Vestibular UERJ – Como é o vestibular na instituição

Entre os exames mais disputados do país certamente está o vestibular UERJ. O que justifica isso é a constante participação da Universidade do Estado do Rio de Janeiro entre as primeiras posições nas listas das melhores do Brasil e da América Latina. No ano de 2017, por exemplo, a UERJ foi considerada a vigésima com a melhor qualidade do continente no ranking da Times Higher Education.

Destaque especial para a empregabilidade e a pesquisa científica, dois dos pilares da instituição ao longo dos anos.

Por isso, a UERJ tem um dos vestibulares mais disputados do Brasil. Saiba mais sobre ele e como é possível se preparar melhor.

Como é o vestibular da UERJ

A informação mais importante para o candidato é que a UERJ não está entre as instituições que preenchem vagas via Sisu, usando as notas do Enem, sendo uma das faculdades públicas que optam por um caminho próprio na seleção de seus alunos.

Isso acontece porque o sistema utilizado pela UERJ que é anterior ao novo Enem, é bastante consolidado, sendo considerado um dos mais práticos não só no estado do Rio de Janeiro, como também no Brasil todo. Além disso, trata-se de um exame marcado pela interdisciplinaridade, que é justamente aquilo que o MEC busca com a prova do Enem. Na prática, os dois exames são até parecidos, o que simplifica a preparação do aluno. Entretanto, é preciso ter atenção a algumas exigências.

Vestibular 2020

A UERJ exige duas etapas em sua avaliação: na primeira acontece o exame de qualificação e na segunda, o exame discursivo. Como o exame de qualificação pode ser feito em duas datas diferentes, cabe ao candidato decidir que se faz a primeira prova, a segunda ou as duas, caso seja de seu interesse.

A vantagem é que se o candidato não tiver obtido um bom desempenho na primeira tentativa, ele ainda tem uma segunda chance para melhorar a nota. O resultado a ser considerado será a maior das duas notas.

Para participar da segunda fase, a única obrigatoriedade é ter participado de ao menos uma das fases do vestibular e ter obtido a classificação.

É preciso acessar o site da instituição para se inscrever nos exames. A partir de então, o estudante pode emitir o Cartão de Confirmação de Inscrição, que funcionará como o comprovante formal do registro. Nele serão apresentadas informações a respeito de horários e local de prova.

O que estudar para o vestibular UERJ

A duração do exame de qualificação é de 4 horas, com questões de múltipla escolha divididas por áreas. São elas:

  • Linguagens, com Língua Portuguesa, Literatura e Língua Estrangeira;
  • Matemática, com Aritmética, Álgebra, Geometria e Estatística;
  • Ciências da Natureza, com Biologia, Física e Química e;
  • Ciências Humanas, com História, Geografia, Sociologia e Filosofia.

O candidato também tem as leituras obrigatórias, sendo uma para cada exame de qualificação e duas para o discursivo, com uma exclusiva para a prova de redação.

A pontuação da primeira fase segue a seguinte tabela:

Pontuação A Pontuação B Pontuação C Pontuação D Pontuação E
Quem acerta mais de 70% da prova ganha 20 pontos. Quem acerta entre 60% e 70% da prova ganha 15 pontos. Entre 50% e 60% de acertos, o aluno ganha 10 pontos. Entre 40% e 50%, o aluno ganha 5 pontos. Quem acerta menos de 40% é reprovado.

A prova discursiva, portanto, é restrita a quem tiver obtido pontuação A, B, C ou D.

Consequentemente, o candidato deve novamente acessar a página da instituição para fazer sua inscrição na segunda fase do vestibular. A dica é ter atenção ao calendário oficial da UERJ para não correr riscos em relação aos prazos. O fato de ter participado da primeira fase e mesmo de ter ido bem não garante a sua participação na última etapa. É importante ter cuidado, uma vez que a UERJ realiza sua seleção apenas uma vez por ano.

Somente na segunda fase é que o candidato pode optar pelo sistema de cotas, caso tenha o direito.

A segunda fase consta de uma prova de redação para todos os participantes, mais duas provas específicas que dependem do curso pretendido pelo candidato. No fim, é preciso somar a pontuação nessas 3 provas, o que disponibiliza 80 pontos no total. A esse resultado será somada a pontuação obtida na primeira fase (máximo de 20 pontos).

Atenção para o peso das provas de segunda fase: uma delas obrigatoriamente tem peso 2 enquanto outra delas e a redação têm peso 1. Caso tire zero em qualquer das provas, o aluno é eliminado do concurso.

