Programa receberá inscrições para 16 mil bolsas universitárias em Manaus

Bolsa Universidade conta com parceria de 13 instituições da região e oferece vagas para estudantes de baixa renda da capital do Amazonas.

Programa receberá inscrições para 16 mil bolsas universitárias em ManausPrograma receberá inscrições para 16 mil bolsas universitárias em Manaus

Por PRASABER

Em uma parceria entre a Prefeitura da cidade de Manaus e instituições de ensino superior da região, o programa Bolsa Universidade começa a receber em maio inscrições para 16 mil oportunidades de bolsa de estudos integrais ou parciais.

Com organização da Semad (Secretaria Municipal de Administração, Planejamento e Gestão), o projeto é sem custos para o município e se tornou uma alternativa de contribuir com o acesso à educação superior em Manaus de estudantes de baixa renda.

Serão contemplados 504 bolsas de 100%, 6 mil de 75% e mais de 9 mil subsídios de 50% para cerca de 49 cursos de graduação de diferentes áreas do mercado. As 13 universidades participantes do programa são:

  • Faculdade Boas Novas
  • Faculdade Salesiana Dom Bosco (zona leste)
  • Esbam
  • Estácio, Fametro (Chapada
  • Fucapi
  • Iaes Faculdade do Amazonas
  • Faculdade Materdei
  • Nilton Lins (Parque das Laranjeiras, Japiim e zona leste)
  • Faculdade Santa Teresa (Vieiralves e zona norte)
  • Ulbra
  • Uninassau
  • Uninorte (Centro, Cidade Nova e Plaza)

As inscrições deverão acontecer entre 03 e 17 de maio, através do site oficial do Bolsa Universidade. Para participar, o candidato deverá comprovar que reside na capital amazonense e que possui uma renda familiar de até 1,5 salário-mínimo. Além disso, deverá ter concluído o ensino médio – em instituições da rede pública ou privada, não ter nenhum diploma universitário e não ter se matriculado em nenhuma universidade no período do processo seletivo.

Na primeira etapa, além do candidato preencher suas informações socioeconômicas e pessoais, deverá entregar documentos de identificação e comprovação. Ele também precisará indicar o curso, turno e instituição desejadas para ter o benefício da bolsa de estudos do programa.

A segunda fase do processo conta com análise dos candidatos feita pela Semad, onde eles confirmarão as informações cadastradas e selecionarão os perfis que se encaixam nas exigências do Bolsa Universidade.

A classificação acontecerá a partir da análise socioeconômica dos candidatos, obedecendo o critério de menor renda para a maior e a quantidade de vagas disponibilizadas em edital.

Mais informações podem ser encontradas no edital do Bolsa Universidade, disponibilizado no site oficial do programa.

Compartilhar