Aprovados da 2ª chamada do Prouni 2021 têm até hoje para comprovação de dados

Os inscritos no programa que tiveram seu nome listado na 2ª chamada deverão comprovar as informações passadas no momento da inscrição até o final do dia de hoje, 24.

Aprovados da 2ª chamada do Prouni 2021 têm até hoje para comprovação de dadosAprovados da 2ª chamada do Prouni 2021 têm até hoje para comprovação de dados

Por PRASABER

Com a segunda chamada do Programa Universidade para Todos (Prouni) divulgada no dia 8 de fevereiro, os candidatos que tiveram seu nome publicado nela têm até hoje, 24 de fevereiro, para apresentar a confirmação de todos os dados compartilhados por eles na inscrição ao programa.

O estudante que for contemplado deverá apresentar documentos que comprem os seguintes itens:

• ter cursado e concluído o ensino médio completo na rede pública;
• ter cursado e concluído o ensino médio completo na rede privada como bolsista integral;
• ter alguma deficiência;
• ser professor da rede pública de ensino, na educação básica;
• renda familiar mensal per capita de até 1,5 salário mínimo, para solicitação de bolsa integral, e renda familiar mensal per capita de 1,5 a 3 salários mínimos, para solicitação de bolsa parcial.

Para efetivar a aquisição do benefício, o candidato deve conferir os locais, horários e procedimentos para atendimento que foram determinados pela instituição privada escolhida para o ingresso.

Caso o processo de confirmação não for realizado, automaticamente a vaga será remanejada para a lista de espera e o candidato que não confirmou perderá a oportunidade de participar do programa nesta edição.

As vagas remanescentes, ou seja, as que não forem preenchidas por nomes da segunda chamada, serão distribuídas na lista de espera. O estudante que tiver interesse em se cadastrar nessa lista, basta acessar seu login no portal oficial do ProUni e se candidatar entre 1 e 2 de março.

Cronograma ProUni

Confira abaixo o calendário oficial do primeiro semestre do ProUni 2021:

Primeira chamada – 19 de janeiro
Segunda chamada – 8 de fevereiro
Comprovação das informações – 8 a 24 de fevereiro
Prazo para participar da lista de espera – 1º a 2 de março
Divulgação da lista de espera – 5 de março
Comprovação de informações da lista de espera – 8 a 12 de março

Sobre o ProUni

O Programa Universidade para Todos, o Prouni, é uma iniciativa do Governo Federal criada em 2014 que oferece bolsas de estudo integrais e parciais em instituições particulares de ensino para estudantes de baixa renda e que não possuem formação superior.

Para muitos estudantes, o Prouni pode ser o único recurso para ter acesso à universidade e competir de forma mais justa no mercado de trabalho.

Os estudantes podem concorrer a dois tipos de bolsas de estudo no Programa: a bolsa integral, com 100% de desconto na mensalidade; e a parcial, que oferece 50% de desconto nos encargos pagos à universidade.
Para obter as bolsas, o estudante escolhe a modalidade de desconto conforme sua renda familiar e outros critérios socioeconômicos considerados pelo programa. Ele pode optar por cinco instituições particulares de ensino superior, cursos, turnos e habilitações disponíveis no programa.

Na etapa seguinte, o Sistema do Prouni (SisProuni) faz a classificação de acordo com a nota obtida no Enem do ano anterior e as opções escolhidas pelos estudantes. A nota que o Prouni considera é a média das notas das provas de redação e conhecimentos gerais, ou seja, a soma das duas notas divididas por dois.

A terceira etapa é a checagem das informações que o estudante prestou durante as inscrições, em que ele comparece nas instituições de ensino escolhidas com os documentos que comprovem que os dados fornecidos são verdadeiros.

A última etapa é a seleção feita pelas instituições, que podem encaminhar os candidatos a um processo seletivo próprio. Caso sejam aprovados, os alunos serão inseridos no programa.

O bolsista do Prouni deverá, durante o curso, apresentar aproveitamento acadêmico de, no mínimo, 75% (setenta e cinco por cento) nas disciplinas cursadas e cada período letivo do curso. Se o aproveitamento foi inferior ao mínimo, o coordenador do Programa poderá entrar em contato com o responsável pela disciplina onde houve a reprovação e autorizar a continuidade da bolsa.

Essa autorização, porém, pode ser solicitada apenas uma vez e caso o aluno apresente novamente um desempenho abaixo da média exigida, ele perderá o benefício.

Quem pode participar?

O Programa tem algumas condições para que o estudante entre na concorrência para uma das bolsas oferecidas. Confere aqui para saber se você está apto para fazer a inscrição:

• Ter participado do Enem no ano anterior ao processo seletivo do Prouni e obter a nota mínima de 450 pontos na média das provas, além de não ter zerado na redação.
• Ter renda familiar de até três salários mínimos por pessoa.

Além disso, deve satisfazer a uma das condições abaixo:
1. Ter cursado o ensino médio completo em escola pública ou em escola privada com bolsa integral da instituição;
2. Ter cursado o ensino médio parcialmente em escola pública e parcialmente em escola privada com bolsa integral da instituição;
3. Ser pessoa com deficiência;
4. Ser professor ativo da rede pública de ensino, integrando o quadro de professores da escola, e concorrer a vaga no curso de licenciatura, normal superior ou pedagogia. Nesse caso, não é considerada a renda familiar per capita.


Fonte: Globo.com

Compartilhar

Quero receber notícias do Pravaler

Preencha o campo abaixo com seu e-mail e fique sabendo tudo sobre o Pravaler em primeira mão.