Faça uma simulação com o Pravaler Icone seta
Prouni Remanescentes 2022: quem pode se inscrever nas vagas? Prouni Remanescentes 2022: quem pode se inscrever nas vagas?

Prouni Remanescentes 2022: quem pode se inscrever nas vagas?

O sonho de muitos estudantes é conseguir uma bolsa de estudo para se formar no ensino superior sem se preocupar com as mensalidades. Para estes casos, uma ótima solução é tentar o Programa Universidade para Todos (Prouni), uma iniciativa do governo federal que disponibiliza bolsas de estudos em instituições de ensino privado.

Para quem tentou e não conseguiu ser aprovado nas chamadas regulares, existem as vagas remanescentes do Prouni. O importante é não desistir, porque essa também poderá ser uma oportunidade para fazer o curso dos sonhos.

A seguir, explicaremos como funciona o Prouni remanescentes e quem pode se inscrever. Continue a leitura!

O que é o Prouni Remanescentes?

As vagas remanescentes são aquelas não preenchidas ao longo do processo seletivo do Prouni (Programa Universidade para Todos), por desistência de candidatos pré-selecionados na primeira, segunda chamada e na lista de espera ou, ainda, por falta de documentação necessária para comprovar os dados na inscrição.

Essas vagas são voltadas para estudantes já matriculados em uma faculdade privada e que atendam aos requisitos do Prouni. Além disso, a seleção é feita por ordem de inscrição e não de acordo com as maiores notas, como acontece nas primeiras chamadas e na lista de espera.

Como funcionam as vagas remanescentes do Prouni?

O Prouni remanescentes é uma chance a mais que o programa oferece de conseguir a tão desejada bolsa de estudos. Elas abrem inscrições alguns dias depois de encerrado o processo de lista de espera e é preciso ficar atento às datas, que são anunciadas conforme as vagas vão surgindo.

A seleção para vagas remanescentes é encarada como um novo processo seletivo. Ou seja: quem já estava inscrito na seleção regular e desejar participar terá que se inscrever novamente.

O processo de escolha segue a mesma lógica da seleção tradicional: as maiores notas no Enem levam a bolsa. Quem conseguir se dar bem nessa etapa precisa ficar atento aos prazos determinados pelas faculdades participantes para efetivação da matrícula.

É importante saber que o candidato pode conseguir a bolsa remanescente já estudando, então se ele for matriculado em uma faculdade que esteja participando do processo, poderá estudar os semestres que faltam pagando a mensalidade com 50% de desconto ou sem pagar nada. Para saber mais sobre o assunto, entenda como funciona o Prouni.

Bolsas remanescentes do Prouni

Todos os semestres, o Prouni abre as inscrições para que os estudantes interessados possam realizar a sua inscrição em um curso e faculdade que faz parte do programa. Mas nem sempre as vagas oferecidas são totalmente preenchidas e quando isso acontece as mesmas são divulgadas pelo site oficial do Prouni para que os candidatos que não conseguiram uma vaga antes pleiteada possam se inscrever novamente.

Para participar no processo seletivo para o preenchimento das vagas remanescentes Prouni 2022 é necessário se inscrever na lista de espera para o curso pretendido. Veja a seguir como funciona este processo.

Bolsa parcial (50%)

A bolsa parcial do Prouni cobre metade do valor das mensalidades (50%). O restante deve ser pago pelo aluno. Ela é distribuída a quem tem renda familiar bruta mensal acima de 1,5 salário-mínimo por pessoa, com teto máximo de três salários-mínimos por pessoa.

Veja também: 5 situações que podem fazer você perder a bolsa do Prouni.

Os bolsistas parciais representam uma parcela bem menor dos benefícios concedidos pelo Prouni, cerca de 30%. Os outros 50% podem ser financiados pelo Fies (Fundo de Financiamento Estudantil) ou pelo Pravaler, desde que a instituição de ensino tenha oferta de vagas para financiamento e que o estudante seja aprovado no crédito estudantil.

Bolsa integral (100%)

A bolsa integral, como o próprio nome já sugere, paga toda a mensalidade do curso. É válida até o último dia da graduação e o estudante não precisa devolver o valor ao governo federal.

A bolsa de 100% é destinada a alunos que apresentam renda familiar bruta mensal de no máximo 1,5 salário-mínimo por pessoa e correspondem a todos os demais critérios exigidos pelo MEC (Ministério da Educação). Hoje as bolsas integrais representam cerca de 70% dos benefícios concedidos pelo Prouni em todo o Brasil.

Lista de espera do Prouni

A lista de espera do Prouni é, em geral, a terceira e última chance que o candidato tem de conseguir as bolsas oferecidas pelo governo para ingressar no ensino superior em faculdades particulares.

Existem três etapas na fase de convocação de alunos para a obtenção do benefício. A primeira é a chamada fase inicial, na qual são divulgados os primeiros colocados no resultado Prouni.

Esses alunos recebem um prazo para apresentar os documentos exigidos no edital e, caso não se apresentem, serão desclassificados, e as suas vagas podem ser ocupadas pelos próximos colocados em uma segunda chamada.

