Voltar para Universidades

Universidade Unifran

Sobre a Universidade

Avaliação do MEC

A Unifran foi fundada em 1970 por dois empreendedores da educação, Abib Salim Cury e Clovis Eduardo Pinto Ludovice. Com o sucesso do empreendimento, ampliou seus cursos incorporando-se à Faculdade Pestalozzi e à Faculdade de Filosofia do Ateneu Francano, cinco anos depois. No ano de 1994, os cursos oferecidos e a organização administrativa interna transformam-se na Universidade de Franca, por meio da Portaria nº 1.275, tendo em vista o Parecer do CFE nº 615/94.

A partir dessa data, o crescimento da Instituição deu-se sob tal perspectiva que Franca e região se beneficiaram com sua influência. Acolhendo milhares de alunos vindos de diversas localidades do país, Franca agregou o status de prestadora de serviços, além de um importante centro calçadista. A cidade, agora universitária, viu ser incrementada a prática de ensino superior, pesquisa, extensão e prestação de serviços à comunidade, graças aos aspectos acadêmicos de formação de excelência, que interferiram positivamente nos seus índices econômico, político e social.

Desde a sua fundação até hoje, caracteriza-se por ser uma instituição de ensino superior voltada para o futuro, sempre em busca da modernização da infraestrutura, acervo bibliográfico e das metodologias educacionais.
O ano de 2013 foi marcado por um importante passo rumo ao futuro e à excelência: a Unifran passou a fazer parte da Cruzeiro do Sul Educacional, o quinto maior grupo de educação do país, formado por instituições que detêm os melhores indicadores acadêmicos oficiais: Colégio Cruzeiro do Sul, SP – SP; Universidade Cruzeiro do Sul, SP – SP; Centro Universitário Módulo, Caraguatatuba – SP; Centro Universitário do Distrito Federal, no Distrito Federal – DF; Universidade Cidade de São Paulo, SP – SP, Universidade de Franca e Colégio Alto Padrão, em Franca – SP; Faculdade São Sebastião e Colégio Objetivo São Sebastião – Centro, em São Sebastião – SP; Centro Universitário N. Sra. do Patrocínio, Colégio Objetivo – Itu e Salto – SP; Centro Universitário da Serra Gaúcha (FSG), em Caxias do Sul e Bento Gonçalves – RS; Faculdade Inedi – Cesuca, em Cachoeirinha – RS; Centro Universitário de João Pessoa, em João Pessoa – PB.

Em 1975, a Universidade possuía 400 alunos. Hoje, são mais de 16 mil, distribuídos entre os cursos de graduação, tecnológicos, a distância, especializações, mestrado e doutorado, que abrangem todas as áreas do conhecimento humano. Em seus mais de 40 anos de história, já formou mais de 43 mil profissionais. Abriga mais de 500 docentes, cuja titulação ultrapassa 60% de mestres e doutores.

exibir mais exibir menos

Nossos Números

16000 Alunos

500 Docentes

50 Cursos

1 Campus

Diferenciais

Destaque no Ranking Universitário Folha

Infraestrutura de ponta

Top capes Mestrado e Doutorado

Alto incentivo à pesquisa.

Cursos

SIMULADOR

Saiba até quanto você pode financiar

Qual é a sua renda?

R$

Qual é a renda do seu garantidor?

R$
Você pode financiar um curso com mensalidade de até:

R$ 453,64

sujeito a análise de crédito e outras
comprovações
SIMULE E CADASTRE-SE

Campus e Polos
Todas as unidades dessa universidade

UNIFRAN

Av. Dr. Armando Salles Oliveira, 201
Pq. Universitário, Franca /SP

0800-721-5844

Carregar mais

Você viu 4 de 1

Atendimento
Dados de contato da instituição de ensino

Dúvidas Frequentes

Qual a importância de estudar em uma faculdade reconhecida pelo MEC?

O reconhecimento da Universidade pelo MEC garante ao aluno que o curso escolhido seja válido em todo território nacional, além de ser um índice importante de qualidade e baixo de risco de sanções ou até mesmo de cancelamento do curso.

Como o MEC reconhece a faculdade?

O reconhecimento de uma faculdade pelo MEC acontece em três etapas: credenciamento, que é o pedido inicial para o funcionamento; autorização, quando a faculdade recebe um aval do Ministério para oferecer determinado curso; e, por último, o reconhecimento, feito quando a primeira turma cumpre a metade do currículo.

Quais os critérios usados pelo MEC para reconhecer a faculdade?

Para reconhecer uma faculdade, a instituição recebe a visita de uma comissão do Inep que avalia diversos fatores, como laboratórios, biblioteca, corpo docente, biblioteca, grade curricular, entre outros. O relatório resultante dessa análise define se a faculdade será reconhecida ou não, ou ainda se precisa de adequações.

Como fazer faculdade pagando menos?

Nesse caso, o aluno pode solicitar uma bolsa em sua faculdade ou por meio do Prouni. Há ainda os financiamentos da mensalidade, como o FIES, uma iniciativa do Governo Federal, e o PRAVALER, um crédito educativo privado que permite o pagamento das parcelas do curso de forma estendida e com juros baixos (ou zero, dependendo da instituição). Saiba mais aqui!

Como usar a nota do Enem para estudar em uma faculdade particular?

Com a nota do Enem, o estudante pode solicitar uma bolsa de estudos em sua faculdade ou por meio do Prouni, além de estar apto pra conseguir um financiamento das mensalidades com o Fies. É importante destacar que a nota do exame ainda pode ser utilizada como critério de aprovação em muitas universidades e não é necessário prestar vestibular.

Por quê a estrutura da faculdade é importante?

A infraestrutura de uma universidade reflete diretamente na qualidade de ensino e no aprendizado dos alunos. Antes de fazer a matrícula, fique atento a instalações como biblioteca, laboratórios que serão utilizados no seu curso, salas de aula, que devem ser climatizadas e com estrutura mínima para o melhor aproveitamento das aulas, além da segurança do campus e estacionamento, se for o caso.

Qual a importância de estudar em uma faculdade que possui corpo docente de mestres e doutores?

A qualificação do corpo docente é fundamental pra que os alunos tenham o melhor aproveitamento do curso. Nesse sentido, professores titulados como mestres e doutores já têm uma vivência e especialização na área que são valiosas para o aprendizado do aluno.

Ainda está com dúvidas?
Entramos em contato.

Deixe os seus dados aqui e ligamos pra você.