O que é EAD – Ensino a distância


O termo EAD significa ensino a distância, uma forma de aprendizado que vem se tornando popular nos últimos anos.

Segundo dados do último censo realizado pela Associação Brasileira de Educação a Distância (ABED), em 2014 os cursos EAD já contavam com mais de 4 milhões de alunos em todo o Brasil.

Apesar desse crescimento, muitos estudantes ainda têm dúvidas sobre cursos dessa modalidade: é tão bom quanto o presencial? É uma modalidade de educação válida? Precisa fazer vestibular? O mercado de trabalho vai reconhecer? O diploma terá o mesmo valor?

Como Funciona o EAD?

O EAD funciona de uma forma prática e simples. A maior parte do curso acontece com auxílio da internet, em um ambiente virtual de aprendizagem, chamado AVA. É nesta sala de aula virtual que o aluno assiste as aulas em vídeo, acessa os conteúdos em texto, realiza as tarefas e exercícios.

Ela também possui várias ferramentas como fóruns de discussão, chats e videoconferências que possibilitam a interação com os professores, tutores e demais alunos.

Mesmo sendo uma graduação a distância, existem algumas atividades presenciais como, por exemplo, reuniões periódicas ou práticas de laboratório. As provas finais e a apresentação do Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) também ocorrem presencialmente.

Os encontros variam de acordo com o curso, sendo realizados na sede da faculdade ou em polos de apoio credenciados.

Quem ministra as aulas?

No EAD a responsabilidade do ensino é dividida entre professor e tutor. O professor é quem idealiza e produz todo o material de aprendizagem, ministra as videoaulas e define as formas de avaliação da disciplina.

Já o tutor é quem terá contato direto com o aluno durante todo o curso. Sua responsabilidade é apoiar o aluno e ajudá-lo a extrair o máximo proveito do curso, orientando e acompanhando as atividades virtuais.

Ele também serve de ponte entre o aluno e o professor de cada disciplina do curso, identificando as dificuldades dos alunos e fornecendo um feedback sobre seu desempenho.

Como entrar para o EAD?

Qualquer pessoa que tenha concluído o ensino médio e possua um computador com um bom acesso à internet, está apta a entrar para o EAD. Garantindo essa parte, é só escolher o curso e a instituição que deseja ingressar.

É importante verificar se o curso escolhido é reconhecido pelo Ministério da Educação (MEC). Essa informação está disponível no site do próprio MEC. É importante verificar também se o curso está bem avaliado, mesmo que ele seja de uma escola conhecida.

Feito isso, é só cuidar da preparação para o processo de seleção, que é muito semelhante ao dos cursos presenciais.

Você terá que fazer uma prova escrita, realizada presencialmente pela maioria das escolas, que pode incluir questões objetivas, questões discursivas e redação.

Muitas escolas consideram também as notas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

O mercado reconhece o diploma?

Uma das maiores preocupações de quem opta pelo sistema EAD é a validade do diploma. Muitos alunos têm o receio de perderem oportunidades de emprego porque fizeram cursos a distância.

Mas este medo é infundado. Os cursos presenciais e EAD são avaliados pelo Ministério da Educação com o mesmo rigor e seguindo os mesmos critérios. Desde que a instituição seja credenciada pelo MEC e ofereça os conteúdos exigidos dentro da carga horária determinada, os diplomas EAD e dos cursos presenciais possuem a mesma validade.

Inclusive não fica registrado no diploma qual foi a modalidade em que o curso foi realizado.

Concluindo, ao optar por fazer um curso de graduação EAD o aluno obterá as mesmas vantagens que um curso presencial, podendo usar seu diploma para conquistar qualquer emprego que exija nível superior, prestar um concurso público ou até mesmo iniciar uma pós-graduação.

[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row]

Compartilhar
Categoria: Pra Saber
Tags: ENEM ENEM 2019

Pesquisar

Quero receber notícias do PRAVALER

Preencha o campo abaixo com seu e-mail e fique sabendo tudo sobre o PRAVALER em primeira mão.