Faça uma simulação com o Pravaler Icone seta
Financiamento estudantil privado: saiba o que é e como funciona! Financiamento estudantil privado: saiba o que é e como funciona!

Financiamento estudantil privado: saiba o que é e como funciona!

Faculdades públicas e privadas contam com diferentes ofertas de cursos e estruturas internas. Apesar de cada instituição ter a sua particularidade, todas elas têm a necessidade de lidar com o custo de manutenção das atividades.

Você sabia que um estudante de universidade federal custa, em média, R$ 3.129 por mês? É claro que esse valor oscila de acordo com o curso e a instituição, mas se tomarmos esse número como referência, vemos que trata-se de um preço bastante alto.

Considerando esse valor médio, o custo anual por estudante nas faculdades pode chegar a mais de 37 mil reais. Quando a universidade é pública, quem arca com essa despesa é o ente federativo responsável pela instituição, ou seja, o município, o estado ou a união.

Já quando ela é privada, é o aluno quem precisa bancar os gastos, que são atribuídos na mensalidade. Para esse tipo de situação existem possibilidades, como o financiamento estudantil privado e as bolsas de estudo.

Vamos entender detalhadamente como financiar a faculdade 😉

O que é financiamento?

O financiamento é um crédito que uma pessoa adquire para fazer a aquisição de um bem. A operação, geralmente, é realizada por uma instituição financeira, assim, sempre que essa instituição libera crédito para financiar determinado projeto, onde o beneficiário se compromete a quitar a dívida de maneira parcelada, denominamos o processo como um financiamento.

Para a instituição, a vantagem está nos juros que ela insere na cobrança das parcelas do beneficiário, o que faz com que haja lucro na operação. Esses juros variam muito de acordo com a empresa, o tipo de financiamento contratado, o valor do contrato etc.

Existem diferentes tipos de financiamentos, como os de veículos e de imóveis, por exemplo. Cada um deles tem as suas características que devem respeitar a legislação em relação àquela atividade e os benefícios das partes envolvidas.

O que é financiamento estudantil privado?

O financiamento estudantil privado é um tipo de crédito pessoal destinado a simplificar o acesso do estudante ao ensino superior. Assim como acontece no Fies, que é um financiamento estudantil público, uma instituição financeira arca com as despesas dos estudos e o aluno devolve o dinheiro emprestado após um período. A diferença é que em vez de ser subsidiado pelo governo, no financiamento estudantil privado o crédito vem de bancos privados ou empresas especializadas.

Quando falamos em financiamento estudantil, estamos nos referindo a programas que seguem os mesmos critérios de qualquer financiamento, mas que viabilizam o crédito aos estudantes no valor das mensalidades dos cursos superiores, de forma integral ou parcial.

Como funciona o financiamento estudantil privado?

Após a contratação, a instituição financeira repassa o valor financiado das mensalidades diretamente para a faculdade. E o estudante assume o compromisso de efetuar, posteriormente, o pagamento do montante acrescido de juros e correção monetária. No geral, as condições de um financiamento estudantil privado são diferentes das do Fies. Algumas dessas condições são:

  • Prazo para o pagamento do financiamento;
  • Análises de crédito e limites de renda familiar;
  • Taxas de juros, que costumam ser menores do o empréstimo pessoal, mas são mais altas que as do Fies;
  • Participação no Enem, que não é exigido na maioria das instituições de cunho privado.

O financiamento também pode ser parcial ou integral, mas boa parte dos programas oferecem até 100% de financiamento para faculdades conveniadas às instituições financeiras participantes.

Os contratos variam entre um programa e outro, podendo ser semestrais ou anuais. Para participar, é preciso fazer a simulação, enviar a proposta e efetivar a matrícula, na maioria das vezes, de maneira menos burocrática do que no programa do governo.

Botao Simule Financiamento 1

Quais são os financiamentos privados mais conhecidos?

