Como funciona o processo seletivo em faculdade pública


Está pensando em fazer o processo seletivo em faculdade pública? Estudar em uma instituição de qualidade, sem ter que pagar mensalidade, é o sonho de muitas pessoas. Afinal, além de contar com alguns dos melhores professores e pesquisadores do país, o estudante pode ganhar mais destaque na hora de conseguir um emprego.

Entenda melhor como funciona o processo seletivo em faculdade pública, como você pode se candidatar e quais os critérios usados para a escolha dos estudantes. Continue lendo!

Como posso participar do processo seletivo em faculdade pública?

Vestibular convencional

A forma mais tradicional de processo seletivo em faculdade pública é por meio do vestibular. Embora os conteúdos das provas possam ser parecidos, cada universidade tem o seu próprio vestibular. Algumas têm uma fase só, mas a maioria das faculdades públicas aplica as provas em duas fases distintas.

Geralmente, a primeira delas possui questões de múltipla escolha e as notas obtidas pelos estudantes são usadas como critério de classificação para a próxima fase. Já na segunda etapa, a prova costuma ter uma redação e questões objetivas, abordando as matérias ligadas à área de conhecimento de cada curso.

O processo seletivo em faculdade pública, na maioria das vezes, acontece anualmente. Cada universidade estabelece um mês diferente do ano para aplicação das provas. Por isso, é preciso ficar de olho nos sites das faculdades públicas onde você gostaria de estudar para ficar por dentro de todas as datas do processo seletivo.

Sisu

Até 2009, a única forma de participar do processo seletivo em faculdade pública era por meio do vestibular convencional. No entanto, com a criação do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), os estudantes brasileiros passaram a contar com a alternativa de fazer o processo seletivo em faculdade pública usando a nota do Enem e podendo escolher duas opções de curso.

Para isso, o estudante precisa acessar o Sisu com o número de inscrição e senha do Enem. É importante ficar atento ao período para se inscrever. Nesse ano, as inscrições acontecem entre os dias 12 e 15 de junho[TCT1] . Vale lembrar também que para participar do processo seletivo em faculdade pública com a nota do Enem, o aluno não pode ter zerado a redação.

A grande vantagem do Sisu é que ele permite que os estudantes possam se candidatar a cursos em universidades do Brasil todo, sem precisar se deslocar, já que é possível fazer e acompanhar todo o processo pela internet. Se essa for uma boa opção para você, uma dica é pesquisar com antecedência para saber quais são as faculdades públicas que aderiram ao programa.

Política de cotas em universidades públicas

Todas as universidades e institutos federais que fazem parte do Sisu cumprem com a política de cotas de reservar vagas para estudantes que cursaram o Ensino Médio em escolas públicas. Além disso, outros critérios também são considerados para o preenchimento das vagas, como de renda e a autodeclaração de candidatos negros, pardos e indígenas.

Seguindo a Lei de Cotas, metade das vagas são reservadas e a outra metade são para ampla concorrência. A proporção de candidatos deve ser igual à de pretos, pardos e indígenas na população do estado no qual a universidade faz parte, de acordo com o censo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Algumas instituições também possuem suas próprias políticas de ações afirmativas.

Compartilhar
Categoria: Faculdade
Tags: ENEM ENEM 2019

Pesquisar

Quero receber notícias do PRAVALER

Preencha o campo abaixo com seu e-mail e fique sabendo tudo sobre o PRAVALER em primeira mão.