Publicidade e Propaganda – tudo sobre carreira e curso Publicidade E Propaganda Tudo Sobre A Carreira E Curso Capa Maior

Publicidade e Propaganda – tudo sobre carreira e curso

Escolher o curso na hora de prestar vestibular é uma tarefa que envolve uma decisão importante. Por isso, você deve dar uma olhada nos currículos para descobrir o que é estudado, analisar como anda o mercado de trabalho, conversar com profissionais, se for possível… tudo isso para chegar ao curso que pode ser perfeito para você!

Para ajudar nessa missão, vamos falar hoje de um curso que sempre atrai os jovens mais criativos: Publicidade e Propaganda. Vamos nessa?

O que é Publicidade e Propaganda?

Quando falamos em Publicidade e Propaganda, na hora pensamos nos anúncios de TV e na mídia impressa. De fato, os profissionais desta área trabalham – e muito – na criação destas peças. Mas o que se aprende nesta graduação vai muito além da elaboração de anúncios. Afinal, a indústria da Publicidade e Propaganda movimenta muito dinheiro no Brasil todos os anos.

Os publicitários desempenham um papel muito importante na relação de empresas e serviços com o mercado e a sociedade. Por isso, o campo de trabalho destes profissionais é vasto e permite a construção de uma carreira sólida em diferentes setores.

O que faz um profissional de Publicidade e Propaganda?

O publicitário é um profissional que cria campanhas e peças publicitárias. Ou seja, ele trabalha com propagandas, apresentando um produto ou serviço ao consumidor, promovendo sua venda ou garantindo sua boa imagem diante do público. Este profissional deve fazer pesquisas para saber para qual nicho direcionar a propaganda e, então, desenvolver seu trabalho pensando nisso.

Além disso, é ele quem desenvolve a arte de embalagens e cria logotipos; escolhe a abordagem em meios de comunicações; cria propagandas para rádio, televisão e internet; e, por fim, avalia o impacto causado no consumidor para decidir o que funciona ou não.

E aí, quer saber se você se daria bem como publicitário? Que tal fazer um teste vocacional e ver se essa é a sua praia?!

Qual a função de um publicitário?

A função do publicitário é criar, realizar e divulgar campanhas e peças publicitárias, procurando a melhor forma de apresentar um produto ou serviço ao consumidor e promover sua venda. Ele atua na elaboração de estratégias e inovações na área de comunicação, visando obter melhoramentos na relação de empresas e instituições com a sociedade.

Para isso, pesquisa o perfil do público-alvo, levantando dados como idade, condição socioeconômica, escolaridade, costumes e hábitos de consumo para poder fazer a arte de embalagens e de identidade corporativa, escolhendo a abordagem e os meios de comunicação mais adequados à campanha. Também cria os textos e as imagens, acompanha a produção e faz novas pesquisas para avaliar o impacto da propaganda sobre o consumidor depois da campanha.

Qual a diferença entre Publicidade e Propaganda e Marketing?

Na teoria, a publicidade não se resume somente à ação de promover uma venda. Ela está mais relacionada à ideia de divulgação de um produto, serviço ou marca, apresentando-os ao consumidor e promovendo um exercício de aceitação junto ao público. Por ter esses objetivos, a publicidade busca informar e entreter de forma criativa com intuito de gerar o famoso “boca a boca”, fazendo com que as pessoas falem sobre a empresa de forma mais espontânea.

Por outro lado, a propaganda chega para efetivamente vender uma ideia e, para isso, utiliza técnicas de persuasão em seu discurso com o objetivo de motivar uma ação, seja ela de compra ou de adesão a uma causa.

Na prática, esses dois conceitos andam de mãos dadas e funcionam de forma bastante complementar — tanto que o Conselho Executivo das Normas-Padrão (CENP) chega a considerá-los como sinônimos. Por isso, é interessante que a graduação reúna essas duas áreas em uma única formação.

Porém, muita gente ainda tem dúvida de quais são as diferenças entre trabalhar com Publicidade e Propaganda e Marketing. Há quem acredite que é a mesma coisa, mas, apesar de estarem conectadas uma na outra, vamos mostrar o que difere cada uma dessas áreas.

Para começar, é importante entender publicidade e propaganda como ferramentas utilizadas pelo Marketing para promover seus produtos, uma vez que é a estratégia geral que abrange todo o processo de venda e de relação entre o consumidor e a empresa. O marketing é pura estratégia e é responsável por desenvolver ações para se chegar até os clientes, entender e satisfazer as suas necessidades.

