Faça uma simulação com o Pravaler Icone seta
Áreas do Direito: que tipo de advogado ganha mais? Áreas do Direito: que tipo de advogado ganha mais?

Áreas do Direito: que tipo de advogado ganha mais?

Boa parte dos estudantes e até profissionais já ingressados na área, sempre estão em busca de melhores oportunidades no mercado de trabalho, consequentemente, aprimoram mais seus conhecimentos.

A procura constante pelos setores da advocacia mais bem remunerados ganham mais força na medida em que a pesquisa e disputa pelo curso de Direito cresce no Brasil, isso porque a profissão oferece um leque de oportunidades que pode render bons salários, e além disso, existem subáreas dentro do ramo que podem proporcionar ganhos ainda maiores. Vamos conhecê-las?

Neste artigo, você irá descobrir que tipo de advogado ganha mais e encontrará todas as informações sobre as áreas do Direito mais bem remuneradas. Boa leitura!

Quais são as principais áreas do Direito?

Como mencionamos anteriormente, a carreira de Direito por si só, é uma profissão bem requisitada e promissora, e ter conhecimento desta amplitude é fundamental para o direcionamento profissional. Além disso, este setor possui duas grandes áreas de atuação que são totalmente diferentes entre si:

  • Advocacia: responsável por defender o interesse dos clientes com base em leis. Este profissional poderá atuar depois que passar pelo exame da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB).
  • Jurídica: consiste na atuação dos bacharéis em Direito no trabalho de delegados de polícia, defensores públicos, assistentes judiciários, promotores, procuradores e juízes.

E pensando em você, estudante e futuro advogado, decidimos listar as principais áreas do Direito para que esteja bem informado antes de decidir se irá atuar no setor privado ou optará pela carreira pública. Algumas exigem mais especialização, portanto, conhecê-las com antecedência pode ajudá-lo a escolher a melhor pós-graduação em Direito. Confira a seguir!

Principais áreas do Direito no setor público

Ao longo dos anos, a procura por uma vaga no setor público aumentou. Isso porque além da estabilidade profissional, a estabilidade financeira também se torna interessante, já que ao iniciar na carreira pública, a média salarial fica em torno de R$25 mil. É possível ingressar neste ramo por meio de provas de concursos públicos para órgãos municipais, estaduais e federais. Conheça algumas destas opções:

  • Advogado da União
  • Agente da Polícia Federal
  • Analista do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social)
  • Auditor Fiscal do Trabalho
  • Auditor da Receita Federal
  • Defensor Público Federal
  • Delegado da Polícia Federal
  • Diplomata
  • Juiz Federal
  • Procurador da República

Principais áreas do Direito no setor privado

Embora os empregos no setor público sejam mais atrativos no início por proporcionar ganhos salariais altos, a iniciativa privada tem seu destaque por não se prender a um teto salarial exato e limitado, como no serviço público. Listamos os principais campos de atuação que possuem visibilidade no mercado, confira:

  • Direito Ambiental
  • Direito Administrativo
  • Direito Cível
  • Direito Comercial
  • Direito Digital
  • Direito do Consumidor
  • Direito Imobiliário
  • Direito Penal
  • Direito Trabalhista

Além de todas essas alternativas que apresentamos, uma tendência que vem crescendo muito e aumentando o interesse dos bacharéis em Direito, é o investimento no setor de empreendedorismo. Isso porque os profissionais acreditam que o escritório é de fato uma empresa, e não deve apenas prestar serviço da parte jurídica, mas também assuntos como marketing, vendas, gestão, recursos humanos e entre outros.

Que tipo de Advogado ganha mais?

Com tamanha concorrência, se destaca aquele que se especializa em alguma área. Mas qual é a mais adequada para você? Antes de listar as áreas mais bem remuneradas de Direito, é importante salientar que, apenas o diploma da faculdade não basta para exercer a profissão.

Veja também: Fatos interessantes sobre a carreira de Direito.