Assim, conforme os alunos da primeira lista perdem a chance, novas pessoas da segunda lista são convocadas para apresentar os documentos. Fim do prazo dessa segunda fase, o Prouni abre a lista de espera para que você, em caso de não preenchimento das vagas em primeira e segunda chamada, possa ocupá-las.

Veja também: Quero Bolsa e Prouni – onde procurar por bolsas de estudos?

De acordo com as regras do Prouni, para concorrer às bolsas na terceira fase de convocação, é preciso manifestar o seu interesse em aguardar as vagas remanescentes. Por isso, é importante se atentar aos prazos, visto que as chamadas não acontecerão automaticamente por ordem de colocação. Em geral, inclusive, o prazo é bastante curto.

A chamada funciona da seguinte maneira: conforme os candidatos convocados são desclassificados, o que pode ocorrer por própria iniciativa do estudante ou pelo não preenchimento de requisitos, os nomes colocados na lista de espera são chamados a se apresentar. É importante lembrar que, entre os critérios de aprovação, está a renda familiar de 1,5 a 3 salários-mínimos por pessoa para bolsas de 100% e 50% respectivamente.

Além disso, é preciso ter estudado em escola pública ou em particular com bolsa integral e ter desempenho maior que 450 no sistema do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio), com nota acima de zero na redação. Caso não seja comprovado um desses requisitos, o aluno será desclassificado em qualquer fase da seleção.

Inscrição para as vagas remanescentes do Prouni

Entre vários motivos que podem fazer com que o Prouni abra a oportunidade para inscrição nas Vagas Remascentes destacam-se:

  • A desistência de outros candidatos selecionados no programa;
  • O não fechamento da turma;
  • A perda do prazo para a efetivação da matrícula.

Sendo assim, é importante que você acompanhe todo o processo de inscrição do Prouni para não perder a oportunidade. Além disso, é importante saber que o programa oferece dois tipos de bolsas, que são concedidas conforme a comprovação de renda apresentada pelo candidato do Prouni.

Como consultar a inscrição para as vagas remanescentes do Prouni?

Fazer a consulta da inscrição para as vagas remanescentes do Prouni é importante porque essa é a única maneira de estar atualizado sobre a sua situação na espera por uma bolsa de estudo. Quem fica nas vagas remanescentes tem que esperar um período para finalmente conseguir a oportunidade desejada.

O importante é ter a consciência de que estar na situação de espera não invalida suas chances. Infelizmente, quem não tirou notas tão altas no Enem precisará passar por essa espera.

Todo o processo de inscrição e divulgação de resultados do Prouni é realizado diretamente no site oficial do programa. É recomendável acompanhar o cronograma estipulado pela organização para verificar todas as informações atualizadas.

Para fazer a consulta da sua situação, siga o passo a passo:

  1. Acesse o site oficial do Prouni para ter acesso a sua situação como remanescente;
  2. Verifique se você foi selecionado em alguma chamada (primeira ou segunda);
  3. Se tiver sido selecionado, confira na própria página qual é o prazo da sua bolsa;
  4. Em seguida, veja se está aberta a opção para o acompanhamento da sua situação e clique nela;
  5. Informe os dados do login.

Pronto, ao ter o acesso, você saberá se conseguiu a vaga ou se ficará em espera por mais um tempo. Caso aconteça de ser chamado para ocupar a vaga, mas não acessou o site e passou o prazo, perderá a vaga definitivamente.

Fique em alerta e consulte o site oficial do Prouni para não deixar escapar essa oportunidade.

Não consegui vaga no Prouni, e agora?

Além do Prouni, muitas faculdades aceitam a nota do Enem como processo seletivo. Dessa forma, o candidato não precisa prestar o vestibular da instituição, ou passar pelos processos seletivos dos programas de governo. A nota mínima exigida para entrar na faculdade pode variar de acordo com a instituição.

Também é possível participar de outros programas que acontecem logo na sequência e usam a nota do Enem para permitir entrada em cursos superiores, como o Fies. Uma boa alternativa para quem quer financiar os estudos a juros baixos e ainda ganhar um prazo bem generoso para pagar a dívida. Pode participar quem fez qualquer Enem a partir de 2010, obteve a pontuação de 450 na média das provas e atende aos requisitos de renda familiar.

Outra opção é o Amigo Edu, uma plataforma de bolsa de estudos que tem a finalidade de oferecer ao estudante condições e benefícios para ingresso e permanência em instituições de ensino superior e profissionalizante. No site do Amigo Edu você encontra bolsa de estudos para cursos de graduação, pós-graduação e cursos livres com até 80% de desconto. Além disso, é possível conseguir bolsa para todas as modalidades de ensino: presencial, semipresencial e EAD.

Bolsas de estudo Amigo Edu

Texto escrito por: PRASABER
x

As principais notícias sobre educação na sua caixa de e-mail. Cadastre-se já!

Saiba mais

Pesquisar

Artigos Relacionados

X Assine nossa newsletter