Veja como usar a nota do Enem 2020 no Sisu, ProUni, Fies

Com alterações em calendários, avaliação deverá ter utilidade tardia em alguns casos em relação às aplicações passadas do exame.

Veja como usar a nota do Enem 2020 no Sisu, ProUni, FiesVeja como usar a nota do Enem 2020 no Sisu, ProUni, Fies

Por PRASABER

O adiamento da realização do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) relativo a 2020, em função da pandemia, provocou muitas mudanças nos calendários dos processos seletivos que utilizam a nota das provas para a aprovação dos estudantes. Marcado para começar neste domingo (17), o Enem só terá os resultados divulgados em 29 de março, conforme previsão do Ministério da Educação (MEC).

Originalmente, o exame seria feito em novembro, mas foi adiado devido à covid-19. Com o aumento no número de casos de transmissão no país, entidades estudantis e a Defensoria Pública da União pediram um novo adiamento das provas.

A realização do exame de 2020 em janeiro de 2021 é incompatível com os calendários iniciais do Programa Universidade Para Todos (ProUni) 2021 e do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies), mas não vai influenciar na seleção de candidatos para vagas no Ensino Superior por meio do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), que será aberto em abril para que seja usada a nota do Enem 2020.

Diante da definição de que o resultado do Enem só será divulgado no final de março, os programas que selecionam estudantes por meios dessas notas terão novidades. Confira, abaixo, um resumo de como ficam esses calendários.

Sisu

No caso do Sisu, o MEC divulgou que será aberto em abril de 2021 para que seja usada a nota do Enem 2020.

Por meio dele, instituições públicas de ensino superior oferecem vagas para candidatos participantes do Enem. Para entrar na seleção, os candidatos precisam prestar o exame e não zerar a prova de Redação.

ProUni

As inscrições para o ProUni 2021, que oferece bolsas de estudos de 50% ou 100% em faculdades particulares, ocorrem entre 12 e 15 de janeiro. Como a nota do Enem só sai no fim de março, a avaliação usada no processo seletivo será a do exame de 2019.

Para participar do programa de bolsas é necessário ter obtido nota maior que zero na Redação e média aritmética das provas superior a 450 pontos. Outro critério é que o candidato tenha estudado todo o ensino médio em escolas públicas ou em escolas privadas com bolsa integral. A exceção é para pessoas portadoras de deficiência ou professores da rede pública de ensino em exercício.

Fies

Poderá se inscrever no processo seletivo do Fies o candidato que participou do Enem a partir da edição de 2010, como já ocorreu nos anos anteriores, e que tenha obtido média aritmética das notas nas provas igual ou superior a 450. A única diferença é que não será possível usar a pontuação da edição de 2020 neste primeiro semestre, já que o resultado ainda não estará disponível. Mas, no segundo semestre, se o estudante quiser, já poderá usar a nota da última prova.

As inscrições do Fies estão previstas para 26 a 29 de janeiro. A primeira chamada deve sair em 2 de fevereiro.

Calendário do Enem, ProUni e Fies

  • 12 a 15 de janeiro – inscrição no ProUni
  • 17 de janeiro – primeiro dia do Enem impresso
  • 19 de janeiro – resultado da primeira chamada do ProUni
  • 24 de janeiro – segundo dia do Enem impresso
  • 26 a 29 de janeiro – inscrição no Fies
  • 31 de janeiro – primeiro dia do Enem digital
  • 1º de fevereiro – resultado da segunda chamada do ProUni
  • 2 de fevereiro – resultado do Fies
  • 7 de fevereiro – segundo dia do Enem digital
  • 18 e 19 de fevereiro – inscrição na lista de espera do ProUni
  • 22 de fevereiro – resultado da lista de espera do ProUni
  • 29 de março – divulgação das notas da prova do Enem

Fonte: GZH

Compartilhar

Quero receber notícias do Pravaler

Preencha o campo abaixo com seu e-mail e fique sabendo tudo sobre o Pravaler em primeira mão.