Mitos e verdades sobre a geração Y

Por PRAVALER

Mitos e verdades sobre a geração Y

Eles começaram a entrar no mercado de trabalho há pouco tempo. Não se prendem em um emprego nem pela estabilidade oferecida ou pelo salário. Querem mais reconhecimento, flexibilidade e oportunidades de crescimento. Também querem liberdade para criar e manifestar opiniões. Quem são eles? Os profissionais da geração Y, nascidos entre 1978 e 1990. São os sucessores da geração X, mais dinâmicos, exigentes e bem informados.
Mas o que é verdade e o que é mito sobre o perfil destes jovens profissionais? Acompanhe a leitura para descobrir:

Salário não é o mais importante para a gerão Y

Verdade. Para conquistar talentos desta geração, é preciso oferecer mais do que um bom salário. Para estes jovens profissionais, benefícios diferenciados – como participação nos lucros, a possibilidade de crescer na empresa e horários flexíveis – são essenciais para que eles tenham interesse não só pela vaga, mas também em permanecer um longo tempo na empresa. O salário conta, mas não é o mais importante.

Profissionais desta geração procuram fazer o que gostam

Verdade. A geração Y é formada por um grupo de pessoas que buscam encontrar prazer na vida profissional. As atividades realizadas precisam fazer sentido para que eles continuem no emprego. Quando isso não acontece, é comum que o profissional procure uma nova oportunidade de trabalho, que faça com que ele se sinta mais realizado pessoal e profissionalmente.

Esta é uma geração que não investe na carreira corporativa

Mito. É verdade que, ao contrário da geração X, os profissionais Y não priorizam a estabilidade no emprego. Para eles, é mais importante trabalhar em um ambiente agradável, com líderes que reconhecem o seu talento profissional. Quando não encontram estas características em um emprego, não têm medo de pedir demissão e ir em busca de algo melhor. Por outro lado, quando encontram, valorizam o local de trabalho e buscam fazer carreira na empresa.

Para eles, reconhecimento é essencial

Verdade. O profissional Y gosta de ver que o seu esforço e talento são reconhecidos. Por isso, participação nos lucros e bonificação por cumprimento de metas são estratégias que funcionam muito bem com esta geração.

Os profissionais Y são distraídos

Mito. Esta é uma geração que nasceu em meio a um mundo conectado. Videogames, jogos de computador, mensagens instantâneas e redes sociais fazem parte do seu cotidiano. São jovens acostumados a escutar música enquanto respondem aos e-mails e a atualizar as redes sociais enquanto assistem ao último episódio da série favorita. Podem ser considerados multitarefas, mas distraídos não.

Trabalhadores da geração Y não respeitam os seus superiores

Mito. Ainda que estes profissionais precisem de uma abordagem diferente, eles entendem e respeitam a hierarquia de um ambiente de trabalho. Mas eles funcionam melhor quando há igualdade no relacionamento, quando têm líderes – não chefes – e quando encontram liberdade para apresentar a própria opinião.
Você é um profissional da geração Y? Se identifica com estes fatos? Deixe um comentário sobre o assunto!

Compartilhar
Categoria: Pra Saber

Quero receber notícias do PRAVALER

Preencha o campo abaixo com seu e-mail e fique sabendo tudo sobre o PRAVALER em primeira mão.