O que é o Sisu? Como funciona?


Já pensou que legal fazer apenas a prova do Enem e poder concorrer de uma só vez às vagas de várias universidades públicas do Brasil? Isso já é possível graças ao Sistema de Seleção Unificada (Sisu). Trata-se de um sistema idealizado pelo Ministério da Educação (MEC) que permite que instituições públicas de ensino superior selecionem seus alunos tendo como base a prova feita no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). É como se o Enem se tornasse um grande vestibular unificado que possibilita a entrada em diversas instituições. Gostou? Então saiba mais e veja como participar.

Como funciona do Sisu

O Sisu recebe inscrições de pessoas do Brasil todo que tenham interesse em cursar uma graduação em universidade pública. Para poder participar, a pessoa precisa ter feito o Enem.

O processo de inscrição é virtual e pode ser feito por pessoas das mais diferentes idades e de qualquer região do Brasil. Cada candidato pode escolher até duas opções entre as vagas ofertadas pelas instituições participantes do Sisu, sempre sendo a primeira a sua preferência.

Dentre as vagas disponíveis no Sisu, algumas são para cotas, como estabelece a Lei nº 12.711/2012. Vale lembrar que as universidades, embora entrem no Sisu e ofereçam vagas nele, continuam com seus vestibulares. Por isso, mesmo que você participe e não consiga entrar pelo Sisu, ainda pode tentar o vestibular, no qual estarão disponíveis vagas reservadas para esse tipo de seleção.

Uma das particularidades muito interessante do Sisu é que enquanto as inscrições não encerram, o candidato podem alterar os locais e até o curso pretendido quantas vezes quiser. A última opção é a que será considerada no processo de seleção.

Seleção do Sisu

Depois de encerrado o prazo de inscrição, o sistema automaticamente compara as notas do Enem das pessoas que se candidataram às vagas. Com isso, consegue classificar os candidatos com a melhor pontuação.

Os candidatos classificados dentro do número de vagas ofertadas pelo Sisu em cada curso serão considerados aprovados e poderão ocupar a vaga. Caso a pessoa tenha nota suficiente para assumir a vaga tanto na primeira quanto na segunda opção de curso, é a primeira opção que vai valer. Os aprovados serão chamados para realizar a matrícula e, caso não compareçam, perderão a vaga e não terão o direito de assumir a oportunidade da segunda opção.

Já as pessoas que não conseguiram vaga na primeira opção e são chamadas para a segunda opção de curso têm mais uma chance. Elas podem resolver fazer a matrícula no curso que foi a sua segunda opção e participar da lista de espera no curso que escolheram como primeira opção do Sisu. Para isso, devem comunicar o interesse.

Candidatos que não foram selecionados nem para a primeira e nem para a segunda opção do Sisu também podem participar da lista de espera. Assim, o Sisu torna-se uma forma interessante e diferenciada de ingresso no ensino superior.

Caso deseje mais opções sobre como entrar na universidade, acesse o site do Portal PRAVALER e veja mais informações sobre universidades de todo Brasil.

Ficou interessado em participar do Sisu? Então, faça a prova do Enem e fique atento aos próximos períodos de inscrição. Não se esqueça de deixar um comentário aqui para a gente, contando qual o curso que você vai escolher! 

Compartilhar
Categoria: Sisu
Tags: ENEM ENEM 2019

Pesquisar

Quero receber notícias do PRAVALER

Preencha o campo abaixo com seu e-mail e fique sabendo tudo sobre o PRAVALER em primeira mão.