22 dicas de estudos para quem faz graduação EAD 22 dicas de estudos para quem faz graduação EAD

22 dicas de estudos para quem faz graduação EAD

Está fazendo um curso EAD e quer saber como otimizar a sua rotina de estudos? Então, acompanhe o conteúdo que preparamos para você!

Crédito Estudantil com até o triplo do tempo para pagar

O que é um curso EAD?

EAD significa educação a distância, uma modalidade de ensino que permite ao aluno acompanhar as aulas via internet e estabelecer a sua própria rotina de estudos no local e horário de sua preferência. Sem dúvida, o EAD é uma excelente solução para quem não consegue encontrar tempo para fazer um curso presencial ou mora muito longe da faculdade. Além disso, os cursos EAD costumam ter um preço mais acessível em relação aos presenciais.

Caso queria saber mais sobre essa modalidade e conhecer todos os benefícios de estudar a distância, é só acessar o nosso guia completo sobre EAD.

Dicas para você que vai ou quer estudar a distância

Conseguir estudar sem precisar enfrentar trânsito, chuvas e transporte lotado, no conforto de casa, sem dúvida é uma grande vantagem em relação ao ensino presencial, certo? No entanto, para que o curso escolhido seja aproveitado ao máximo é muito importante ter disciplina e muito comprometimento. Por isso, listamos algumas dicas que podem ajudar na organização. Confira!

  1. Seja disciplinado

O ensino a distância traz a liberdade de estudar a qualquer momento e em qualquer lugar. Porém, cabe ao estudante não fazer dessa vantagem um fator de procrastinação e falta de atenção com o conteúdo. Os cursos EAD possuem o mesmo nível de exigência e dedicação que os cursos presenciais e é fundamental que você seja disciplinado em relação à rotina de estudos.

  1. Organize a sua rotina

Apesar da flexibilidade, um curso EAD exige, mais até do que o presencial, uma rotina bem organizada para que você não se atrapalhe com as matérias. Nesse caso, faça uma programação do seu dia e tente fixar um horário específico para assistir às aulas e repassar o conteúdo.

  1. Saiba qual curso combina com você

Descobrir que escolheu um curso errado no meio do caminho é bem chato, mas muito comum. Para diminuir as chances de você se decepcionar com a graduação que escolheu, consulte guias de carreira e, se possível, converse com pessoas da área. O teste vocacional também pode te ajudar a escolher uma área que combine com seus gostos e habilidades.

  1. Verifique se a instituição de ensino e o curso são reconhecidos pelo MEC

Estudar em uma faculdade que não é reconhecida pelo Ministério da Educação pode te trazer uma dor de cabeça gigantesca, fazendo você perder o dinheiro que investiu em um diploma que não é válido no mercado. Para não correr esse risco, consulte no site do MEC a situação do curso e da instituição em que você pretende se matricular.

também pode te ajudar a escolher uma área que combine com seus gostos e habilidades.

  1. Pesquise sobre a faculdade

Além do credenciamento no MEC, é importante que você conheça a reputação da faculdade que escolheu. No próprio site do ministério é possível verificar as notas da instituição de ensino e dos cursos que ela oferece.

  1. Verifique onde o polo de apoio está instalado

Muitas vezes a instituição que oferece cursos EAD exige que os alunos estejam presencialmente em determinadas aulas ou mesmo para realizar as avaliações. Nesse caso, é importante que o polo de apoio esteja próximo de você, o que evita deslocamentos muito longos e possíveis faltas e atrasos por conta da distância.

  1. Conheça a plataforma do seu curso

Na modalidade EAD, o aluno depende totalmente das ferramentas tecnológicas para ter um bom aproveitamento do curso. Por esse motivo, antes de se matricular, busque conhecer a plataforma e o seu funcionamento, bem como os recursos que ela disponibiliza para contribuir com o seu aprendizado.

  1. Em um curso EAD há tanta cobrança quanto em cursos presenciais. Prepare-se!

Engana-se quem acha que um curso EAD exige menos do aluno do que um curso presencial. Apesar da flexibilidade das aulas, nas avaliações e trabalhos os conteúdos estudados em aula são cobrados assim como no método tradicional – e podem fazer você reprovar caso o desempenho não seja satisfatório.

  1. Tenha metas de estudo!

Estabelecer metas de estudo para um determinado período é fundamental para que você consiga se organizar para repassar todos os assuntos discutidos em aula e não se atrasar no conteúdo. Por exemplo, defina uma meta de uma ou duas horas de estudos de segunda a sexta para revisitar o que foi trabalhado pelo professor na aula do dia anterior.

  1. Faça o seu cronograma!

O cronograma também pode ajudar a organizar a sua rotina de estudos e evitar que você se perca com a revisão de matérias e atividades. Nesse caso, faça um calendário – que pode ser mensal ou semanal – com todos os resumos, provas e demais tarefas que precisam ser entregues naquele período. Também é válido definir um lembrete com alguns dias de antecedência para que você não se esqueça do que foi programado.

