Vestibular UFPA – inscrições até 12 de janeiro

Provas serão realizadas no dia 7 de fevereiro.

Vestibular UFPA – inscrições até 12 de janeiroVestibular UFPA – inscrições até 12 de janeiro

Por PRASABER

A Universidade Federal do Pará (UFPA) encerrará no dia 12 de janeiro, às 17h, as inscrições para o processo seletivo de 2021. A instituição irá disponibilizar 1.400 vagas em seus cursos de graduação na modalidade EAD em 21 munícipios do Pará. O calendário completo da seletiva pode ser conferido no site do Centro de Processos Seletivos (Ceps) da universidade, na própria página do concurso.

As inscrições podem ser feitas aqui.

Confira o edital do Processo Seletivo Especial 2021 – PSE UFPA 2021-1.

Cursos

Os cursos oferecidos no vestibular são: licenciaturas em Letras – Língua Portuguesa, Matemática, Física, Biologia e Licenciatura Integrada em Ciências, Matemática e Linguagens. No total, 1.360 vagas serão oferecidas, além de mais outras 34 vagas reservadas a pessoas com deficiência (PcD), totalizando 1.394 vagas, distribuídas entre os municípios de Altamira, Ananindeua, Baião, Barcarena, Bragança, Breves, Bujaru, Cametá, Canaã dos Carajás, Conceição do Araguaia, Dom Eliseu, Igarapé-Miri, Juruti, Marabá, Moju, Paragominas, Parauapebas, Salinópolis, São Sebastião da Boa Vista, Tailândia e Tucumã, além das capitais do Amapá (Macapá-AP) e do Tocantins (Palmas-TO).

Seleção

O vestibular será composto por uma prova objetiva que será aplicada no dia 7 de fevereiro. De acordo com o edital, a prova abordará questões de Língua Portuguesa, Matemática, História, Geografia, Física, Química, Biologia e Literatura, além de prova de Redação em Língua Portuguesa.

 Sobre a UFPA

A UFPA foi criada em 1957 e, de acordo com o ranking das universidades do país elaborado pela RUF (Ranking Universitário da Folha de S.Paulo) em 2017, é a melhor, maior e mais conceituada universidade da Região Norte do Brasil, ocupando a 27° colocação nacional.

De acordo com o levantamento da Quacquarelli Symonds (QS) em 2014, a UFPA ocupa a 161° posição entre as melhores universidades da América Latina, sendo uma das universidades com mais prestígio no Brasil, tornando-se internacionalmente conhecida pela produção científica na Amazônia, colocada como uma das mais importantes universidades do mundo pela Revista Times Higher Education em 2018. Foi listada a 15º no ranking de maiores instituições do país em número de matrículas.


Fonte: G1

Compartilhar