Faça uma simulação com o Pravaler Icone seta
Psicologia e Psiquiatria: entenda a diferença entre as áreas Psicologia e Psiquiatria: entenda a diferença entre as áreas

Psicologia e Psiquiatria: entenda a diferença entre as áreas

A Psicologia é uma área que aproxima o profissional do entendimento total sobre o funcionamento da mente humana. Ao se aprofundar nessa profissão, além de conhecer uma outra vertente da ciência, é possível compreender de forma muito mais ampla todos os comportamentos humanos, suas causas e efeitos.

Com a Psicologia, o pensamento crítico é aflorado, já que é preciso mergulhar em muito conteúdo informativo, com teorias e abordagens científicas sobre a mente e suas reações. Além disso, a área permite uma assimilação melhor das doenças mentais, destruindo mitos e absorvendo a complexidade de cada uma delas.

Quem pensa em ingressar no curso ou se identifica com a carreira voltada para a Psicologia pode pensar que essa profissão só tem uma vertente de atuação, a de Psicólogo de consultório. Mas saiba que a formação em Psicologia oferece um mundo de possibilidades voltados a análise e compreensão dos diferentes comportamentos humanos. É aqui que surge a dúvida: qual a diferença entre as áreas de Psicologia e Psiquiatria?

Fique conosco e descubra as particularidades de cada área de atuação. Acompanhe!

O que é e como funciona a Psicologia?

A palavra Psicologia é originada do vocabulário grego, onde psyque, significa “mente”, e logos, significa “conhecimento ou estudo”, e seu propósito desde os primórdios é a investigação e estudo do cérebro humano, a fim de interpretar e entender ações e causas para o comportamento dos indivíduos.

Foi através dessa compreensão que filósofos e pensadores da Grécia Antiga, como Sócrates, Platão e Aristóteles, deram origem a ciência da Psicologia.

Com um intenso trabalho de observação e interpretação, os Psicólogos buscam entender e explicar os diferentes tipos de reações humanas a partir de variados aspectos da formação da mente, como o social, cultural e familiar, por exemplo. A partir desse estudo, os profissionais podem atuar em reações negativas e até se antecipar em diagnósticos comportamentais.

De modo geral, para se dar bem na Psicologia, é preciso gostar de leitura e, principalmente, de interpretação de dados e textos científicos. Também é importante ter um forte traço observador, a fim de identificar possíveis disfunções mentais em uma conversa. Ser movido em ajudar pessoas também é uma forte característica desse profissional. Vale ressaltar também que o profissional formado na área devem possuir registro no Conselho de Psicologia (CRP) do Estado onde atua.

CTA Curso de Psicologia

O que é e como funciona a Psiquiatria?

A Psiquiatria é uma especialidade da área médica, responsável por diagnosticar e tratar transtornos mentais e de comportamento. Durante a residência de Medicina, o estudante poderá optar por se especializar em Psiquiatria e atuar na prevenção e tratamento de doenças mentais como depressão, bipolaridade, esquizofrenia e outras condições por meio do uso de medicamentos.

Para exercer a profissão, o Médico Psiquiatra precisa ter registro no Conselho de Medicina (CRM) e a sua Qualificação de Especialista (RQE), fornecido pelo CRM.

Veja também: Pós-graduação em Psicologia – Tudo que você precisa saber.

A máquina mais complexa do mundo é a mente humana. Essa afirmação já foi comprovada por diversos estudiosos, ao observar que tudo o que fazemos ou sentimos faz parte de um processo do corpo humano em que quem determina todos os tipos de movimentos, raciocínios, vontades e comportamentos é a mente.

Qual a diferença entre Psicologia e Psiquiatria?

Uma das maiores dúvidas entre os estudantes é entender a diferença entre Psicologia e Psiquiatria. De fato, as duas profissões são muito semelhantes e tem o mesmo propósito, que é cuidar da mente humana. No entanto, existem duas diferenças entre elas que fazem delas atuações distintas.

A primeira é o tipo de formação. Enquanto para se tornar um Psicólogo ou Psicóloga, o estudante precisa passar por cinco anos estudando no curso superior em Psicologia, o Psiquiatra deve ingressar no curso de Medicina e, depois de concluir a formação, pode se especializar na Psiquiatria.

Além disso, as profissões se diferem na forma de tratamento do paciente:

  • A Psicologia analisa e trata distúrbios emocionais e mentais a partir de uma análise histórica do indivíduo, ou seja, estuda todo o contexto em que ele vive e pratica uma técnica conversacional – ou através de conversas sobre as emoções, sentimentos e histórias da vida do paciente. Todo o tratamento com um psicólogo é feito sem nenhuma intervenção com medicamentos, e é nessa etapa que ela se difere da Psiquiatria.
  • O Psiquiatra analisa os transtornos mentais a partir de fatores orgânicos, fisiológicos e químicos do corpo humano. Com uma perspectiva médica – e não social, como o psicólogo, o profissional em Psiquiatria tem a preocupação de reestabelecer o equilíbrio hormonal e reduzir os sintomas com a administração de medicamentos.

Confira abaixo as principais diferenças entre Psicologia e Psiquiatria:

Diferenca Carreira Psicologia Psiquiatria Desktop

 

Texto escrito por: PRASABER
x

As principais notícias sobre educação na sua caixa de e-mail. Cadastre-se já!

Saiba mais

Pesquisar

Artigos Relacionados

X Assine nossa newsletter