Faça uma simulação com o Pravaler Icone seta
Passo a passo: veja como se inscrever no Fies 2022! Passo a passo: veja como se inscrever no Fies 2022!

Passo a passo: veja como se inscrever no Fies 2022!

O Fies, programa de financiamento estudantil realizado pelo Ministério da Educação (MEC), tem como objetivo financiar cursos superiores de instituições de ensino privadas. O programa é destinado a estudantes com avaliação positiva nos processos realizados pelo ministério, como o Enem, e ofertados por instituições que aderiram ao programa.

Em 2020, o financiamento passou a ter duas modalidades – o Fies e o P-Fies. Veja abaixo mais detalhes sobre como se inscrever no Fies em 2022.

O que é o Fies?

Fies é uma sigla para Fundo de Financiamento Estudantil. É um programa do governo, criado pelo Ministério da Educação (MEC) em 1999. Solicitando o Novo Fies, estudantes de cursos presenciais de todo o país podem ingressar em instituições de ensino superior com mensalidades financiadas pelo governo e instituições financeiras privadas (P-Fies). A seguir, saiba como se inscrever no Fies.

Como se inscrever no Fies?

O Fies é destinado para estudantes com renda familiar de até três salários-mínimos por pessoa, que tenham tirado nota mínima de 450 pontos no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e que não tenham tirado nota superior a zero na redação. As vagas são limitadas a 100 mil estudantes.

Segundo o MEC, em 2022 o Fies irá ofertar mais de 110 mil vagas e deste total, mais de 66 mil já estarão disponíveis no primeiro semestre. Veja abaixo como se inscrever no Fies e confira o cronograma de 2022:

  • Período de inscrição: 8 a 11 de março
  • Divulgação do resultado: 15 de março
  • Prazo para complementação da inscrição: 16 a 18 de março
  • Lista de espera: quem não for pré-selecionado na chamada única será automaticamente incluído na lista de espera do Fies
  • Divulgação do resultado da lista de espera: 16 de março a 28 de abril 

Passo a passo para se inscrever no Fies

  1. O primeiro passo é acessar o site //sisfies.mec.gov.br/ e fazer a inscrição online. O próprio sistema irá identificar se a nota do Enem foi superior ou igual a 450 pontos e se a redação não foi zerada.
  2. Depois de pré-selecionado, é necessário acessar o site do SisFies e efetivar a inscrição, em até cinco dias corridos a contar da divulgação da pré-seleção, informando os dados de financiamento a ser contratado.
  3. Após concluir o cadastro é preciso validar os seus dados na Comissão Permanente de Supervisão e Acompanhamento (CPSA) da instituição escolhida, até 10 dias após a divulgação da pré-seleção.
  4. O quarto passo é a confirmação de inscrição e envio dos documentos necessários. Com toda documentação reunida e exigida pelo Fies, após a confirmação da inscrição e elegibilidade, solicite sua DRI (Documento Regular de Inscrição) na sua faculdade e vá até a agência na qual optou por contratar o Fies em até 10 dias corridos.
  5. O último passo é a assinatura do contrato. Após o contrato de financiamento ter sido aprovado no banco, basta assiná-lo e dar início aos estudos. Leve uma via assinada na sua universidade para iniciar os estudos.

Mudanças no Fies

O Ministério da Educação (MEC) já anunciou novas regras do Fies nos dois programas. Em 2021, o Fies passou a exigir que o estudante atinja nota acima de 400 na redação do Enem, além do mínimo de 450 pontos na prova do Enem de múltipla escolha. Além disso, o estudante que desejar pedir transferência de faculdade precisará ter alcançado a nota de corte do curso ao qual pretende ir.

Em contrapartida, a partir do segundo semestre deste ano, o P-Fies será mais brando em seus requisitos, eliminando a exigência do Enem e acabando com o limite de renda para participação no programa. Com as mudanças, o P-Fies se desvincula do processo seletivo do Fies e permite que os estudantes façam inscrições durante o ano todo.

Qual a diferença do Fies e P-Fies?

O Fies ofertará vagas sem juros para os estudantes que tiverem uma renda per capita mensal familiar de até três salários mínimos. O aluno começará a pagar as mensalidades conforme o limite de sua renda, o que poderá diminuir consideravelmente os encargos. Esta modalidade contará com uma chamada única e lista de espera.

Já o P-Fies é destinado aos candidatos com renda per capita mensal familiar de até cinco salários mínimos. A modalidade funcionará com recursos dos Fundos Constitucionais e de Desenvolvimento e, ainda, com os recursos de bancos privados participantes do programa. Nesta modalidade, não haverá lista de espera, mas apenas chamada única.

De forma resumida, veja abaixo qual a diferença do Fies e do P-Fies:

  • Fies: Possui um número de vagas limitadas e o candidato precisa ter de renda per capita de até três salários-mínimos. É administrado pelo governo.
  • P-Fies: Não tem limites de vagas e o candidato precisa ter de renda familiar de até cinco salários-mínimos. É administrado por empresas privadas.

Como funciona o P-Fies?

A partir de 2018, o governo passou a contar com parcerias estabelecidas com bancos e instituições privadas especializadas em financiamento estudantil, para ampliar a possibilidade de mais jovens ingressarem na faculdade. No P-Fies, o financiamento também pode ser sem juros, dependendo da empresa de financiamento e da faculdade escolhida pelo aluno. 

Veja também: Como funciona o financiamento estudantil privado?

O programa não tem limite de vagas e os candidatos devem ter renda mensal de até cinco salários-mínimos, por cada pessoa que mora com ele. 

O que fazer se não for aprovado no Fies?

Se você não conseguir o Fies, você pode contar com o Pravaler, a maior empresa de financiamento estudantil privado do país, que já beneficiou mais de 200 mil alunos e financiou diversas mensalidades  em mais de 500 instituições de ensino de todo o Brasil.

“O Fies é uma importante ferramenta pública para auxiliar os estudantes de baixa renda a acessarem o ensino superior privado. Entretanto, caso não haja a aprovação, é importante saber que existem outros financiamentos na iniciativa privada para dar este suporte”, explica Rafael Baddini, sócio-diretor do Pravaler, maior fintech de soluções financeiras para educação no Brasil.

Você pode estudar até SEM JUROS, dependendo da faculdade escolhida. Faça uma simulação e veja como é fácil fazer sua graduação com o Pravaler!

Botao Simule Financiamento 2

Texto escrito por: PRAVALER
x

As principais notícias sobre educação na sua caixa de e-mail. Cadastre-se já!

Saiba mais

Pesquisar

Artigos Relacionados

Simule o seu financiamento e descubra quanto pagará por mês:

Declaro que li, conheço e estou de acordo com as Políticas de Privacidade e Cookies do Pravaler.

Pensamos na sua privacidade

Usamos cookies para que sua experiência seja melhor. Ao continuar navegando, você está ciente dos nossos Termos e Políticas.

CONTINUAR