Regras do Enem 2019: O que levar no dia da prova

Regras Do Enem 2019 O Que Levar E Fazer No Dia Da Prova Do Enem

Por PRASABER

Regras do Enem 2019: O que levar no dia da prova

Se você não sabe o que levar para o Enem, então vale a pena conferir este conteúdo. Reunimos aqui as informações mais relevantes sobre o tema, além de algumas dicas que podem ajudar você a se preparar melhor para a prova.

É importante ter atenção ao que o edital estabelece porque assim você diminui os riscos de eliminação e aumenta as suas possibilidades no exame.

O Enem acontece em dois dias e por ser uma prova longa e trabalhosa, exige um entendimento maior por parte de quem pretende ter sucesso no fim do processo. Sendo assim, siga conosco e acompanhe o conteúdo. As informações serão fundamentais para ajudá-lo.

Saiba são as regras do Enem 2019

Quais são as exigências

As exigências são o documento de identificação com foto, que será apresentado antes da sua entrada na sala de aula. Esse documento pode ser o RG, a carteira nacional de habilitação, o passaporte ou a carteira de trabalho. Também é possível levar um boletim de ocorrência que comprove que você teve seu documento roubado, caso ele seja o único que você possua.

Além disso, o candidato deve levar uma caneta preta de tubo transparente. Não serão aceitas cores diferentes ou que não sejam do tipo esferográfica. Isso acontece porque o sistema onde é realizada a leitura óptica do cartão de respostas só é capaz de identificar essa cor. O ideal é o candidato ter consigo ao menos uma caneta reserva para evitar contratempos.

Esses são os únicos itens obrigatórios para a prova do Enem.

O que é opcional

É bom levar o seu cartão de inscrição do Enem. Nele devem estar contidas todas as informações mais relevantes sobre a sua participação no exame, sendo assim, ele pode ser útil para ajudar você caso algo dê errado, como você perder o endereço da prova ou ter dificuldade para encontrar a sala de aula reservada para o seu exame.

Além disso, é possível também levar a própria água em uma garrafa transparente. Isso é indicado para que você não perca tempo tendo que se levantar cada vez que sentir sede.

Barras de chocolate, de cereais e biscoitos também são permitidos, assim como frutas, que são indicadas por poderem ser mais facilmente consumidas do que certos produtos industrializados que vêm dentro da embalagem.

Tenha cuidado: a pausa para a alimentação deve ser estratégica na sua prova. Ela deve ser o momento em que você recarrega as energias e, caso haja tempo, descanse um pouco a mente durante alguns minutos para então retomar as atividades. Por isso, evite alimentos pesados porque eles podem deixar o seu raciocínio mais lento e evite também alimentos que demorem mais tempo para serem consumidos, pois isso pode atrasar você.

Em resumo, você pode comparecer ao exame do Enem portando o seu cartão de inscrição, uma garrafa transparente com água e alimentos. Não conte com a distribuição desses itens na entrada para o exame, embora isso seja comum. Leve-os consigo desde casa para garantir o que precisa.

De maneira geral, o mais importante é que, na escolha do que levar, você priorize o que pode trazer agilidade na sua prova, procurando levar somente aquilo que não vai causar problemas junto ao fiscal e que não vai atrasar você durante o exame.

O que não pode levar

Cuidado com o uso de smartphones e outros aparelhos eletrônicos em qualquer prova de vestibular. Você pode até levar o seu celular e deixá-lo no seu bolso, mas é importante se lembrar de desligá-lo antes de entrar na sala de aula. Caso aconteça de ele tocar, você poderá ser eliminado. O Enem é bem rigoroso em relação a isso.

Fique atento a essa regra e, se possível, evite qualquer risco simplesmente não levando o aparelho para a prova. Caso seja inevitável, o ideal é ter todo o cuidado do mundo e desligar o celular antes de ir para a sala. Isso vale para qualquer tipo de aparelho eletrônico, como relógios, por exemplo.

Também não é permitido levar lápis ou lapiseira, borracha, apontador e régua, apenas a caneta de tinta preta para fazer a prova. Em relação ao rascunho, será possível usar a própria folha de prova, sendo assim, você não precisará levar folhas extras para isso.

Vale lembrar que entre os documentos oficiais aceitos estão aqueles que permitem a identificação do candidato por foto, sendo assim, o título de eleitor não será aceito, assim como qualquer outro documento de identidade que não tenha foto.

