Saiba mais sobre o curso de Museologia

Por useradmin

Saiba mais sobre o curso de Museologia

Os museus surgiram com o hábito humano do colecionismo. Inicialmente, eram coleções de pessoas ricas ou instituições de arte. São casas que abrigam a história, a arte e a ciência, voltadas para o conhecimento e a educação de seus visitantes.

Incialmente, não eram organizados. Mas aos poucos, foram se aperfeiçoando e desenvolvendo técnicas de conservação e exposição, área de estudo e trabalho dos museólogos.

O profissional do curso de museologia cuida da preservação, documentação, conservação e proteção de qualquer material cultural ou histórico, podendo trabalhar em museus, centros culturais, bibliotecas, galerias de arte, arquivos, universidades e até em escolas. Pode também dar consultoria a projetos e instituições vinculadas à preservação ou difusão de obras e objetos culturais ou históricos.

O curso de Museologia

O curso de Museologia é focado em técnicas de restauração, acondicionamento, conservação e documentação, mostrando as responsabilidades do museólogo, como a salvaguarda do acervo, planejamento e apresentação das exposições, desenvolvimento de programas educativos, a defesa do patrimônio em todos as suas formas e âmbitos, o compromisso com os ideais éticos, o respeito aos seres vivos e a diversidade cultural.

Possui disciplinas voltadas à conservação de acervos, documentação museológica, colecionismo e gestão de museus, além de aulas na área das Ciências Humanas, como História da Arte e Antropologia, para uma formação acadêmica sólida. Também há aulas práticas, como construção de maquetes, catalogação de acervos e montagem de exposições.

O tempo médio do curso é de quatro anos (oito semestres).

Mercado de Trabalho

O Brasil possui hoje aproximadamente 3 mil museus e a demanda do profissional de museologia tende a crescer graças a iniciativas incentivadoras como a Política Nacional de Museus, de 2009. Houve uma grande reestruturação na área de museologia com o Estatuto do Museu, que definiu regras para preservação, conservação e restauração dos acervos. Junto foi criado o Instituto Brasileiro de Museus (Ibram), vinculado ao Ministério da Educação, que coordena a Política Nacional de Museus. O Governo Federal visa aumentar a visitação, arrecadação e a preservação de arquivos.

Há grande demanda em São Paulo e Rio de Janeiro por sua concentração maior de áreas culturais e educativas. Na Bahia e em Minas Gerais, há boas ofertas para os museólogos por sua tradição e valores de preservação da história. As principais habilidades procuradas são catalogação e classificação de acervos, conservação e montagem de exposições. Há propostas para a criação de instituições em municípios pequenos, favelas, áreas quilombolas e indígenas.

Os museólogos podem trabalhar também em ações culturais e documentais, catalogação, promoção de exposições, pesquisas, campos arqueológicos, restauração e até mesmo em memórias empresariais.

A profissão de museólogo é regularizada no país pela Lei Federal n⁰ 7.287, de 18 de dezembro de 1984, e seus direitos são garantidos pelo Conselho Federal de Museologia.

Faculdades

As principais universidades que oferecem o curso de Museologia são: UFBA (BA), UniRio (RJ), UnB (DF) e UFRGS (RS). Apesar de uma aparente desvalorização o mercado, está se tornando favorável, ainda mais com várias faculdades abrindo seus cursos e viabilizando a profissão.

Se você deseja conhecer um pouco mais sobre as profissões mais interessantes da atualidade, continue acessando o nosso blog. Até a próxima!

Compartilhar
Categoria: Cursos

Quero receber notícias do PRAVALER

Preencha o campo abaixo com seu e-mail e fique sabendo tudo sobre o PRAVALER em primeira mão.