  1. Evite distrações!

Estudar em casa é de fato muito mais prático e confortável, mas também é necessário tomar cuidado com as distrações. Para evitar que você perca o foco, assista às aulas e faça a sua rotina de estudos em um local mais reservado da casa, onde você não seja bombardeado por outros estímulos.

Crédito Estudantil com até o triplo do tempo para pagar

  1. Estude em um lugar calmo!

Reforçando o item anterior, é importante que você organize um espaço tranquilo em que possa se concentrar. Caso more com outras pessoas, peça que elas respeitem o seu tempo de estudo e evitem conversar com você nesse momento.

  1. Faça uma comparação entre a modalidade EAD e a presencial!

Antes de se comprometer com um curso EAD e fechar a matrícula, é fundamental que você entenda a diferença em relação ao curso presencial caso tenha a opção de escolher entre as modalidades. Procure saber as particularidades do curso a distância, se será necessário comparecer a um polo presencial em algumas aulas ou em avaliações – e se ele está muito distante de onde você mora – e, principalmente, se você tem a estrutura necessária para estudar em casa.

  1. Evite faltar em cursos EAD ou semipresenciais!

Assim como na modalidade presencial, perder o conteúdo da aula traz prejuízos ao seu aprendizado. O EAD ainda oferece a possibilidade de assistir à gravação da aula a qualquer momento, mas a interação ao vivo com o professor e os seus colegas permite uma troca muito mais rica. Isso também vale para cursos semipresenciais, em que algumas matérias são realizadas do polo de ensino e, outras, pela plataforma virtual.

  1. Amplie os conhecimentos, não se limite!

Talvez uma das desvantagens do EAD seja justamente a pouca convivência com colegas de turma e com os professores no dia a dia, o que sem dúvida é fundamental para criar uma rede de aprendizado. Para compensar essa questão, procure participar de eventos, workshops ou palestras relativas à área de estudo sempre que possível para ampliar o seu repertório de conhecimento e criar conexões com futuros colegas de profissão.

  1. Não deixe para última hora, fique atento a datas e prazos!

Nem sempre é possível fazer bem feita uma atividade com pressa, certo? Por esse motivo, procure se programar com antecedência, tendo alguns dias para estudar para uma prova ou realizar uma tarefa.

  1. Faça perguntas, seja participativo! 😉

A vantagem de assistir às aulas ao vivo é que você poderá fazer perguntas e interagir com professores e colegas de curso. Lembre-se: quem não é visto, não é lembrado. Então, procure participar das aulas e criar vínculos que poderão ser úteis no momento.

  1. Junte-se a um grupo de estudos

Um grupo de estudos pode ser uma fonte muito rica em troca de aprendizado, ajuda mútua e até mesmo de amizade. Sem dúvida, é um recurso fundamental para você não se sentir tão isolado e, ainda, ampliar os conhecimentos em sua área de estudo.

  1. Evite estudar durante a madrugada

Sim, cada pessoa tem o seu ritmo e o EAD permite uma certa flexibilidade. Porém, na maioria das vezes, estudar durante a madrugada significa estudar com sono, o que não ajuda em nada em seu aprendizado e na sua produtividade.

Se possível, encontre horários durante o dia, utilize a hora do almoço do trabalho ou os momentos de deslocamento entre os locais que você frequenta para colocar os conteúdos em dia e deixe a madrugada para descansar.

  1. Faça anotações sempre!

Adquira o hábito de anotar tudo o que considerar uma palavra-chave para determinado assunto trabalhado na aula. Esses gatilhos são importantes para você fazer associações em relação aos conceitos que aprendeu. Além disso, enquanto estiver estudando, faça anotações das dúvidas que surgirem para resolver com o seu professor.

  1. Consulte materiais complementares

Não foque apenas no material disponibilizado no curso. Pesquise ou pergunte ao seu professor onde encontrar outros materiais de estudo, como livros, apostilas, podcasts, vídeos etc., que podem ajudar a enriquecer o seu aprendizado.

Podcast PRAVALER no Spotfy

  1. Coloque em prática o que aprende

Estudantes EAD estão aptos a realizar estágio assim como os estudantes na modalidade presencial – e esta é uma oportunidade única de colocar em prática todo o conhecimento que você adquiriu durante o curso.


Gostou dessas dicas? Acompanhe nosso blog e encontre outros conteúdos que vão ajudar a melhorar a sua performance nos estudos. Continue com a gente! 🙂

Pensamos na sua privacidade

Usamos cookies para que sua experiência seja melhor. Ao continuar navegando, você está ciente dos nossos Termos e Políticas.

CONTINUAR