adequadamente com as pessoas uma vez que é a saúde delas que está em jogo.

CTA Odontologia

Como está o mercado de trabalho em Odontologia?

A alta demanda de trabalho é certamente um diferencial para quem pretende atuar com Odontologia. Existe sempre a possibilidade do dentista abrir um consultório próprio, atendendo clientes de acordo com sua especialização.

Caso ainda não tenha recursos para tanto, também é possível atender em uma clínica particular em parceria com outros profissionais. Em ambas as alternativas, o profissional de Odontologia pode estar vinculado ou não a um convênio odontológico. Também existe espaço em hospitais, em unidades básicas de saúde, em universidades, além de empresas e escolas, onde é possível atuar no acompanhamento da saúde bucal do público.

Áreas de atuação em Odontologia

A especialização permite que o profissional se dedique a aspectos mais específicos da sua área e assim seja mais valorizado. O Conselho Federal de Odontologia reconhece 23 áreas. Entre elas podemos destacar:

Cirurgia Geral


Essa é a atividade mais generalista da Odontologia, em que o cirurgião-dentista está apto a cuidar da saúde bucal do paciente, preservando o estado geral dos dentes e a higiene da boca. Cabe a ele tratar dentes, língua, bochechas, gengivas e lábios, tirar e examinar radiografias, fazer limpeza, aplicar flúor, remover partes deterioradas e realizar pequenas cirurgias.

Ortodontia


Uma das mais populares, é a especialidade que tem como objetivo a prevenção e orientação do desenvolvimento do aparelho mastigatório e é responsável por verificar o desenvolvimento da arcada dentária e, se necessário, alterar a mordedura e posição dos dentes com a utilização de aparelhos fixos ou móveis.

Saúde Coletiva


Nessa área, o profissional se aprofunda no estudo dos fenômenos que interferem na saúde da família, podendo atuar em planos de saúde e cooperativas, além de participar de programas de assistência social em postos de saúde e unidades básicas. E o trabalho desses profissionais de Odontologia é considerado um dos mais importantes em termos sociais e de prevenção.

Implantodontia


É a especialidade responsável por cirurgias e implante de próteses. Nesse segmento o profissional estará apto a implantar uma peça de titânio no interior do tecido ósseo, onde houve a perda do dente do paciente.

Odontologia Legal


Essa é uma das áreas mais recentes da Odontologia e, talvez por isso, menos conhecida. Neste caso, o profissional realiza exames e perícias judiciais visando à elaboração de laudos técnicos e atestados. Neste ramo, o profissional está habilitado a fazer identificação de corpos pela análise da arcada dentária e pode trabalhar em IMLs (Institutos Médicos Legais), universidades, prestando consultorias ou atuar como autônomo.

Traumatologia e Cirurgia Bucomaxilofacial


Este profissional é responsável por diagnosticar lesões, traumatismos e anomalias na boca, na face e no sistema de mastigação (maxilar, mandíbula e gengiva). Também pode realizar cirurgias, transplantes, implantes e enxertos para a recuperação dos dentes.

Odontopediatria


É a área que cuida da saúde bucal das crianças. Este é um profissional muito importante na fase da infância, pois cuida da preservação dos dentes de leite – que influenciam no desenvolvimento da fala e na mastigação. É fundamental que o dentista que atua nessa área tenha calma e paciência, pois trabalhará com o emocional da criança para que ela aceite o tratamento com tranquilidade e, principalmente, sem traumas.

Periodontia


O especialista nesta área cuida da saúde das gengivas e dos ossos que sustentam os dentes por meio de raspagens, cirurgias e outros procedimentos em volta do dente. Desse modo, o periodontista estudará para realizar diagnósticos e cuidar da prevenção e do tratamento das doenças periodontais. Esse trabalho é muito importante, pois sem a devida atenção essas doenças afetam estruturas importantes da boca e podem causar uma inflamação de origem bacteriana.

Endodontia


Você já precisou fazer tratamento de canal? Então saiba que foi um dentista especializado em Endodontia que cuidou do seu tratamento. Esse especialista trata dos problemas relacionados à polpa dentária e à raiz dos dentes. Mesmo que não seja preciso tratar o canal, ele avalia a gravidade das lesões e doenças do nervo e da raiz, caso haja alterações, seja por fraturas, traumas ou cáries.

Quanto ganha um Dentista?

A questão salarial naturalmente varia de região para região, ainda mais em um país grande como o Brasil. Ainda assim, mesmo em áreas mais remotas é possível que o profissional ganhe bons salários em virtude da maior demanda por cargos públicos.

Veja também: Conheça as 10 áreas de Odontologia mais bem pagas do mercado!

Alguns profissionais atuam em seu próprio consultório, entretanto, a atuação do dentista não se resume a esse espaço. É possível encontrar emprego também em clínicas odontológicas, postos de saúde, hospitais, escolas, entre outros. Por conta disso, a média salarial do profissional é de cerca de R$ 3.500. Com a experiência de ao menos oito anos de profissão, esse valor sobe para cerca de R$ 9.000 por mês.

