ProUni 2020/2 – MEC divulga selecionados na segunda chamada

Os candidatos selecionados deverão comprovar as informações enviadas até a próxima terça (11).

ProUni 2020/2 – MEC divulga selecionados na segunda chamadaProUni 2020/2 – MEC divulga selecionados na segunda chamada

Por PRASABER

Os estudantes que estavam na expectativa da segunda chamada do Programa Universidade para Todos (ProUni) do segundo semestre já podem verificar se foram pré-selecionados. A segunda chamada foi liberada nesta segunda, 3 de agosto, pelo Ministério da Educação (MEC)

Os estudantes pré-selecionados chamada deverão procurar a faculdade para comprovar, por meio de documentos, as informações dadas na inscrição. O prazo vai até o dia 11 de agosto.
Por conta da Covid 19, a maior parte das faculdades está recebendo a documentação pela internet. Depois de analisar os documentos, as faculdades podem optar por aplicar um vestibular para os pré-selecionados, mas sem cobrar taxa.

Confira a lista para a segunda chamada do ProUni 2020/2

Lista de espera

Os candidatos que fizeram a inscrição no ProUni 2020/2 e não foram pré-selecionados ou não foi turma para o curso escolhido, poderão se inscrever na lista de espera, entre 18 e 20 de agosto. Só é possível concorrer nos cursos selecionados na inscrição.
Veja quem pode participar da lista de espera do ProUni:

Primeira opção

• Não pré-selecionado nas chamadas regulares.
• Pré-selecionado na segunda opção de curso, reprovado por não formação de turma.

Segunda opção

• Não pré-selecionado nas chamadas regulares, na hipótese de não ter ocorrido formação de turma na primeira opção de curso.
• Não pré-selecionado nas chamadas regulares, na hipótese de não haver bolsas disponíveis na primeira opção de curso.
• Pré-selecionado na primeira opção de curso, reprovado por não formação de turma.

O resultado da lista de espera será publicado no dia 24 de agosto e os pré-selecionados deverão entregar a documentação nas instituições de ensino até o dia 28 de agosto.

ProUni 2020/2

O ProUni 2020/2 ofereceu 167.780 bolsas de estudo, sendo 60.551 integrais e 107.229 parciais (50% da mensalidade). Ao todo, 228.444 candidatos realizaram 440.674 inscrições – o número de inscrições é maior pois cada candidato pode se inscrever em até dois cursos.

As bolsas integrais são destinadas aos candidatos com renda familiar mensal de até um salário mínimo e meio por pessoa (per capita). Para as bolsas parciais, a renda máxima sobe para três salários mínimos por pessoa.
O estado com a maior oferta de bolsas foi São Paulo, seguido por Bahia e Minas Gerais. Os cursos que tiveram o maior número de inscritos foram, nessa ordem: Direito, Medicina, Administração, Enfermagem e Psicologia.

Quem pode participar do ProUni?

O ProUni é voltado para estudantes que fizeram o último Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e tiveram média de 450 pontos nas provas, além de nota acima de zero na redação. No caso do ProUni 2020, foi exigido o Enem 2019.
Além da participação no Enem, os candidatos NÃO podem ter curso superior e devem estar em uma das categorias abaixo:
• Pessoa que fez o ensino médio todo em escola pública ou como bolsista integral em colégio particular;
• Pessoa com deficiência;
• Professor de rede pública em exercício do magistério (categoria em que não há comprovação de renda).

O ProUni é recebe inscrições duas vezes ao ano, sempre depois do Sistema de Seleção Unificada (SiSu) e antes do Programa de Financiamento Estudantil (Fies).

Compartilhar