AVALIAÇÕES DO MEC
Universidade
Curso

Curso de Engenharia de Produção Universidade UNIS

Faça o Curso de Engenharia de Produção Universidade UNIS com mensalidades que cabem no seu bolso.

Se preferir, FAÇA UMA SIMULAÇÃO no nosso aplicativo, clicando aqui. Disponível, por enquanto, somente no Google Play.

Sobre o Curso


exibir mais

exibir menos

É um profissional curioso e adora saber como as coisas ao seu redor foram feitas?

Os engenheiros de produção estudam para compreender a ciência dos materiais e relacioná-la à fabricação industrial. Isso envolve conhecer procedimentos, que vão desde as ligas ferrosas até tratamentos térmicos.

Esses profissionais, em alguns casos, precisam conhecer as fases de transformação dos materiais. Isso quer dizer, que precisam compreender propriedades básicas de química e física de matérias-primas como: aço, cobre, ferro, alumínio entre outros.

No caso de atuar em linhas de produção que envolvem materiais eletrônicos, devem compreender semicondutores, materiais dielétricos, mecanismos de polarização e materiais supercondutores. Os materiais e suas aplicações podem incluir inúmeros outros tipos de materiais, como fibras, cerâmicas, ligas de base, vidros metálicos, cristais líquidos e metais e plásticos reforçados.

Titulação: Bacharelado em Engenharia de Produção

Duração do Curso

Semestres: 10

Anos: 5

Turnos

Noturno

Tipos de Graduação

Presencial

Formas de pagamento

Sem Juros

Menor Parcela

SIMULADOR

Saiba até quanto você pode financiar

Qual é a sua renda?

R$

Qual é a renda do seu garantidor?

R$
Você pode financiar um curso com mensalidade de até:

R$ 453,64

sujeito a análise de crédito e outras
comprovações
QUERO ME CADASTRAR

Dúvidas Frequentes

1. O curso de Engenharia de Produção da Universidade UNIS é reconhecido pelo MEC?

Sim, o curso de engenharia de produção é reconhecido pelo MEC e possui nota 3.

2. Qual a grade curricular do curso de Engenharia de Produção da Universidade FASS?

A grade curricular do curso de Engenharia de Produção da Universidade UNIS é dividida da seguinte forma:

  • Álgebra Linear
  • Administração
  • Automação Industrial
  • Ciência e Tecnologia dos Materiais
  • Ciências do Ambiente
  • Comunicação e Expressão
  • Controle de Estoques
  • Custos Industriais
  • Cálculo Diferencial e Integral I
  • Cálculo Diferencial e Integral II
  • Cálculo Diferencial e Integral III
  • Cálculo Numérico
  • Desenho Técnico I
  • Desenho Técnico II
  • Desenho de Equipamentos
  • Elementos de Transmissão Mecânica
  • Eletrotécnica
  • Engenharia Econômica
  • Engenharia do Produto
  • Estatística Aplicada I
  • Estatística Aplicada II
  • Estatística
  • Estratégia Organizacional
  • Estruturas II
  • Estágio Supervisionado I
  • Estágio Supervisionado II
  • Ética e Sociedade
  • Fundamentos de Produção I
  • Fundamentos de Produção II
  • Física I
  • Física II
  • Física III
  • Geometria Analítica
  • Gestão Ambiental
  • Gestão Empreendedora
  • Gestão da Manutenção
  • Gestão de Informação e Tecnologia
  • Gestão de Projetos
  • Higiene e Segurança no Trabalho
  • Higiene e Segurança no Trabalho
  • Instrumentos e Sistema de Medida
  • Introdução à Engenharia de Produção
  • Laboratório de Materiais
  • Logística e Suprimentos
  • Matemática
  • Mecânica dos Fluidos
  • Mecânica
  • Metodologia Cientifica
  • Negócios Internacionais
  • Optativa I
  • Optativa II
  • Optativa
  • Pesquisa Operacional
  • Planejamento e Controle da Produção
  • Processos de Fabricação I
  • Processos de Fabricação II
  • Programação de Computadores
  • Projeto Interdisciplinar de Curso I
  • Projeto Interdisciplinar de Curso II
  • Projeto Interdisciplinar de Curso III
  • Projeto Interdisciplinar de Curso IV
  • Projeto Interdisciplinar de Curso V
  • Projeto Interdisciplinar de Curso VI
  • Projeto Interdisciplinar de Curso VII
  • Projeto Interdisciplinar de Curso VIII
  • Qualidade
  • Química
  • Racionalização Industrial
  • Resistência dos Materiais
  • Simulação de Sistemas Produtivos
  • Trabalho de Conclusão de Curso I
  • Trabalho de Conclusão de Curso II

3. Qual a média salarial de um profissional formado em Engenharia de Produção?

A engenharia de produção está entre as profissões mais bem pagas do Brasil, com salários iniciais acima dos R$ 4.000,00

O levantamento de salários do Datafolha para a indústria na cidade de São Paulo e região metropolitana, indica a média salarial de alguns cargos que podem ser ocupados por engenheiros de produção nesse setor:
  • Chefia de controle de qualidade: R$ 7.619
  • Chefia de produção: R$ 7.4.79
  • Coordenador de projetos de sistemas: R$ 11.000
  • Supervisor de engenharia: R$ 7.224
  • Gerente de controle de qualidade: R$ 11.865
  • Gerente industrial: R$ 13.788
  • Gerente de planejamento e controle de produção: R$ 15.584
  • Gerente de projetos: R$ 14.136
  • Gerente de engenharia e projetos: R$ 16.103
  • Diretor industrial: R$ 29.926

4. Quais os objetivos do curso de Engenharia de produção da universidade UNIS?

É de suma importância que os alunos adquiram conhecimento dos princípios de manufatura enxuta, que incentivam a eliminação de resíduos e redução de custos. Com diploma de bacharelado, podem cursar programas de pós-graduação, mestrado e doutorado, caso queiram trabalhar com docência, pesquisa e/ou ensino;

No geral, engenheiros de produção atuam em organizações de manufatura e normalmente não precisam de uma licença para trabalhar. Em casos de empresas com contratos governamentais, podem exigir uma licença para se qualificar para um cargo de engenheiro de produção.

Para obter uma licença, os engenheiros devem concluir um programa de graduação credenciado pelo Ministério da Educação (MEC), participar de programas de estágios, intercâmbios internacionais para ganhar experiência de trabalho e passar no exame de engenharia profissional.

5. Onde um profissional formado em Engenharia de Produção pode atuar?

As empresas estão cada vez mais necessitadas de profissionais qualificados e capazes de lidar com as rápidas mudanças no modo de produção global. No entanto, um dos problemas críticos que as empresas vêm enfrentando é a falta deles no mercado.

É particularmente importante ressaltar, que é preciso incentivar essa carreira, já que faltam informações sobre esta profissão aos jovens. Ao optar por essa área, muitos são contratados logo após terem se formado ou mesmo quando ainda estão estudando.

Isso porque os engenheiros de produção estão envolvidos do começo ao fim do processo industrial. A qualidade do design, a eficiência do produto e os requisitos da empresa são algumas das coisas que os engenheiros de produção trabalham para melhorar.

Campus e Polos

Esses são os campus e polos presenciais dessa universidade

Ainda está com dúvidas?
Entramos em contato.

Deixe os seus dados aqui e ligamos pra você.