Faça uma simulação com o Pravaler Icone seta
Psicologia e Pedagogia: qual a relação entre as áreas? Psicologia e Pedagogia: qual a relação entre as áreas?

Psicologia e Pedagogia: qual a relação entre as áreas?

Se você está aqui por interesse profissional, ou até mesmo curiosidade em saber a relação entre o curso de Psicologia e o curso de Pedagogia, saiba que está no lugar certo. Embora os dois apresentem algumas semelhanças, na prática, são bem diferentes. As particularidades e especificidades de cada uma devem ser avaliadas antes de escolher a carreira ideal para você.

Nós queremos te ajudar. Pensando nisso, preparamos um conteúdo completo com tudo que você precisa saber sobre os cursos de Psicologia e Pedagogia. Boa leitura!

Como é o curso de Psicologia?

A graduação de Psicologia tem como objetivo formar profissionais capacitados para ajudar pessoas que estão passando por dificuldades emocionais, doenças/transtornos mentais e distúrbios de personalidade. No entanto, o estudante que optar por estudar Psicologia, vai se deparar com duas habilitações: bacharelado e licenciatura.

Ambas visam qualificar ótimos profissionais em Psicologia para o mercado de trabalho, porém, em licenciatura o conhecimento será voltado a capacitar o profissional para atuar com educação, e trabalhar como professor ou orientador educacional. Já o bacharelado tem como objetivo formar o profissional para atendimento ao público em tudo que for relacionado à saúde mental. Essa escolha pode ser feita no início ou durante o curso, já que a grade curricular é semelhante, mas isso fica a critério da instituição de ensino.

O curso de Psicologia tem a duração média de cinco anos (10 semestres) e uma grade curricular bem completa, principalmente com disciplinas teóricas. Além disso, a graduação exige que o estudante desenvolva o Trabalho de Conclusão de Curso (TCC), e realize o estágio que é obrigatório, mas que falaremos mais para frente.

Veja também: Psicologia ou Direito – como escolher o melhor curso?

Grade curricular de Psicologia

Os períodos iniciais do curso de Psicologia costumam ser mais teóricos, disciplinas como Neurologia e Anatomia podem estar presentes, além de conteúdos relacionados à Antropologia, História e Filosofia. No entanto, a grade curricular de Psicologia pode variar de acordo com a instituição de ensino, mas a seguir, vamos listar as principais matérias recorrentes dessa graduação.

  • Antropologia e sociedade
  • Análise do Comportamento
  • Avaliação Psicológica
  • Ética na Saúde
  • Filosofia e Ética
  • História da Psicologia
  • Introdução à Psicologia
  • Metodologia de Pesquisa
  • Neuropsicologia
  • Neurociência Básica
  • Orientação profissional
  • Políticas e Estratégias em Saúde
  • Psicanálise
  • Psicologia Behaviorista
  • Psicologia e Educação
  • Psicologia Hospitalar
  • Psicologia e Práticas Institucionais
  • Psicologia da Personalidade
  • Psicologia e Saúde
  • Psicologia do Desenvolvimento Humano
  • Psicologia e Trabalho
  • Psicologia Sócio-Histórica
  • Psicopatologia
  • Técnicas de observação e avaliação psicológica, entre outras

Estágios em Psicologia

O curso de Psicologia exige que os estudantes vivenciem a profissão na prática por meio dos estágios obrigatórios, que são realizados ainda durante a graduação. Esse período acontece normalmente ao final do curso, entretanto, fica a critério da instituição a distribuição na grade curricular, mas, é estipulado que o estudante cumpra no mínimo 200 horas de estágio.

Vale lembrar que o chamado estágio supervisionado é acompanhado pelos professores, e é nesse momento que o aluno consegue conhecer de perto o dia a dia de um Psicólogo em seus mais diversos campos de atuação e se descobrir dentro da profissão.

CTA Curso de Psicologia

Como é o curso de Pedagogia?

A faculdade de Pedagogia tem a duração de quatro anos, dividida em 8 semestres, e assim como em Psicologia, também conta com duas habilitações: licenciatura e bacharelado. No entanto, a licenciatura é o grau acadêmico mais escolhido pelos estudantes de Pedagogia.

O curso de Pedagogia tem como objetivo a formação de professores para atuar na educação infantil, entretanto, essa não é a única possibilidade de carreira que a faculdade oferece. Vale lembrar que nem todo pedagogo é professor, mas todo professor é pedagogo.

Para obtenção do título de licenciatura, é necessário ter o TCC aprovado, assim como em outras graduações, além do estágio obrigatório que veremos em breve.

Grade curricular de Pedagogia

A grade curricular de Pedagogia depende muito da faculdade que oferece o curso, mas no geral, existem disciplinas que se destacam, como História, Sociologia, Psicologia, Filosofia, entre muitas outras que você pode conferir a seguir:

  • Alfabetização e Letramento
  • Antropologia da Educação
  • Avaliação Educacional e de Ensino
  • Biologia da Educação
  • Corpo, Movimento e Psicomotricidade
  • Didática
  • Diversidade Étnico-Cultural
  • Economia da Educação
  • Educação e Tecnologias
  • Educação Inclusiva
  • Educação Infantil
  • Filosofia da Educação
  • Fundamentos da Infância
  • Gestão Educacional e Escolar
  • História da Educação
  • Metodologia da Pesquisa
  • Língua Brasileira de Sinais
  • Literatura Infanto-Juvenil
  • Organização do Trabalho Docente
  • Pesquisa e Prática Pedagógica
  • Planejamento Educacional e de Ensino
  • Psicologia do Desenvolvimento e da Aprendizagem
  • Relações Humanas
  • Sociologia da Educação, entre outras

Estágios em Pedagogia

Ao final da faculdade, assim como em outras graduações, o estudante de Pedagogia precisa cumprir as horas de estágios da graduação, que são inclusive, obrigatórios e supervisionados pelos professores orientadores, a fim de apresentar na prática, a rotina de um pedagogo aos futuros profissionais da área.

É neste momento que todo o conhecimento adquirido durante o ensino superior pode ser colocado em prática e adquirir, sobretudo, experiência. Afinal, esse é um processo da formação essencial para a qualificação de um pedagogo.

Afinal, qual a relação entre Psicologia e Pedagogia?

Se você chegou até aqui, com certeza deve estar se perguntando qual a semelhança e relação entre Psicologia e Pedagogia, visto que, até o momento, apresentamos as particularidades de cada uma, certo?

Em geral, os dois cursos buscam estudar teorias da aprendizagem ou a aplicação delas em seus respectivos campos de atuação, e é neste sentido que ambas se diferem uma da outra: o foco de trabalho.

Enquanto a Pedagogia tem como foco a prática educacional, a Psicologia desenvolve trabalhos voltados às pessoas. Mas, isso não quer dizer que as duas profissões não se relacionem ao longo dos tempos, e isso acontece com frequência, principalmente no ambiente escolar, quando o psicólogo precisa intervir e acompanhar crianças, por exemplo, que estão com problemas no aprendizado.

Independente da sua escolha de carreira, tenha em mente que tanto Psicologia quanto Pedagogia são áreas promissoras no mercado de trabalho e que ganham destaque ao passar dos anos. Vale a pena avaliar qual se encaixa mais no seu perfil, e claro, com os seus objetivos profissionais.

Texto escrito por: PRASABER
x

As principais notícias sobre educação na sua caixa de e-mail. Cadastre-se já!

Saiba mais

Pesquisar

Artigos Relacionados

X Assine nossa newsletter