Já a publicidade é a difusão de ideias, é tornar algo público. Ou seja, é a divulgação dos produtos e serviços. Refere-se à propaganda comercial, são os anúncios das empresas e das marcas destinados ao comércio. Seja na televisão, nos jornais, na internet ou outros meios.

,

Para ficar ainda mais claro essa diferença entre as áreas, dá uma olhada:

Publicidade E Propaganda Tudo Sobre A Carreira E Curso Mobile

Como é o mercado de trabalho para Publicidade e Propaganda?

Atualmente, a criação publicitária é uma área com salários atraentes e uma das mais concorridas. Como o campo de atuação é abrangente, o profissional de Publicidade e Propaganda pode trabalhar em agências de publicidade, em promoção de feiras e convenções e departamentos de marketing ou de comunicação de pequenas e grandes empresas.

Por exemplo, empresas maiores precisam de publicidade para lançar novos projetos e manter a boa imagem da marca. Instituições governamentais precisam de publicidade para mostrar ao povo o que o governo faz para melhorar a qualidade de vida da população.

Conseguir emprego nas capitais é mais fácil por ter mais oportunidades, já que a maioria das empresas prefere ter sua sede nas grandes cidades. Em uma empresa, o publicitário pode trabalhar em vários ramos:

  • Pesquisa: o profissional faz pesquisas de mercado para saber sobre as necessidades, o perfil e os hábitos do público consumidor.
  • Criação: o profissional produz campanhas publicitárias com base nas pesquisas de mercado.
  • Marketing: o profissional planeja e estabelece estratégias de preço, distribuição e venda do produto.
  • Produção: o profissional coloca em prática o que a criação fez. Produz jingles, anúncios, outdoors, sites etc.
  • Gerência de produto: o profissional administra a publicidade e a promoção de vendas de um produto específico.

Esses são alguns exemplos do que um publicitário pode fazer. Mas não são as únicas atividades disponíveis. Se você se interessou por essa profissão, aprofunde a pesquisa! Procure por profissionais da área que podem te passar uma ideia melhor de como é o dia a dia no mercado de trabalho.

Quanto ganha um publicitário?

A média salarial dos publicitários brasileiros varia bastante em cada região do país e a remuneração desses profissionais também depende da área de atuação, porte da empresa e, claro, da experiência e qualificações individuais.

Uma pesquisa de cargos e salários divulgada pela Associação Brasileira dos Agentes Digitais (Abradi) indica a média dos salários pagos para algumas posições em agência:

Analista de mídias sociais:

Redator Publicitário:

Atendimento:

Júnior: R$ 1.412

Júnior: R$ 1.672

Júnior: R$ 1.763

Pleno: R$ 2.046

Pleno: R$ 2.572

Pleno: R$ 2.323

Sênior: R$ 2.924

Sênior: R$ 4.138

Sênior: R$ 4.225

Diretor de Mídia: R$ 13.333

Diretor de Criação: R$ 9.640

Diretor de Atendimento: R$ 9.276

Diretor de Operações:

R$ 10.366

Diretor de Planejamento:

R$ 9.182

Por que aprender Publicidade e Propaganda?

Com a chegada e a consolidação das novas mídias, a carreira em Publicidade e Propaganda ganhou novos segmentos e oportunidades profissionais e, com o aumento do uso das redes sociais a área, cada vez mais ganha força e espaço no mercado de trabalho. Atualmente, o profissional pode aliar métodos tradicionais de trabalho com ferramentas próprias do ambiente online.

É possível ver que até mesmo as pequenas agências e comércios já investem na presença digital como forma de atrair e fidelizar clientes. Nessas empresas, o publicitário tem a possibilidade de atuar com marketing digital e comércio eletrônico.

Onde estudar Publicidade e Propaganda?

Existem mais de 200 universidades autorizadas pelo Ministério da Educação (MEC) que oferecem o curso de Publicidade e Propaganda em todo o país, sendo a maioria faculdades privadas.

Tantas opções assim podem mais atrapalhar do que ajudar na hora de escolher onde fazer o curso de Publicidade e Propaganda. É por isso que a gente já fez uma triagem para você, separando boas instituições de ensino que contam com o reconhecimento e a boa avaliação do MEC. Confira:

  1. Pontifícia Universidade Católica de Goiás (PUC)
  2. Centro Universitário UniFavip
  3. Centro Universitário Internacional (Uninter)
  4. Fundação Armando Alvares Penteado (FAAP)
  5. Ibmec
  6. Universidade de Grande Rio (Unigranrio)
  7. Universidade de Ribeirão Preto (Unaerp)
  8. UniFanor
  9. Universidade Presbiteriana Mackenzie
  10. Universidade Norte do Paraná (UNOPAR)
  11. Universidade do Vale do Rio dos Sinos (Unisinos);
  12. Escola Superior de Propaganda e Marketing (ESPM)
  13. Faculdade Cásper Líbero
  14. Universidade de São Paulo (USP)
  15. Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)

O que se estuda em Publicidade e Propaganda?