Todo advogado no Brasil tem que ser autorizado pela OAB para atuar na área, exceto para setores públicos, como delegado, defensor público, entre outros. O Exame da Ordem, é aplicado três vezes ao ano e funciona como um vestibular, mas a prova é totalmente voltada a assuntos jurídicos. Passar neste exame é obrigatório.

Antes de decidir qual caminho seguir, sempre é importante avaliar qual segmento combina mais com seu perfil, o setor que mais se identifica, e também a remuneração, se de fato, vale a pena. Veja a seguir as sete áreas do Direito mais bem pagas do mercado de trabalho.

Advogado Ambientalista

O Advogado Ambientalista trabalha diretamente com a prevenção de riscos ambientais. Além disso, há outras possibilidades de atuação, como: consultoria jurídica do meio ambiente, assessorar prefeituras, trabalhar com certificação ambiental, participar de auditorias ambientais, entre vários outros segmentos.

A faixa salarial deste setor do Direito é de R$5.398, e pode chegar a R$13.699,59.

Advogado Cível

O Direito Cível é um dos ramos mais amplo da profissão, isso porque trata de situações que envolvem a vida em sociedade, como por exemplo, no direito da família, questões contratuais, entre outros. Além disso, o profissional desta área poderá atuar tanto como autônomo ou em escritório.

Os salários para advogados deste segmento possui a remuneração de em média R$4.724,24 e pode atingir o teto salarial de R$11.672,48.

Advogado Empresarial

O Advogado Empresarial tem como principal função, trabalhar com os direitos e deveres da empresa e do empresário. É um dos segmentos mais requisitados, além de ser um dos mais remunerados do setor privado, com a faixa salarial de R$6.484,49 e pode chegar até a R$16.209,34.

Advogado Tributarista

Em resumo, o Advogado Tributarista atua com questões relacionadas a tributos. É imprescindível que ele possua conhecimento sobre todos os impostos, taxas e contribuições estabelecidos pelo governo federal, para assim, orientar e prestar o melhor atendimento aos seus clientes.

O ganho salarial para um advogado deste setor pode chegar até R$14.421,52, e possui a média de R$4.354,32.

Delegado da Polícia

A área de Delegado da Polícia é um segmento de segurança pública que tem ganhado bastante procura na carreira jurídica. Inclusive, a disputa nos concursos públicos dos estados para este setor é um dos mais concorridos e desejados. Este profissional tem como principal função cuidar das investigações de interesse nacional.

Por ser um setor público, a média salarial varia de acordo com cada estado, mas fica entre R$7.000 como valor inicial, podendo atingir o teto salarial R$14.000.

Diplomata

O diploma atua nas relações do Brasil com os demais países. Ele é responsável por apresentar e representar os interesses nacionais através de negociações, reuniões e assembleias internacionais. Uma das vantagens desta profissão é a possibilidade de viver e conhecer diversos lugares e culturas, já que um dos principais papéis é prestar serviços aos brasileiros que moram no exterior.

Embora os ganhos para um diplomata não sejam ruins, com média de R$19,199,06, o que chama mais atenção nesta carreira é a estabilidade e perspectiva de crescimento.

Promotor de Justiça

O Promotor de Justiça exerce um papel social muito importante. Ele é responsável por zelar pelos direitos e interesses coletivos da sociedade por meio de instauração de inquéritos civis e ações civis públicas.

O salário para este profissional do setor público ultrapassa facilmente a faixa de R$30.000, e sofre variações entre regiões, mas a média salarial no Brasil é de R$25.021.

As remunerações variam bastante entre uma área e outra, tanto para cargos públicos quanto privados. Mas tenha em mente que, os ganhos financeiros são sempre relativos, afinal, deve-se levar em consideração o tempo de experiência, conhecimento do profissional e o local de trabalho.

Gostou deste artigo? Continue acompanhando os conteúdos do blog do Pravaler para se manter bem informado. Até a próxima!

600x158 Direito
Texto escrito por: PRASABER
x

As principais notícias sobre educação na sua caixa de e-mail. Cadastre-se já!

Saiba mais

Pesquisar

Artigos Relacionados

X Assine nossa newsletter