O salário de pessoas que fazem faculdade é maior do que o de pessoas que não fazem?

É notável o quanto a formação de jovens está mudando com o tempo. Alguns pais e avós conseguiam empregos razoáveis com apenas o Ensino Médio completo ou até menos. As exigências eram outras. Atualmente, o panorama é muito diferente e o salário também. De acordo com o IBGE (2013), o salário de pessoas que fazem faculdade é consideravelmente maior.

O motivo é simples: o mundo está em busca de pessoas altamente qualificadas. Empresas buscam funcionários multifacetados, competentes, inteligentes e que sejam criativos no ambiente de trabalho. A experiência e a vivência da faculdade fazem com que o indivíduo amadureça e aprenda um novo leque conhecimento, de forma muito mais especializada e concentrada, justamente para que seus pontos fortes sejam enaltecidos.
Mas é preciso se aprofundar no que isso quer dizer. O mercado de trabalho está procurando por profissionais qualificados e preparados para assumir importantes cargos, inclusive por causa do advento da tecnologia, que propicia muito mais acessibilidade e educação.
Dados do IBGE comprovam
De acordo com o IBGE (2013), o salário médio dos indivíduos com o nível superior é 219,4% maior do que aqueles que completaram apenas o Ensino Médio, por exemplo. Isso quer dizer que, enquanto um profissional de nível superior ganhar R$ 4.700,00, o sem faculdade ganharia, aproximadamente R$ 1.500,00. O salto é gigantesco, principalmente se compararmos com o índice de 2002, em que era apenas 192%. Em 1995, a distância era de 134%.
Para quem ainda se aventura em outros cursos de profissionalização e especialização, como a pós-graduação, mestrado, doutorado e MBA, dependendo da empresa, o salário costuma ser ainda mais alto devido ao nível de qualificação que o profissional possui.
O que muitos universitários se perguntam é sobre a competitividade no mercado. Além de ser acirrada, as exigências são cada vez mais reforçadas, a fim de que o melhor candidato seja contratado para atender às necessidades da organização. Quem tem faculdade hoje conseguirá ser valorizado no mercado, mesmo que você ainda não acredite.
O que o mercado está dizendo?
A principal característica que as organizações buscam em um profissional é a autonomia para tomar decisões racionais que efetivem seus resultados. Ser proativo, possuir um conhecimento específico, ter maturidade e comprometimento com o trabalho são outros quesitos importantes avaliados constantemente.
O que não se pode confundir são os indivíduos que fazem faculdade e os que não fazem em relação à força de vontade. Esse tipo de aspecto não deve ser levado em consideração, uma vez que há muitos trabalhadores (de diferentes situações econômicas) que estão determinados a construir um futuro melhor.
O que estamos mostrando aqui é que a faculdade abre mais portas para você no sentido de abranger a sua especialidade, conhecer novas culturas, ampliar a rede de contatos e fazer amizades que podem ajudar no seu desenvolvimento cognitivo e social. Pelo investimento dado (ao pagar anos de faculdade e/ou tentar conciliar o trabalho com os estudos), a recompensa deve ser boa para incentivar o ingresso de alunos no Ensino Superior!
O que acha dessas informações? Deixe um comentário com a sua opinião!

Categoria: FaculdadePrasaber

Quero receber notícias do Pravaler

Preencha o campo abaixo com seu e-mail e fique sabendo tudo sobre o Pravaler em primeira mão.