Técnico em Nutrição – saiba tudo sobre a profissão Técnico em Nutrição – saiba tudo sobre a profissão

Técnico em Nutrição – saiba tudo sobre a profissão

A área da saúde é um mercado de trabalho muito amplo, mas que tem um único propósito: manter o bem-estar e qualidade de vida do paciente. No segmento da nutrição não é diferente! É a partir do cuidado nas refeições e alimentos consumidos diariamente, que o profissional garante mais saúde e vitalidade às pessoas.

As atividades de um profissional de nutrição podem ser desempenhadas por um nutricionista ou por um técnico em nutrição e dietética. No entanto, mesmo com atribuições parecidas, as profissões contam com algumas particularidades e responsabilidades diferentes.

Quer trabalhar na área de nutrição, mas procura soluções de formação mais rápidas e com o mesmo nível de qualidade de ensino? Então considere fazer um curso técnico! Continue com a gente e confira tudo sobre o curso técnico em nutrição e dietética 😊

O curso técnico em nutrição

Assim como um nutricionista, o técnico em nutrição promove a saúde e segurança alimentar de um indivíduo através de uma alimentação regular e saudável. Com atividades direcionadas às questões operacionais da área, o profissional é apto para o desenvolvimento de programas de educação alimentar humana, de grupos sadios ou enfermos que estejam em qualquer fase do ciclo da vida.

Com conhecimento focado em áreas específicas da nutrição, o técnico também desenvolve a capacidade parra planejar, fazer o manejo e coordenar processos de produção alimentícia, bem como fazer avaliação nutricional de produtos. Vale destacar que a sua atuação acontece sempre sob a supervisão de um nutricionista, garantindo total segurança na análise e diagnóstico nutricional.

Como funciona o curso técnico em nutrição?

O curso técnico em nutrição é dividido entre disciplinas teóricas e práticas com o objetivo de capacitar o aluno para a análise e preparação alimentar humana, contribuindo com o controle de qualidade no cardápio de um indivíduo ou de uma série de produtos.

A partir do curso, o estudante se torna apto para realizar estudos de necessidades nutricionais individuais ou coletivas, faz o acompanhamento e orientação de procedimentos culinários e preparação de refeições, além de conduzir o transporte e distribuição de alimentos.

Também são atribuídos ao curso técnico de nutrição a aplicação de métodos de pesagem de pacientes e procedimentos para mensuração de dados corporais, para subsidiar a avaliação nutricional. Além disso, o profissional também avalia as dietas de rotina a partir das prescrições dietéticas de cada paciente.

Quem pode fazer um curso de técnico em nutrição?

Assim como boa parte dos cursos técnicos, para se matricular em um curso de nutrição o estudante deve ter 16 anos e concluído ou estar cursando o segundo ano do ensino médio regular.

Áreas de atuação

A atuação do técnico em nutrição envolve o acompanhamento, orientação e supervisão de atividades relacionadas a alimentação individual ou coletiva. Por esse motivo, as áreas que possibilitam a atuação do profissional são amplas e diversas.

De acordo com o Catálogo Nacional de Cursos Técnicos (CNCT), divulgado pelo Ministério da Educação (MEC), as áreas de atuação de um técnico em nutrição são:

  • Indústrias alimentícias;
  • Restaurantes industriais e comerciais;
  • Cozinhas experimentais;
  • Agroindústria;
  • Panificadoras e confeitarias;
  • Hotéis e spas;
  • Creches e escolas;
  • Redes de supermercados;
  • Hospitais;
  • Clínicas de longa permanência.

Vale destacar que o Conselho Federal de Nutricionistas (CFN), através da Resolução de nº227/1999, complementada pela Resolução nº 312/2003, determina que tanto profissionais graduados em nutrição quanto formados em técnico em nutrição precisam obrigatoriamente ser filiado ao Conselho Regional de Nutrição de seu Estado para atuar na profissão regulamente.

Tipos de cursos

Hoje, os cursos técnicos dedicados à nutrição contam apenas com aulas presenciais. Já algumas universidades disponibilizam o curso superior em nutrição também na modalidade semipresencial ou até mesmo EAD.

Entenda um pouquinho como funciona as modalidades de ensino e veja qual combina mais com o seu perfil:

EAD

As aulas de EAD acontecem em uma plataforma chamada Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA), com encontros presenciais apenas para as avaliações, que ocorrem de 1 a 2 vezes por semestre. Vale destacar que em algumas instituições, as provas e apresentações de seminários também acontecem via internet.

O estudante pode escolher os melhores dias e horários para os seus estudos, acompanhando aulas ao vivo previamente marcadas e realizando atividades no seu tempo livre.

Semipresencial

Os cursos semipresenciais são conhecidos como cursos híbridos, uma vez que nessa modalidade acontece a mistura do ensino EAD com o ensino presencial.

 Para um curso ser considerado semipresencial, é necessário que, ao menos, 20% da carga horária seja destinada para aulas a distância. Os encontros presenciais ocorrem de 1 a 2 vezes por semana, dependendo da instituição de ensino.

Presencial

O estudante na modalidade presencial tem aulas frequentes que podem ser em dias diferentes ou durante todos os dias da semana. A carga horária costuma ser mais alta, já que é necessário a presença do aluno na instituição de ensino.

As atividades e provas são realizadas na instituição de ensino e, para conseguir aprovação nas matérias, é necessário ter 70% de frequência mínima nas aulas, além das notas mínimas estipuladas pela escola

Qual o salário de um técnico em nutrição?

A média salarial de um técnico em nutrição varia de acordo com e empresa e região em que atua. No entanto, o salário do profissional dessa área chega de R$1.400,00 a R$1.700,00.

Onde fazer curso técnico em nutrição?

Curso técnico presencial

  • Escola Técnica Estadual (ETEC);
  • Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac);
  • IFMUSP;
  • Método Centro de Ensino Técnico;
  • Centro de Ensino Técnico Paulo Freire.

Duração média de um curso técnico em nutrição?

De acordo com o CNCT do Ministério da Educação, o curso de técnico em nutrição deve contar com, pelo menos, 1.200 horas de aula. Cada instituição conta com um formato para aplicação das aulas, mas a média é que o curso dure cerca de 2 anos até a formação do estudante.

Diploma e certificado

O estudante que concluir, com aprovação em todas as matérias que compõe a grade curricular, o curso técnico em nutrição em uma instituição reconhecida pelos órgãos regulatórios, receberá um certificado com validade e possibilidade de atuação nacional.

Possibilidades de certificação intermediária

Há também a possibilidade uma certificação intermediária:

  • Atendente de Nutrição;
  • Lactarista.

Possibilidades de especialização técnica

A CNCT ainda apresenta algumas opções para novas possibilidades de especialização para quem optar pelo curso técnico de nutrição:

  • Especialização técnica em gastronomia hospitalar;
  • Especialização técnica em alimentação ortomolecular.

Possibilidades de verticalização para cursos de graduação superior

Para quem quer fazer o curso técnico, mas está de olho em uma graduação, existem muitas possibilidades de verticalização da área:

Quero receber notícias do PRAVALER

Preencha o campo abaixo com seu e-mail e fique sabendo tudo sobre o PRAVALER em primeira mão.