Inep estende prazo para candidatos do Enem cadastrarem foto de inscrição

Após falha no site, em decorrência do grande volume de acesso, novo prazo para envio vai até a próxima quinta-feira, 8.

Por PRASABER

O site oficial do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep) passou por instabilidade na última quinta-feira (1), data determinada como máxima para o envio da foto de inscrição dos candidatos ao Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Por esse motivo, a instituição, que é responsável pela organização do exame em todo o país, decidiu prorrogar a data de envio para até o dia 8 de outubro.

De acordo com o Inep, o problema de instabilidade, relatado pelos próprios candidatos nas redes sociais, aconteceu devido ao grande volume de acesso no sistema de inscrição em um único dia.

Com o alto número de candidatos relatando a falha no sistema que impossibilitou a efetivação da inscrição, o Inep estendeu para mais uma semana o prazo para que seja enviada a foto de inscrição, que é obrigatório. O instituto ainda reforça as instruções para o envio, dessa forma, as imagens enviadas não sofrem com o descarte e o aluno valida a sua participação no Enem.

Confira abaixo as principais orientações para a inscrição da foto obrigatória:

• Rosto inteiro do participante;
• Ser uma foto atual;
• Imagem nítida e com boa iluminação;
• Ser individual (só o inscrito deve aparecer);
• Imagem colorida;
• O participante deve estar em um fundo branco;
• Deve ser enviada nos formatos JPEG ou PNG;
• Deve ter tamanho máximo de 2 MB;
• O candidato não poderá estar de óculos escuros, chapéus, bonés ou qualquer objeto similar.

Caso a imagem possua qualquer fator acima, ela será automaticamente descartada pelo Inep e Ministério da Educação (MEC). Vale destacar que as imagens enviadas no formato PDF também não serão aceitas para a inscrição.

Mudança no calendário do Enem 2020

Em decorrência da pandemia do novo corona vírus, o Inep fez uma reformulação no calendário de aplicação do Enem 2020. Agora, a primeira prova será no dia 17 de janeiro de 2021 e a segunda prova, 24 de janeiro de 2021. Já a prova digital, será aplicada no dia 31 de janeiro de 2021 e a segunda prova no dia 7 de fevereiro de 2021, segundo a decisão oficial do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) e do Ministério da Educação (MEC).

A estrutura da prova permanece sem alterações, com uma redação e 45 questões em cada prova das quatro áreas de conhecimento: Linguagens, Códigos e suas Tecnologias; Ciências Humanas e suas Tecnologias; Ciências da Natureza e suas Tecnologias; e Matemática e suas Tecnologias.

Além da mudança no cronograma, o Enem também passou por modificações em sua estrutura, e trouxe algumas novidades para a edição de 2020. Uma das novidades deste ano é o Enem Digital! Pela primeira vez serão aplicadas provas digitais aos estudantes que optarem por essa modalidade. A iniciativa do MEC tem o objetivo de reduzir os custos do exame, como impressões de prova, logística de distribuição, gastos com manutenção dos locais de aplicação de prova, pagamento de monitores, entre outros.

A segunda é a foto digital, etapa obrigatória para finalizar a inscrição, que deverá ser utilizada para procedimento de identificação no momento da prova.

Para saber mais sobre o Enem 2020, basta acessar o portal oficial do Inep ou ainda no site do Ministério da Educação. Dúvidas também podem ser tiradas através do canal Fale Conosco do instituto, por meio do autoatendimento on-line ou do 0800 616161 (somente chamadas de telefone fixo).

O Enem 2020

De acordo com o Inep, cerca de 5,8 milhões de candidatos se inscreveram para realizar o Exame Nacional do Ensino Médio, sendo que 96 mil farão a versão digital da avaliação. A previsão do instituto é de que as aplicações das provas sejam totalmente digitalizadas até 2026.

Na edição de 2020, o Inep ainda tomou uma série de medidas para o controle e prevenção do corona vírus. Os candidatos deverão obrigatoriamente comparecer ao local das provas com máscara, permanecendo com ela também durante a avaliação. Além disso, álcool em gel estarão disponíveis para o uso de todos e o distanciamento entre estudantes serão exigidos pela organização.


Fonte: Globo.com

Compartilhar