MEC divulga primeira chamada do Prouni 2021

Selecionados devem comprovar informações de inscrição até 27 de janeiro nas instituições que ofertam as bolsas de estudos.

MEC divulga primeira chamada do Prouni 2021MEC divulga primeira chamada do Prouni 2021

Por PRASABER

O Ministério da Educação (MEC) divulgou, nesta terça-feira (19), os aprovados na primeira chamada do Programa Universidade Para Todos (Prouni). Para acessar o resultado, é só acessar a página oficial do programa.

Conforme o calendário, os estudantes pré-selecionados devem comprovar as informações dadas na inscrição até dia 27 de janeiro, na instituição de ensino escolhida para a bolsa de estudos. Os horários e os locais da entrega dos documentos variam de acordo com cada universidade e é preciso entrar em contato direto para conferir.

Segunda chamada

Segundo o cronograma do Prouni 2021.1, a segunda chamada para o programa está prevista para o dia 01 de fevereiro. Assim como na primeira chamada, os convocados desta lista devem comprovar as informações prestadas na inscrição, entregando os documentos na instituição de ensino até o dia 09 de fevereiro.

Lista de espera

Para se inscrever na lista de espera do Prouni e tentar uma vaga após as chamadas oficiais, os interessados devem acessar o portal do programa nos dias 18 e 19 de fevereiro. O resultado está previsto para o dia 22 de fevereiro e os selecionados devem comprovar as informações até o dia 25 do mesmo mês.

Prouni 2021.1

Por conta da pandemia, o Prouni 2021.1 utilizou as notas do Enem 2019 como critério de seleção de bolsas, disponibilizando 162.022 vagas, sendo 76.855 para bolsas integrais e 85.167 para bolsas parciais. Confira a diferença entre os dois tipos de bolsas que o programa oferece:

  • Bolsa integral: renda familiar bruta mensal, por pessoa, de até um salário mínimo e meio;
  • Bolsa parcial (50% do valor): renda familiar bruta mensal, por pessoa, de até três salários mínimos.

Critérios de seleção

Para a edição do Prouni 2021.1, foram usadas as notas do Enem 2019, uma vez que a edição de 2020 foi adiada por conta da pandemia. Para que os interessados pudessem participar, foi preciso apresentar notas acima de 450 pontos nos cadernos do exame e não ter zerado a redação. 

Além disso, para se inscrever, os candidatos precisavam ter cursado todo o ensino médio na rede pública (ou rede particular com bolsa integral da escola); ser pessoa com deficiência ou professor da rede pública de ensino.

Para mais informações, acesse o portal do Prouni.

Compartilhar