ProUni está com inscrições abertas até dia 30 de setembro

O programa estava com o site fora do ar e agora voltou ao seu funcionamento.

ProUni está com inscrições abertas até dia 30 de setembroProUni está com inscrições abertas até dia 30 de setembro

Por PRASABER

O Programa Universidade Para Todos programa (ProUni), que dá bolsas de estudos parciais e integrais em universidades particulares estava com problemas técnicos em seu portal para realizar as inscrições, e agora voltou ao seu funcionamento para realizar as inscrições até o dia 30 de setembro para bolsas remanescentes.

Nesta etapa está sendo ofertado mais de 90 mil vagas que ainda não foram ocupadas no segundo semestre por desistência ou falta de documentação dos candidatos pré-selecionados.

Segundo o Ministério da Educação (MEC), esta será a única fase para bolsas remanescentes e isso inclui alunos que já estão matriculados no ensino superior como aqueles que ainda irão ingressar.

Para concorrer as bolsas integrais do programa é necessário ter renda familiar bruta mensal per capita de até um salário mínimo ou seja R$ 1558,50. Para bolsas parciais é preciso ter 50% da renda familiar bruta mensal per capita de até três salários mínimos ou seja R$ 3117,00.

Além disso o interessado precisa se encaixar em pelo menos alguma das seguintes situações:

  • Ter cursado o ensino médio inteiro em escola pública;
  • Ter cursado o ensino médio em escola privada, mas com bolsa integral;
  • Ter cursado o ensino médio parcialmente em escola privada, mas com bolsa integral;
  • Ter alguma deficiência;
  • Ser professor do quadro permanente de uma escola pública.

Como se inscrever no ProUni?

As inscrições podem ser feitas duas vezes ao ano. São dois processos seletivos, um em cada semestre. Essas inscrições podem ser feitas no site do programa e para se inscrever o aluno precisa informar o CPF, o número de inscrição do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e a senha utilizada nessa inscrição.

O ProUni já distribuiu milhares de bolsas de estudos desde sua criação, dando oportunidade de acesso ao nível superior aos alunos de baixa renda. Desta forma, ele se destaca como sendo um dos principais programas sociais do país que, junto ao Enem, possibilitam o acesso à educação de qualidade.

Compartilhar