EJA – prazo para matrículas no Distrito Federal terminam nesta quarta-feira (30)

Inscrições poderão ser feitas no site da secretaria ou pelo telefone 156, opção 2, das 7h às 21h. O resultado será divulgado em 21 de janeiro, a partir das 18h, no site da pasta e nas próprias escolas.

EJA – prazo para matrículas no Distrito Federal terminam nesta quarta-feira (30)EJA – prazo para matrículas no Distrito Federal terminam nesta quarta-feira (30)

Por PRASABER

Amanhã encerra o prazo para a matrícula da Educação de Jovens e Adultos (EJA) na rede pública de ensino do Distrito Federal. Os interessados podem se inscrever pelo site da Secretaria de Educação ou pelo telefone na Central 156, opção 2, das 7h às 21h. Podem se inscrever adolescentes maiores de 15 anos que não concluíram o ensino fundamental e maiores de 18 anos, com o ensino médio incompleto.

O resultado será divulgado em 21 de janeiro, a partir das 18h, no site da pasta e nas escolas. O nome contemplado na instituição de ensino não garante a matrícula.

Nessa fase, o estudante saberá apenas para qual colégio foi direcionado, conforme o endereço indicado na inscrição. Para garantir a vaga, é obrigatória a efetivação da matrícula, que tem previsão de ocorrer na primeira quinzena de fevereiro de 2021. Em razão da pandemia da covid-19 e para evitar aglomerações, a secretaria estuda a forma como a matrícula será feita.

As inscrições para a EJA podem ser feitas para o 1º e 2º seguimentos, que correspondem aos anos iniciais e finais do ensino fundamental, e para o 3º segmento, que equivale ao ensino médio. As três modalidades de ensino são ofertadas nas 14 regionais da rede pública do DF. Os interessados também podem optar pelo Centro de Educação de Jovens e Adultos e Educação Profissional a Distância de Brasília (Cejaep EaD).

Quem perder o prazo terá uma nova oportunidade antes de iniciar o ano letivo, com as vagas remanescentes. Neste caso, o estudante será direcionado para onde houver vaga, o que significa que nem sempre estará na escola mais próxima de onde mora ou trabalha.

Educação básica

De acordo com a Secretaria de Educação, 31.048 alunos se inscreveram para ingressar na rede pública em 2021. No entanto, o número foi menor do que o registrado em 2019, quando ocorreram 38.579 pedidos, uma diferença de 7.531 estudantes. O período de inscrições para a educação básica ocorreu de 10 a 13 de novembro, pelo site da pasta, e de 17 de novembro a 6 de dezembro pela Central 156.

O ano letivo de 2021 iniciará em 8 de março e segue até 22 de dezembro, com 11 aulas aos sábados, que serão definidas de acordo com cada instituição. Apenas três datas foram fixadas com conteúdo remoto com práticas pedagógicas da unidade: 13 de março, 29 de maio e 23 de outubro. O recesso escolar está previsto para o período de 17 de julho a 1º de agosto.

A Secretaria de Educação do Distrito Federal informou ao Correio que ainda não tem previsão para o retorno das aulas presenciais, no formato híbrido ou não. “Esta decisão será tomada somente após as avaliações científicas da evolução da pandemia nos meses de janeiro e fevereiro”, afirmou a pasta em nota. O ano letivo de 2020 encerrará em 28 de janeiro.

Aulões para o PAS

Projeto coordenado por estudantes da Universidade de Brasília (UnB) oferece aulões gratuitos para alunos que vão fazer as provas do Programa de Avaliação Seriado (PAS). A Colônia de Férias Guia do PAS ocorre até 27 de janeiro, com aulas e palestras disponibilizadas no canal do YouTube do projeto Guia do PAS. Para se inscrever, basta preencher o formulário disponível no Instagram @guiadopas. O conteúdo será dado em transmissão ao vivo, e apenas 15 dias depois ficarão disponíveis para o público em geral, que não se inscreveu.

Os aulões contemplam conteúdos de biologia, matemática, química e física, redação e atualidades voltados para cada etapa da avaliação seriada. Em fevereiro, serão trabalhadas as temáticas de humanas e as obras literárias previstas na matriz. O PAS é uma das formas de ingresso na UnB e avalia estudantes no primeiro, segundo e terceiro anos do ensino médio.

Enem

A primeira prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2020, que também serve como uma porta de entrada para o ensino superior, será aplicada em 17 e 24 de janeiro, na versão impressa. O exame, normalmente, é aplicado no final do ano, entre outubro e novembro. Porém, devido à pandemia da covid-19, a data foi adiada e ganhou, ainda, uma opção digital, que está marcada para 31 de janeiro de 2021 e 7 de fevereiro de 2021.

No entanto, estudantes que estiverem com sintomas do novo coronavírus, ou de outras doenças infectocontagiosas, nos dias das provas poderão solicitar a reaplicação do exame. A comunicação dos sintomas deverá ser realizada na página do participante (https://enem.inep.gov.br/participante). A reaplicação será feita em 23 e 24 de fevereiro. É indispensável a apresentação de documento que comprove a doença.

Inscrições EJA

Site www.educacao.df.gov.br ou na Central 156, opção 2, das 7h às 21h.

Compartilhar