Enem 2020 – resultado sai na próxima segunda-feira, dia 29 de março

Para consultar a nota, basta acessar a página do participante no site do Inep, inserindo o número do CPF e a senha cadastrada.

Enem 2020 – resultado sai na próxima segunda-feira, dia 29 de marçoEnem 2020 – resultado sai na próxima segunda-feira, dia 29 de março

Por PRASABER

Os estudantes que realizaram o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020 vão poder consultar as notas a partir da próxima segunda-feira, dia 29 de março. Para a consulta do resultado, os candidatos devem acessar a página do participante no site do Inep, inserindo o número do CPF e a senha cadastrada no ato da inscrição.

É importante ressaltar que as notas do Enem só estarão disponíveis para estudantes que terminaram o ensino médio. Para os treineiros, aqueles que realizaram o exame só para testar o conhecimento, o resultado estará disponível no final de maio, junto com o espelho da redação.

Método de avaliação

Os corretores do Enem seguem o método de avaliação desenvolvido para o exame, chamado de Teoria de Resposta ao Item (TRI). Esse método é usado em todos os processes seletivo que o Instituto Nacional de Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) realiza.

Para a redação, dois corretores avaliam levando em consideração cinco competências. Caso haja divergência muito grande notas entre eles, é chamado um terceiro avaliador.

Enem 2020

Confira logo abaixo como foi a aplicação do Enem 2020 após as mudanças de datas e de estrutura em decorrência da pandemia do novo coronavírus. Os exames foram realizados em três datas:

  • 17 e 24 de janeiro: provas impressas
  • 31 de janeiro e 7 de fevereiro: provas digitais
  • 23 e 24 de fevereiro: Enem PPL e reaplicação por motivos de logística ou falta por contágio do coronavírus

Independente da data, todos os estudantes realizaram o mesmo formato de prova, que consistiu em uma redação e 180 questões objetivas de Linguagens e Códigos, Ciências Humanas, Ciências da Natureza e Matemática.

Como ocorreram em datas diferentes, os temas das redações também foram distintos. Confira:

  • Enem impresso:  “O estigma associado às doenças mentais na sociedade brasileira”
  • Enem digital: “O desafio de reduzir as desigualdades entre as regiões do Brasil”
  • Enem PPL e reaplicação: “Falta de empatia nas relações sociais no Brasil”

Como utilizar a nota do Enem 2020

A nota do Enem 2020 é importantíssima para os estudantes que desejam ingressar no ensino superior este ano por meio de um dos programas do MEC (Ministério da Educação) ou como alternativa ao vestibular em diversas instituições de ensino particulares.

SiSU 2021

Uma das formas de entrar para universidades públicas em 2021 é por meio do SiSU (Sistema de Seleção Unificado). Neste ano, o SiSU está oferecendo 209.190 vagas em 5.685 mil cursos distribuídos entre 110 instituições públicas de ensino superior e os interessados devem fazer a inscrição entre 06 e 09 de abril.

Segundo o calendário do MEC, o resultado do SiSU 2021 será liberado no dia 13 de abril e, para manifestar interesse na lista de espera, os estudantes devem acessar o site entre 13 e 19 de abril e fazer o processo online.

Prouni e Fies

Além do SiSU 2021, também há outras maneiras de entrar para o ensino superior por meio das notas do Enem. Confira duas outras iniciativas do MEC em parceria com o Governo Federal que facilitam o acesso à universidade em todo o país:

  • Prouni: o Programa Universidade para Todos oferece bolsas de estudo em instituições particulares; para participar da próxima edição deste ano, é necessário ter feito o Enem 2020 e comprovar a renda estabelecida no edital;
  • Fies: o Fundo de Financiamento Estudantil disponibiliza financiamentos em universidades particulares; para se inscrever na próxima edição deste ano, os estudantes devem ter feito o Enem a partir do ano de 2010 e terem obtido notas acima de 450 pontos – e também é necessário a comprovação de renda conforme prevê o edital do programa.

É importante lembrar que as primeiras edições tanto do Prouni como do Fies 2021 já foram realizadas, uma vez que as faculdades não conseguiram esperar pelo resultado do Enem. Essas seleções ocorreram com as notas do Enem 2019 ou de anos anteriores.

Para o segundo semestre, no entanto, o Ministério da Educação abre mais duas edições de cada um dos programas, de forma que os estudantes vão poder utilizar a nota do Enem 2020 nesses processos.

Não fiz o Enem, e agora?

Caso você não tenha feito o Enem 2020 (ou de demais anos) e queira ingressar no ensino superior pagando menos ainda este ano, existem diversas formas de crédito que não exigem a nota do exame.

Uma dessas alternativas é buscar por um crédito estudantil privado, como o Pravaler. Com o programa, não é preciso ter feito o Enem, não precisa ter conta em banco e é possível contratar a qualquer momento, sendo calouro ou veterano, facilitando o acesso aos estudos.

Além disso, por possuir instituições de ensino parceiras em todo o país – sendo mais de 500 ao todo, com o Pravaler é possível encontrar opções de financiamentos até sem juros, a depender da faculdade e do curso escolhidos.

Compartilhar