Faça uma simulação com o Pravaler Icone seta
Veja como fazer um currículo para o primeiro emprego em 7 passos Veja como fazer um currículo para o primeiro emprego em 7 passos

Veja como fazer um currículo para o primeiro emprego em 7 passos

Fazer o currículo para o primeiro emprego é uma tarefa que deve ser feita com bastante atenção, pois um currículo bem apresentado pode abrir muitas portas no mercado de trabalho. Ao contrário, um modelo feito de qualquer maneira pode fazer com que você comece sua vida profissional com o pé esquerdo. Por isso, temos algumas dicas para você!

Currículo para o primeiro emprego

Dados pessoais

Informe seus dados pessoais como nome completo, cidade, telefone (residencial ou celular) e e-mail. É muito importante que você forneça dados atualizados para não correr o risco de perder o contato de um recrutador. Se você tiver um blog sobre assuntos relacionados ao cargo que está se candidatando ou aos produtos/serviços oferecidos pela empresa, também vale adicionar ao currículo para o primeiro emprego.

Objetivo profissional

Para escrever um bom objetivo profissional, tenha em mente quais são suas metas em relação ao cargo ao qual está se candidatando e quais serão suas contribuições para a empresa. Por exemplo:

“Procuro oportunidades na área administrativa para conseguir desenvolver minhas habilidades profissionais e adquirir minha primeira experiência no mercado de trabalho.”

E assim como diz o tópico: seja objetivo! É importante resumir esse trecho em apenas um parágrafo e ser direto sobre suas expectativas de aprendizado e competências a desenvolver.

Resumo de qualificações

Informe seus conhecimentos, habilidades e experiências. Mencione principalmente aqueles que podem ser importantes para o cargo ao qual você se candidata e para a empresa.

Se você fala outro idioma, esse é um dado importante, pois ter conhecimento em outra língua é um grande diferencial no mercado de trabalho. Informe seu nível no idioma: básico, intermediário, avançado e fluente. Lembre-se de não informar que você sabe mais do que você realmente sabe. Se você disser que seu nível é fluente e o recrutador resolver testá-lo, você vai se dar mal.

Veja também: Mercado de trabalho – confira os cursos que mais empregam no Brasil!

Cursos de informática também devem ser adicionados, principalmente os avançados. Se você vai se candidatar a um emprego em uma empresa de Publicidade, por exemplo, ressalte aquele curso que você fez de Photoshop ou Corel Draw. Com certeza, a empresa vai reparar nesse diferencial.

Se você ainda não tem nenhum curso para colocar no seu currículo para o primeiro emprego, veja aqui 9 cursos online grátis para você aumentar os seus conhecimentos.

Formação acadêmica

Não é necessário relatar um histórico de todas as escolas que você frequentou. Informar apenas o seu grau de escolaridade é suficiente. Por exemplo, já ingressou no ensino superior, informe o nome da instituição, nome do curso e ano de conclusão (ou previsão de conclusão). Se você não tem nível superior, deve apenar informar ensino médio (completo ou incompleto), sem necessidade de informar a escola que frequentou ou frequenta.

Experiência profissional

Como esta será a busca pelo seu primeiro emprego, cite no currículo as atividades relevantes que já realizou na escola ou na faculdade. Caso tenha experiência com empresas júnior, trabalhos voluntários, projetos de extensão, monitoria, intercâmbio ou qualquer outra atividade complementar, inclua essas informações. Adicione também as responsabilidades e atribuições confiadas a você no cargo.

Atividades extracurriculares

Informe também os cursos extracurriculares e workshops dos quais você já participou. Cursos gratuitos oferecidos na modalidade de ensino a distância também devem ser mencionados. Não se esqueça de acrescentar o nome da instituição, carga horária e datas de início e conclusão.

Contato profissional

Além do telefone e e-mail, que já citamos anteriormente, é interessante adicionar suas redes sociais profissionais. Se você tiver um perfil no LinkedIn, adicione também e mantenha-o sempre atualizado. Nele você pode trocar experiências com outros profissionais da sua área, visualizar vagas de emprego e estabelecer conexões que podem ser importantes para a sua carreira profissional.

Dados que não devem ser colocados no currículo

  • Números de documentos, como CPF e RG;
  • Endereço completo (bairro ou cidade é o suficiente);
  • Motivo da saída dos trabalhos anteriores;
  • Nome de pais, filhos, marido ou esposa;
  • Data e assinatura;
  • Fotos (somente se você desejar).

As dicas acima vão ajudá-lo a produzir um currículo para o primeiro emprego que poderá garantir boas oportunidades de trabalho. Caso prefira, baixe seu modelo de currículo pronto grátis aqui.

Texto escrito por: PRAVALER
x

As principais notícias sobre educação na sua caixa de e-mail. Cadastre-se já!

Saiba mais

Pesquisar

Artigos Relacionados

X Assine nossa newsletter