Simulados para o vestibular da UERJ

A preparação para o exame da UERJ pode ser intensificada com os simulados e gabaritos que a própria instituição oferece em seu site. Basta fazer o download e simular as provas de 2018 e 2019, respeitando critérios como o tempo e tudo o mais que é exigido no exame oficial. Essa é uma boa dica para você se preparar bem e atingir melhores resultados.

Além disso, é possível conferir também a revista eletrônica do vestibular da UERJ, onde o aluno tem informações sobre os exames e acesso a questões comentadas, o que pode ser útil para entender melhor os critérios de avaliação adotados.

Datas para o vestibular na UERJ

A instituição divulgou no mês de março de 2019 as datas para o seu próximo vestibular, o de 2020, bem como as obras literárias que serão exigidas no teste.

As inscrições para o primeiro exame de qualificação podem ser feitas entre 10 de abril a 13 de maio, com a prova marcada para o dia 9 de junho. A obra exigida é “Hora de alimentar serpentes”, da autora Marina Colasanti.

Para a inscrição no segundo exame, ficam reservadas as datas de 16 de julho a 18 de agosto, com a aplicação da prova no dia 15 de setembro. O livro indicado é “Gota D’água”, de Chico Buarque de Holanda e Paulo Pontes.

A segunda fase, ainda com datas não confirmadas, está prevista para o dia 1º de dezembro de 2019. Entretanto, as obras já estão definidas. São elas:

  • “Vidas Secas”, de Graciliano Ramos, para a redação;
  • “Antes de Nascer o Mundo”, de Mia Couto, para Língua Portuguesa e Literaturas.

Fique atento ao site oficial e não perca as datas. É importante ressaltar que a perda dos prazos também gera eliminação.

Como se inscrever no vestibular

Primeiro é necessário conferir as datas divulgadas em edital. A primeira inscrição é no exame de qualificação. Você pode fazer uma ou duas provas, devendo sempre se inscrever no site da UERJ para garantir a sua participação. Uma vez aprovado, você deve novamente acessar o sistema e efetivar a sua inscrição. O curso é de R$ 60, mas é possível pedir a isenção.

Resultado do vestibular

Toda vez que uma fase termina, as provas são analisadas pelos examinadores e os resultados, divulgados no site oficial da instituição, de acordo com o calendário publicado em edital.

Vestibular 2019

A última edição do exame reuniu cerca de 60 mil estudantes no primeiro dia de prova. Ela terminou no dia 2 de dezembro de 2018. No mesmo dia, o gabarito oficial foi publicado no site da UERJ. Já a divulgação das notas aconteceu no dia 20 de dezembro e o resultado final saiu no dia 19 de janeiro de 2019.

Seguindo essa tendência, é possível que o vestibular de 2020, que é o que vem sendo trabalhado ao longo de 2019, também se encerre até o final de janeiro do próximo ano.

Na última edição, as pré-matrículas começaram já no dia 22 de janeiro e foram até o dia 24 do mesmo mês. Essa fase corresponde à entrega dos documentos oficiais exigidos para a inscrição e a manifestação de interesse na vaga. Os critérios seguiram a ordem alfabética, com os candidatos com as iniciais entre A e F se apresentando no dia 22, com iniciais entre G e N, no dia 23 e com iniciais entre O e Z, no dia 24.

Cursos mais concorridos

De acordo com os resultados dos últimos anos, temos um parâmetro a respeito da concorrência da nova edição do vestibular. No ano de 2019, a relação candidato/vaga de Medicina foi de 77,02. Relações Internacionais teve um índice de 20,53 e Jornalismo, 15,92. Foram os três cursos mais disputados no concurso.

Em resumo, o vestibular da UERJ é um dos mais importantes do país. Não por acaso, ele é desenvolvido de maneira a selecionar da melhor maneira possível os candidatos.

A dica final é ter atenção ao funcionamento da prova. Evite perder datas, procurando compreender as principais exigências, como a articulação entre as notas de primeira e segunda fase. No geral, o que a UERJ pretende com seu sistema próprio é privilegiar o candidato bem preparado, evitando aprovações em virtude dos chamados “chutes”. Sendo assim, procure estudar com calma e foco para ter um bom desempenho no exame.

Quer saber também sobre o Enem e como se preparar para ele? Então confira o nosso guia completo.

Quero receber notícias do Pravaler

Preencha o campo abaixo com seu e-mail e fique sabendo tudo sobre o Pravaler em primeira mão.