Média de valores por procedimento

Abaixo temos os valores referenciais para procedimentos odontológicos de abrangência nacional:

  • Primeira Consulta: R$ 114,43
  • Radiografia panorâmica: R$ 87,56
  • Faceta em resina: R$ 197,57
  • Diagnóstico da Halitose: R$ 405,63
  • Restauração de porcelana: 821,87
  • Aparelho ortodôntico estético: R$ 1.081,52 por arcada

Média salarial por região

Além dos salários dos dentistas variarem conforme as especialidades, a remuneração também sofre variação de acordo com a região do país. Por exemplo, o Mato Grosso do Sul é o estado com maior salário médio de dentista no Brasil, no valor de R$ 7.822,00. Isso acontece porque o custo de vida em cada estado é diferente.

Salário de um dentista concursado

Os cargos para dentista no setor público podem ser temporários ou efetivos e têm cargas horárias e salários variados, de acordo com os editais de cada concurso. Geralmente, concursos públicos oferecem mais estabilidade que os cargos do setor privado, além de salários fixos e benefícios ao servidor.

O salário ainda pode ser incrementado conforme o nível de formação do candidato, de modo que dentistas mais qualificados recebem bonificações de acordo com seus títulos – seja de especialização, mestrado ou doutorado. Esses títulos, inclusive, costumam valer pontos para a classificação nos concursos.

Concursado, o profissional pode trabalhar em órgãos municipais, estaduais e federais. Em prefeituras, há concursos que pagam até R$ 21,2 mil. Nas Forças Armadas, a remuneração varia entre R$ 9 mil e R$ 13,4 mil. Já na EBSERH, um dos principais concursos da saúde, o salário chega a R$ 11,8 mil.

Confira abaixo a estimativa de remuneração de carreira no setor público, segundo o site Salário.com.br:

  • Cirurgião-dentista geral: R$ 4.248,07
  • Cirurgião-dentista na Estratégia Saúde da Família: R$ 4.666,15
  • Bucomaxilofacial: R$ 4.929,43
  • Endodontista: R$ 3.477,27

É possível concluir que um dentista concursado, além da estabilidade financeira e profissional, tende a ganhar mais que aqueles trabalhando na iniciativa privada ou como autônomos.

Taxa de empregabilidade em Odontologia

Não há dúvidas de que a empregabilidade é um dos pontos a serem considerados quando se escolhe uma profissão. Portanto, aqui vamos falar sobre o mercado de trabalho em Odontologia, uma das áreas mais tradicionais e que se desdobra em várias áreas, ampliando a formação e a atuação dos profissionais.

A boa notícia é que a Odontologia é uma das áreas que mais têm crescido no Brasil, inclusive com aumento na busca por planos odontológicos, com uma população mais preocupada com a saúde bucal.

Atualmente, o Conselho Federal de Odontologia calcula que existem mais de 300 mil profissionais em atuação no Brasil. Comparando o dado ao de 200 milhões de brasileiros, percebe-se que o mercado não está saturado no país, ainda que haja concentração de cirurgiões-dentistas em algumas regiões metropolitanas.

O mercado de trabalho em Odontologia segue em alta. Mesmo com a crise sanitária gerada pela pandemia de covid-19 no país, a prática odontológica continua crescendo, visando a promoção e a prevenção da saúde bucal de todos. Dessa forma, os pacientes seguem procurando os consultórios odontológicos a fim de evitar complicações e garantir que a saúde bucal esteja em dia.

De acordo com a US News & World Report – que lança uma lista dos 100 melhores empregos nos Estados Unidos a cada ano – a profissão de cirurgião-dentista é a melhor, no que diz respeito ao potencial de crescimento, vida profissional e salário. Em geral, os trabalhos de saúde dominaram o ranking, onde os analistas descobriram que entre os 100 melhores empregos, 52 estavam em um campo relacionado à saúde. O dentista foi classificado como o que possui o melhor trabalho, seguido pela enfermeira e o assistente médico.

Portanto, para os interessados em seguir na carreira de Odontologia, o ideal é conhecer o mercado de trabalho e avaliar todas as questões que envolvam a profissão, antes de prestar o vestibular. Entre elas, podemos citar alguns exemplos importantes: a estrutura de laboratórios da faculdade, currículo dos professores, conteúdos práticos e atividades extras que o curso pode ofertar, como pesquisas científicas.

Uma carreira cheia de oportunidades incríveis é o destino de quem investe na faculdade de Odontologia, porém para obter esse sucesso, os estudos não terminam no curso. Para ser um bom dentista, saiba que os estudos serão constantes e atualizações são necessárias.

Ficou interessado? Confira as universidades parceiras do Pravaler e financie 100% da sua graduação com as menores taxas ou até sem juros!

CTA Simule seu Financiamento Estudantil

Texto escrito por: PRAVALER
x

As principais notícias sobre educação na sua caixa de e-mail. Cadastre-se já!

Saiba mais

Pesquisar

Artigos Relacionados

X Assine nossa newsletter