Concursos 2020 – Como as provas estão sendo aplicadas durante a pandemia?

Respeitando as regras, provas de concursos públicos voltaram a ser realizadas em todo o Brasil

Concursos 2020 – Como as provas estão sendo aplicadas durante a pandemia?Concursos 2020 – Como as provas estão sendo aplicadas durante a pandemia?

Por PRASABER

Respeitando as regras da quarentena, após quase seis meses para evitar a propagação do coronavírus, algumas provas de concursos públicos voltaram a ser realizadas em todo o Brasil. O primeiro de grande relevância aconteceu na semana passada em várias cidades do país: o Exame para o Estágio de Adaptação de Sargento da Aeronáutica. E neste domingo (13/09), está confirmada o Concurso EsFCEx, apesar de uma decisão judicial contrária a realização do certame.

Mas como essas provas estão sendo aplicadas? Na Portaria publicada pela Aeronáutica, em agosto, foram aprovadas orientações sobre as medidas de proteção contra o novo vírus nos Exames de Admissão. Estes ajustes serão adotados em todas as provas organizadas pela Diretoria de Ensino do Comando da Aeronáutica. Confira os principais pontos:

  • Uso de máscara de proteção, cobrindo nariz e boca, podendo retirá-la para comer ou beber.
  • Proibido o uso de bebedouros coletivos, com o candidato tendo que levar sua própria bebida.
  • Recomendação de higienização das mãos por uso de álcool 70%.
  • Porte de EPI, a critério do candidato ou quando exigido pela Comissão
  • Distanciamento de 2 metros entre os demais presentes.
  • Comprovação escrita de saúde para realização dos TAF
  • Testagem obrigatória na Concentração Final, assegurado a participação posterior à recuperação.

Além disso, a Portaria assegurou aos candidatos que apresentarem alguns sintomas sugestivos à Covid-19 o isolamento em área própria para orientações iniciais e execução das provas escritas. Isso vale, inclusive, para os candidatos que tiveram contato com o vírus 15 dias antes das provas.

Já no documento emitido pelo Exército Brasileiro para as provas da que acontecerão neste domingo (13/09), existe a garantia de que “os locais de prova foram adequados para atender às normas de sanitização”. Entretanto, afirma que o cumprimento depende “da obediência e consciência dos candidatos”.

Segundo o Exército, os locais do Exame contarão com Postos de Triagem e Identificação, com disponibilização de álcool em gel ou borrifador líquido (70%) para higienização das mãos, além de aferição de temperatura. Nas salas, também haverá recipientes para desinfecção.

Diferentemente das provas da Aeronáutica, o distanciamento mínimo será de 1,5 metro entre os candidatos. Outro ponto que não consta na Portaria apresentada anteriormente é que que as portas e janelas deverão estar abertas durante toda a prova.

Concursos no período da pandemia: Prefeituras retomaram em junho

Desde junho, algumas provas vêm ocorrendo em cidades do país, como os certames das prefeituras de Arapuã (PR) e de Quilombo (SC). Ambas apresentaram documentos com medidas de segurança para evitar a propagação do vírus, como a lotação máxima das salas de 50% da capacidade da sala, respeitando um distanciamento mínimo de 1,5 metro, além do uso de máscaras.

Na prova do Concurso da Prefeitura de Santa Teresinha do Progresso (SC), que ocorreu em agosto, houve uma determinação para que as provas fossem realizadas com, no máximo, 12 pessoas por sala de aula. Em todos os casos, foram permitidos vasilhames com álcool em gel (sem embalagem), além da obrigatoriedade de máscaras durante todo o período da prova.

Confira algumas provas que já aconteceram em diversas cidades do país:

  • 14/06: Prefeitura de Arapuã (PR)
  • 28/06: Prefeitura de Quilombo (SC)
  • 02/08: Prefeituras de Andrelândia (MG) e Santa Terezinha do Progresso (SC)
  • 09/08: Prefeitura de Borda da Mata (MG)
  • 16/08: Câmara de Conchal (SP)
  • 30/08: Prefeituras de Taquarituba (SP) e São Pedro do Ivaí (PR)
  • 06/09: Aeronáutica (EAGS), Fundação Municipal de Saúde de Foz do Iguaçu (PR) e Câmara de Nova Guarita (MT)

Compartilhar