É proibido também fazer a prova com chapéus, bonés e similares. Além disso, evite entrar na sala de prova com livros, cadernos e qualquer outro tipo de material dessa natureza.

Como se preparar para a prova

O mais importante é que você esteja confortável para responder as questões do exame. Para tanto, o ideal é investir em uma boa preparação, não apenas em relação ao conteúdo da prova, mas também em relação às exigências físicas que ela impõe. O Enem é uma prova longa que muitas vezes vence o aluno pelo cansaço. Sendo assim o ideal é que você tenha o mínimo de familiaridade com esse tipo de avaliação.

Para conseguir isso, é preciso praticar. Faça simulados ao longo do ano, procurando adaptar o seu corpo a provas com esse perfil.

Você pode usar a semana anterior do Enem para almoçar sempre no mesmo horário correspondente ao que terá disponível no dia da prova, de tal forma que o seu organismo não estranhe se for necessário mudar radicalmente a sua rotina. Também é importante ter atenção aos seus hábitos para que a prova do Enem não os altere muito.

Não deixe de usar uma roupa leve que não vá gerar desconforto em você no momento do exame. Pensar nisso também faz sentido porque roupas apertadas demais ou muito quentes podem criar uma dificuldade a mais.

Quanto à prova, confie no que aprendeu ao longo de sua preparação. Não adianta fazer uma imersão às vésperas do exame porque isso só tende a te deixar cansado e aumentar a pressão por um bom desempenho. Assim, ao menos no dia anterior, relaxe, procure chegar descansado no dia da prova, pois isso também poderá ser um diferencial em relação aos seus concorrentes que podem estar muito nervosos.

O que fazer no dia da prova

Organize-se para cumprir os horários. Você tem uma hora entre a abertura dos portões e o seu fechamento. Não deixe para sair na última hora, por mais que você more ou esteja próximo do seu local de prova.

Uma vez dentro da sala, assim que você receber o caderno de questões, não deixe se certificar de que ele está completo, pois caso alguma pergunta esteja em falta ou o caderno apresentar qualquer problema gráfico, você ainda terá como recorrer ao aplicador da prova para resolver.

Não deixe também de respeitar regras como permanecer o tempo mínimo de duas horas dentro da sala e sair até 30 minutos antes de seu encerramento para poder levar consigo o caderno de questões. Para isso também é necessário que você fique até às 18h30 no primeiro dia e 18h no segundo dia de prova.

O financiamento estudantil

O Enem é importante para que você tenha como ingressar em uma boa faculdade, uma vez que grande parte delas usa esse sistema para selecionar seus novos alunos. Assim, uma boa nota no exame costuma ser o que o aluno precisa para começar sua trajetória profissional. Por esse motivo, ano após ano os exames são extremamente disputados.

Além disso, o Enem também é requisito para quem almeja o financiamento estudantil por meio do FIES, programa do governo federal controlado pelo Ministério da Educação. É preciso que o participante tenha obtido uma média de ao menos 450 pontos no exame para ter como participar do programa, além de nota acima de zero na prova de redação.

O FIES é um dos programas de financiamento estudantil mais conhecidos do país, assim como o PRAVALER. Saiba mais sobre ele na sequência.

O PRAVALER

Se o FIES é um programa público de crédito estudantil, o PRAVALER é um programa privado. Justamente por isso, ele conta com uma série de características que o difere do FIES, tornando mais facilitado o acesso do participante.

No PRAVALER não é necessário usar a nota do Enem, assim, mesmo que você não tenha se saído bem no exame ou se por algum motivo não tenha feito a prova, ainda é possível conseguir o seu financiamento, bastando estar matriculado em uma instituição participante. Existe uma grande variedade delas, incluindo algumas das mais importantes do país.

Outro aspecto que diferencia o PRAVALER: ele não se restringe a cursos de graduação, contemplando também estudantes de diferentes tipos de cursos de pós-graduação. Também é válido lembrar que, enquanto o FIES é exclusivo para quem atua no modelo presencial, o PRAVALER oferece crédito para alunos de cursos semipresenciais e de ensino a distância, cada vez mais populares no país.

Para saber mais sobre o programa e fazer a sua simulação, confira agora mesmo as possibilidades que ele apresenta.

Agora que sabe o que levar para o Enem, confira também o que é preciso estudar para fazer o exame.

Compartilhar
Categoria: Enem

Quero receber notícias do PRAVALER

Preencha o campo abaixo com seu e-mail e fique sabendo tudo sobre o PRAVALER em primeira mão.