Para o MEC, o curso de Publicidade e Propaganda é considerado uma habilitação de Comunicação Social e, por isso, segue suas diretrizes. Isso significa que toda instituição que disponibiliza a graduação precisa incluir conteúdos básicos, teóricos e práticos relacionados tanto à área geral da Comunicação quanto à habilitação.

Combinando aulas mais teóricas relacionadas às Ciências Humanas com disciplinas práticas – redação, fotografia etc., essa graduação conta ainda com matérias que exigem certa habilidade com números, como estatística e economia. Já os conteúdos específicos são definidos livremente pelas instituições de ensino de acordo com o objetivo e o perfil traçados aos estudantes.

Para concluir a graduação, muitas faculdades exigem um Trabalho de Conclusão de Curso (TCC).

Qual a grade curricular do curso?


A grade curricular de Publicidade e Propaganda pode variar de acordo com a instituição de ensino, mas existem algumas disciplinas ministradas na maioria das graduações. Confira algumas delas:

  • Antropologia;
  • Comunicação Instrucional
  • Comunicação Política;
  • Criação Publicitária;
  • Direção de Arte;
  • Fotografia Publicitária;
  • Gestão Estratégica de Marketing;
  • Legislação e Ética Publicitária;
  • Língua Portuguesa;
  • Marketing de Relacionamento;
  • Pesquisa de Mercado;
  • Psicologia da Comunicação;
  • Semiótica.

Quanto tempo dura o curso?

Independentemente da modalidade escolhida — presencial ou a distância —, o bacharelado em Publicidade e Propaganda tem duração média de quatro anos (oito semestres), durante os quais os alunos poderão desenvolver conhecimentos teóricos e práticos sobre o dia a dia da profissão.

Dependendo da faculdade escolhida, a diferença vai se apresentar na grade horária e nos conteúdos abordados.

O que estudar para o vestibular?

O curso de Publicidade e Propaganda exige empenho de quem o faz, mas o mercado está de portas abertas para os profissionais que tomam iniciativa em mostrar o seu valor. Como você deve ter percebido, nem só de arte e criação vive quem atua nessa área. É preciso se atualizar constantemente sobre técnicas e estratégias que inovam o mercado.

Isso vale na hora de estudar para o vestibular. Para se dar bem na prova e ingressar na universidade desejada é preciso selecionar o que estudar para o processo seletivo de forma que os conteúdos se relacionem de alguma maneira.

Língua Portuguesa, Língua Estrangeira, História, Matemática, Geografia, Física, Química, Filosofia, Sociologia e Biologia. É preciso compreender o que é essencial em cada uma dessas matérias que caem no vestibular e como os conteúdos se relacionam entre si — principalmente se o seu maior objetivo for alcançar um bom resultado no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), já que ele é um dos que mais cobra questões interdisciplinares.

Em Matemática, por exemplo, é claro que você precisa dominar aritmética e álgebra, mas também é fundamental saber fazer boas análises. Em História, tente dividir por segmentos, por exemplo: época moderna e o ocidente, época contemporânea e a crise da hegemonia europeia, e por aí vai.

O mesmo vale para Língua Portuguesa. É preciso contar com um amplo conhecimento linguístico para então analisar textos como reportagens, campanhas publicitárias e poesias, de acordo com as variedades linguísticas existentes no Brasil e nos países de língua portuguesa e relacionar textos verbais e não-verbais.

Compreender o sentido de palavras e expressões em diferentes contextos é uma das coisas mais importantes e está entre os temas que mais caem no vestibular com frequência. Além disso, essa compreensão ainda pode te auxiliar em outras matérias.

Uma dica essencial é treinar fazendo simulados. Isso irá fazer com que você se habitue ao estilo do vestibular que vai prestar e conheça o modelo de prova, suas peculiaridades e se acostume com o tempo oferecido para realizar as questões. Assim, quando o grande momento chegar, já estará adaptado e conseguirá realizar a prova com calma.

Outra maneira de completar o aprendizado, alinhando parte prática com teórica, é ler o edital da prova. É lá que você encontra as informações relativas àquilo que é cobrado no vestibular, o chamado conteúdo programático, além da relação de livros e filmes, quando existentes.

Categoria: CursosPrasaber

Quero receber notícias do Pravaler

Preencha o campo abaixo com seu e-mail e fique sabendo tudo sobre o Pravaler em primeira mão.