Bancos privados

Existem diversos bancos privados que oferecem linhas de empréstimo estudantil, como por exemplo o Itaú e o Banco BV. Para o aluno contratar o financiamento estudantil privado é necessário possuir uma conta no banco específico e a faculdade onde deseja cursar também deve ser conveniada.

Os bancos arcam com os valores das mensalidades, parcialmente ou em sua totalidade, e o estudante passa a ter um contrato com a instituição financeira. Os pagamentos são realizados diretamente ao banco, podendo ser feitos ainda durante o curso ou somente após seu término.

Crédito Estudantil Privado

As regras para entrar no Novo Fies são rígidas e nem todos os estudantes conseguem ser selecionados para o programa. Quem ficar de fora terá que procurar outras saídas para continuar estudando. Uma delas é o crédito estudantil privado. A boa notícia é que hoje já existem instituições financeiras privadas que oferecem financiamento com taxas tão atrativas quanto as do Fies.

Essas instituições são especializadas em empréstimo universitário e possuem convênios com diversas faculdades particulares. Além disso, suas regras de contratação costumam ser mais flexíveis do que as regras do Fies.

Pravaler

O Pravaler tem mais de uma década de experiência em financiamento estudantil privado e neste período já ajudou mais de 250 mil alunos a realizarem o sonho de estudar. Além disso, possui mais de 500 universidades conveniadas.

O aluno pode usar o financiamento para cursos presenciais e a distância, podendo utilizar o crédito em conjunto com outros benefícios, como o Prouni e bolsas de estudo das faculdades.

Para os cursos de graduação, é permitido financiar apenas um semestre de cada vez, mas o aluno pode recontratar a cada novo semestre, até financiar o curso integralmente. O processo de contratação é muito simples, realizado pela internet, com envio de documentação totalmente online.

A aprovação do financiamento exige comprovação de renda mínima equivalente ao valor de 2 mensalidades da faculdade. Além disso, o aluno e o seu fiador não podem ter restrições no CPF.

Diferença entre financiamento público e privado

Diferença entre financiamento estudantil e bolsa de estudo

Bolsas de estudo se diferenciam dos programas de financiamento estudantil porque não caracterizam relação de empréstimo, ou seja, o beneficiário não tem que arcar com os custos de sua participação no programa.

Na maioria das vezes, as bolsas são distribuídas de acordo com critérios de avaliação de desempenho. Assim, as instituições podem oferecer esse benefício para atrair talentos para seus cursos, premiando os alunos com as maiores notas, seja no vestibular, seja no Enem ou até em seus exames internos, quando o aluno já está matriculado. É possível que a bolsa seja oferecida para o candidato que tenha se destacado mais dentro de um semestre ou ano.

Veja também: Como conseguir uma bolsa de estudos para faculdade?

Quem arca com os custos é quem concedeu a bolsa, o que pode ser um investimento interessante caso esse benefício seja o fator diferencial para a faculdade atrair e reter mais talentos. As faculdades geralmente firmam parcerias com entidades privadas para conseguirem aumentar recursos destinados a bolsas estudantis. Para as empresas, isso pode ser importante tanto para receberem incentivos fiscais quanto para apoiarem a formação de quadros futuros para seus negócios.

Os programas de bolsa de estudos costumam ser oferecidos pelas próprias faculdades, mas existe também um grande projeto do governo federal, que é o Prouni. Veja aqui como funciona o Programa Universidade Para Todos.

 

Enfim, essas são as opções que você tem para custear seus estudos. Entendendo como funciona o financiamento estudantil privado, você já tem como pensar nas melhores alternativas para ingressar no ensino superior.

Botao Simule Financiamento 2

Texto escrito por: PRAVALER
x

As principais notícias sobre educação na sua caixa de e-mail. Cadastre-se já!

Saiba mais

Pesquisar

Artigos Relacionados

X Assine nossa newsletter