Que escola os jovens querem?

Por useradmin

Que escola os jovens querem?

Os debates sobre a qualidade da educação e a implementação de melhorias no sistema educacional costumam envolver governantes, professores, pedagogos e pais de alunos. Em suma, é comum que mesmo quando o assunto sendo a educação do jovem, somente adultos sejam ouvidos. Mas afinal, que escola os jovens querem?
A pesquisa Nossa Escola em (Re)Construção, desenvolvida pelo Porvir e pela Rede Conhecimento Social, se atentou para este fato e voltou sua atenção para o estudante, visando não somente documentar a impressão dos jovens sobre a escola e o sistema educacional, mas estimular sua participação com relação a estes temas.
Realizada em diversas regiões do Brasil, a pesquisa contou com a participação de 132 mil jovens de 13 a 21 anos, questionando-os com relação às suas impressões e desejos sobre a educação nas escolas. O que esperam estes jovens? Confira alguns dos resultados da pesquisa Nossa Escola em (Re)Construção:
Avaliação das escolas
Incentivados a avaliar de forma crítica suas instituições de ensino, 7 em cada 10 jovens participantes da pesquisa apontam para a necessidade de melhorias na relação entre os alunos com a equipe escolar e os colegas. O panorama geral das avaliações não é nada positivo: apenas 4 em cada 10 jovens estão satisfeitos com as aulas e os materiais pedagógicos oferecidos pelas instituições de ensino que frequentam e metade dos estudantes considera as instalações físicas e a estrutura de sua escola inadequadas. Dentre as atividades avaliadas, as artísticas são as que apresentam a pior avaliação, seguidas pelo uso da tecnologia, classificado como regular por 57% dos jovens questionados.
Apesar dos pontos negativos apontados, 70% dos alunos afirmam que gostam de estudar em suas escolas e 62% que estas oferecem um ambiente favorável para o aprendizado. A dinâmica de ensino é, porém, questionada por metade dos jovens participantes: apenas 5 em cada 10 alunos classificam as aulas como interessantes e divertidas.
Ensino de artes e esportes
Pouco presentes nas escolas, as atividades voltadas para a saúde, a qualidade de vida e as artes aparecem na pesquisa Nossa Escola em Re(Construção) como importante desejo dos alunos. Cerca de 70% dos jovens participantes afirmam que suas instituições de ensino não oferecem atividades culturais, e 4 em cada 10 alunos apontam que a escola ideal deve apresentar atividades voltadas para o desenvolvimento emocional. O esporte também entra para as expectativas dos estudantes: 6 em cada 10 alunos afirmam participar de campeonatos esportivos em suas escolas e consideram estes fundamentais à escola ideal.
A escola que os jovens querem
Nos últimos anos, a tecnologia vem ganhando cada vez mais espaço na vida dos jovens e aparece na pesquisa como um dos principais fatores que compõem a escola ideal. Segundo 51% dos alunos, o uso da tecnologia na educação não deveria se limitar às atividades desenvolvidas no laboratório de informática, apontando para a necessidade de expansão da infraestrutura escolar e formação do corpo docente com relação às novas ferramentas e recursos disponíveis. Além disso, questionados com relação ao que não pode faltar em uma instituição de ensino, os jovens apontaram questões como área verde (44%), quadras e equipamentos esportivos (42%) e adaptação para pessoas com deficiência (36%).
Com relação ao ensino, a pesquisa aponta para jovens interessados na preparação para processos seletivos, bem como para o mercado de trabalho, através de conteúdos mais diversificados, currículo flexível e atividades práticas. 34% dos alunos participantes da pesquisa apontam a preparação para o Enem e o vestibular como principal objetivo da escola, seguido pela preparação para o mercado de trabalho (24%) e o desenvolvimento de conhecimentos nas disciplinas (16%).
A Pesquisa Nossa Escola em (Re)Construção está disponível online e oferece dados interessantes para que educadores e gestores escolares realizem investimentos em medidas para motivar seus alunos e incentivar sua participação nas decisões escolares, possibilitando às instituições oferecer um ensino voltado para os desejos e necessidades dos jovens.
O que você achou dos resultados da pesquisa? Compartilhe sua opinião com a gente nos comentários!

Compartilhar
Categoria: Pra Saber

Quero receber notícias do PRAVALER

Preencha o campo abaixo com seu e-mail e fique sabendo tudo sobre o PRAVALER em primeira mão.