50% dos alunos da rede pública são aprovados no Vestibular da Unicamp

As notas do Vestibular 2021 também foram disponibilizadas nesta quarta-feira (11).

50% dos alunos da rede pública são aprovados no Vestibular da Unicamp50% dos alunos da rede pública são aprovados no Vestibular da Unicamp

Por PRASABER

A Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) divulgou que alcançou 49, 8% de alunos que estudaram na rede pública de ensino aprovados no seu Vestibular 2021, cujo resultado foi disponibilizado no último dia 08. Os convocados terão que se matricular no próximo dia 15, virtualmente.

As notas do Vestibular 2021 também foram disponibilizadas nesta quarta-feira, 10 de março. Para acessá-las é preciso utilizar o número de inscrição e senha.

Dos 3.247 aprovados em 1ª chamada, 1.616 estudantes fizeram o ensino médio em escolas da rede pública de ensino. O montante é maior do que o registrado na edição do Vestibular do ano anterior, que teve 47,5%, o que totaliza 1.510 estudantes, isso somadas as modalidades Vestibular e Enem.

Na edição deste ano, o Vestibular puxou as vagas da modalidade Enem-Unicamp, que não foi realizado por conta da pandemia do novo coronavírus (Covid-19).

Outro número em que a Unicamp registrou aumento considerável foi o relacionado a estudantes de baixa renda beneficiados com a isenção total da taxa de inscrição. Este ano, na primeira chamada foram aprovados 629 candidatos isentos, o que totaliza 19,4% do total de selecionados.

O percentual é bem superior ao do ano passado, quando foram convocados em primeira chamada, 281 estudantes beneficiados pela isenção no Vestibular e outros 104 na modalidade Enem, somando 385 isentos e um percentual de 11,9%.

Pretos, pardos e indígenas

No que se refere a aprovação de estudantes autodeclarados pretos, pardos e indígenas na primeira chamada do Vestibular 2021, foi registrado o índice de 33,8% do total, ou seja, 1.098 vestibulando.

Ainda houve casos de curso que o percentual chegou bem próximo dos 50%. Confira abaixo:

  • História (50%)
  • Ciência da Computação (50%)
  • Ciências Econômicas (48,6%)
  • Química (46%)
  • Enfermagem (45%)

No ano passado, o percentual registrado foi de 36,7%, somadas as modalidades Vestibular e Enem, o que representou 1.183 estudantes pretos e pardos aprovados.

Desde o Vestibular 2019, A Unicamp adota a política de cotas para estudantes autodeclarados pretos e pardos desde 2019, com o objetivo de ter um percentual mínimo de 25% dos matriculados em todos os cursos e turnos.

Os inscritos que são vindos de escolas públicas podem participar do Programa de Ação Afirmativa e Inclusão Social (PAAIS), que dá bonificação nas notas da primeira e da segunda fase. O PAAIS funciona desde 2004.

Vestibular

A primeira fase do vestibular 2021 da Unicamp ocorreu nos dias 06 e 07 de janeiro, e teve algumas alterações por conta da pandemia do novo coronavírus (Covid-19). As provas contaram com questões objetivas de conhecimentos gerais e foram aplicadas em dois dias diferentes, conforme a área de cada curso concorrido pelos inscritos.

Mais de 77 mil candidatos se inscreveram no vestibular, mas mais de 14% faltaram às provas da primeira etapa. Já na segunda etapa eram esperados mais de 15 mil vestibulandos, mas 8,8% não compareceram. Segundo a Unicamp, essa foi a menor abstenção em dez anos.

As provas da segunda fase foram aplicadas nos dias 08 e 09 de fevereiro, em mais de 30 cidades. Os vestibulandos dos cursos de exigem aptidão, como Arquitetura e Urbanismo e Artes Visuais, realizam os testes de habilidades específicas até 12 de fevereiro.

Nesta etapa os inscritos produziram uma redação e responderam questões discursivas na segunda fase do Vestibular 2021 da Unicamp. No primeiro dia, todos os candidatos elaboraram uma redação e responderam 8 questões de Língua Portuguesa e Literatura e 2 questões interdisciplinares de Língua Inglesa.

Na prova de redação, os vestibulandos poderiam optar por fazer um discurso político sobre a derrubada de estátuas ou um texto de entrada para um diário, no papel de um trabalhador que ficou exposto ao coronavírus.

As provas do segundo dia tiveram 6 questões de Matemática, 2 de Ciências Humanas, 2 de Ciências da Natureza e 6 questões de disciplinas conforme o curso de escolha.

Vagas

O Vestibular 2021 da Unicamp ofereceu 2.570 vagas em cursos de graduação ministrados nas cidades de Campinas, Limeira, Paulínia e Piracicaba. Do total de oportunidades, houve chances reservadas para candidatos pretos, pardos e indígenas.

Medicina foi o curso mais procurado do processo seletivo. Na segunda fase, foram contabilizados 9,37 candidatos por vaga.

Para mais informações, acesse este Edital ou o site da Comvest.

Compartilhar